Voltando atrás.

Voltando atrás.

Semana passada cheguei a fazer um post sobre o fim, ou como dizem os menos corajosos -o tempo- que estaria dando ao blog.
Depois de umas horas me arrependi e apaguei o que tinha escrito.
Sou dessas.
Não dá para abandonar “um filho” desse jeito, mas é que não queria ter que mudar a essência do que o Ká.Entre.Nós sempre foi, um blog de variedades.
Já faz mais de 6 anos que moro na Irlanda, já perdi a visão crítica, nem tudo me soa esquisito ou interessante e as diferenças culturais mais gritantes já escrevi por aqui, não gosto de ser repetitiva e os blogs maternos que me perdoem, mas não tenho a intenção de me tornar mais um deles, simplesmente porque, pasmem, apesar de quase 4 filhos, a maternidade é só uma parte (grande, a maior) da minha vida, mas não é toda a minha vida, mas como no momento além de estar grávida, as kids estão de férias (por 2 meses! oh! Dear!) tudo que penso em dividir com vocês tem relação com eles e eu fico confusa, sabe? até porque sei que a metade das pessoas que vem aqui não tem filhos e acredito eu, não tem interesse de saber sobre os meus…mas então o que fazer?
Decidi que vou continuar escrevendo, infelizmente (ou felizmente), as kids serão o assunto principal, porque eles são meu assunto principal, mas não deixarei de encher linguiça falar sobre outras coisas e porque não, você me ajudar me sugerindo posts? Ká.Entre.Nós, eu sou boa em trabalhar sob pressão! 
Então é isso, não me abandone, porque não vou a lugar algum, não por muito tempo, anyway…

.

Facebook Comments

51 Comments

  1. Fiquei chateada com o post quando li, ai eu vi que você tinha apagado e fiquei feliz. Adoro os seus posts, até meu marido lê de tanto que eu falo sobre seu blog, as crianças e tudo mais. Adoro o blog e adorei a noticia que você vai continuar a postar. Beijos!

  2. Nossa Ka!!!! Eu fiz um post exatamente falando sobre isso que voce descreveu sobre nao ter mais olho critico. Haha. Isso porque voce ta aih ha 6 anos, e eu indo pra 10? Perdi ja a nocao do novo e diferente faz tempo. Mas como nao tenho filhos, nem isso eu tenho "acontecendo" pra poder compartilhar. Entao resolvi dar um tempo. Nao vou abandonar nem desistir do blog, mas tirar um tempo pra recarregar as energias. Assim como maes de vez enquando, deixam os filhos com o pai pra poder tirar um dia só pra elas? hehe. Pois eh. To fazendo mais ou menos isso.
    Eu iria ficar triste se voce desistisse do seu. Eu amo vir aqui. E mesmo nao tendo filhos eu adoro saber das criancas, ver fotos. Pode ser que tenha pessoas que nao gostem de ver blogs que falam dos filhos, mas tem muitas outras pessoas que gostam. Alem do mais, acho que quem ja eh sou fa, voce com filho ou com 10 filhos, nunca ira te abandonar!
    Beijo Grande!!!!

  3. Mesmo quem não comenta, sente falta quando um blogueiro "dá um tempo". Então, continue, fale do que quiser, o feed vai me avisar que tem post!
    Bjoo

  4. adoro o seu blog e adoro os posts sobre filhos também! continue postando sobre o que você quiser que vai ser sucesso! 🙂

  5. adoro o seu blog e adoro os posts sobre os seus filhos também! fico feliz que tenha voltado! poste sobre o que você quiser que vai ser sucesso!

  6. Continua daí que nós continuamos daqui 😉

  7. Adoro o blog, embora raramente comente… meu noivo é estrangeiro e muito provavelmente a gente deve ir morar em seu país, gosto muito de ler blogs de brasileiras no estrangeiro, de uma certa maneira me dá um conforto quando penso em deixar meu país e minha família. Não pare de escrever o blog, seus posts são sempre muito divetidos! 😉

  8. Não há como fugir da nosa própria vida, essa é a sua realidade nesse momento. Amanhã será outro momento com outra realidade. Sempre que voltar ao Brasil, terá muito a dizer de ambos os países. Absorveu a cultura irlandesa, por isso se sente assim. Seu censo de humor é muito bom, escreve bem, dá vontade de ler sempre mais! Logo logo você mesma sentirá vontade de escrever espontaneamente sem pressão de tempo algum. Acho que de maneira gradual devido ao tempo dedicado ao novo bebê e do cansaço natural dos primeiros meses. Recarregue as baterias e volte com tudo!

  9. Não há como fugir da nosa própria vida, essa é a sua realidade nesse momento. Amanhã será outro momento com outra realidade. Sempre que voltar ao Brasil, terá muito a dizer de ambos os países. Absorveu a cultura irlandesa, por isso se sente assim. Seu censo de humor é muito bom, escreve bem, dá vontade de ler sempre mais! Logo logo você mesma sentirá vontade de escrever espontaneamente sem pressão de tempo algum. Acho que de maneira gradual devido ao tempo dedicado ao novo bebê e do cansaço natural dos primeiros meses. Recarregue as baterias e volte com tudo!

  10. Não há como fugir da nosa própria vida, essa é a sua realidade nesse momento. Amanhã será outro momento com outra realidade. Sempre que voltar ao Brasil, terá muito a dizer de ambos os países. Absorveu a cultura irlandesa, por isso se sente assim. Seu censo de humor é muito bom, escreve bem, dá vontade de ler sempre mais! Logo logo você mesma sentirá vontade de escrever espontaneamente sem pressão de tempo algum. Acho que de maneira gradual devido ao tempo dedicado ao novo bebê e do cansaço natural dos primeiros meses. Recarregue as baterias e volte com tudo!

  11. Eu leio seu blog desde que a Chloe era pequenininha e confesso que fiquei triste pq vc resolveu dar um tempo, de longe o seu é o melhor desses blogs de brasileiras vivendo em outro país, adoro o seu senso de humor e adoro a Irlanda. Com o tempo, passei a gostar de ver notícias da sua família aqui tbm, é bonito ver como todos vocês "funcionam" juntos, muito bonito. Eu não acho nada demais você escrever tanto sobre a sua família, na verdade, se a sua vida não é estática e o blog de certa forma é o que você nos deixa ver dela, porque ele continuaria o mesmo de tempos atrás? Keep writing, my dear, you are one of a kind! 😉

  12. Ai que alívio. Fiquei meio triste em saber que vc daria um tempo no blog. E, pessoalmente, mesmo não tendo filhos nem marido, me interesso muito nas coisas que vc escreve aqui. É um outro mundo, mas que por alguns momentos, passa a ser meu. É isso que traz tanta gente aqui. Nem que seja por alguns instantes, fazemos parte dessa história que é sua.

    Sugestão de post? Morro de curiosidade de saber o pq de vc não se dar tão bem assim com a sogra. Contaaaa.
    Outra, o Rosinha já desistiu do português ou como é?

    Beeeijos

  13. Oi Ka, sou jornalista, nao tenho filhos e pelo menos, por enquanto, nao tenho pretensão de morar fora! Mas adoro ler seu blog pela sua forma divertida de escrever e encarar a própria realidade tirando sarro de si mesma e tb de outros, como o Rosinha!
    Continue escrevendo sobre o que quiser!! Nao perca sua essência e vc nao perdera leitores! Pelo contrario, só ganhará novos admiradores! Bj Laura

  14. Não vai embora nãooooooooo!!!!
    Please!!!
    Sabe quando vc acha um livro, ama e tem vontade de continuar a ler mesmo quando chega o final feliz, então, não some não!!!
    Amo seus posts!
    Queremos conhecer the new baby!

  15. Ká, que bom que voltou atrás! Sou leitora do teu blog desde o início, acompanhei teus primeiros passos na Ilha assim como hoje acompanho os da Chloe, e adoro modo como você escreve!
    Não nos abandone!
    Beijos com carinho,
    Dai

  16. Ka, não para de escrever não!! Fiquei triste quando li o ultimo post sobre o – tempo-.
    Pra ser sincera, se fosse há mais de um ano eu acharia meio boring ficar lendo sobre família e criança, mas no ano passado comecei a cuidar de crianças aqui na Irlanda e minha visão sobre esse mundo mudou completamente! Por isso posso dizer que AMO quando você posta sobre as suas. É um mundo novo que se abriu pra mim.
    Adoro os seus posts, e para ser sincera, depois que cheguei na Irlanda (ja vai fazer 2 anos} é o único que eu continuo acessando regularmente (acompanho mais o seu blog do que o meu :P).
    Eu cuidei de 3 crianças por 10 meses, por isso quando fiquei sabendo que você tava grávida de novo, eu fui uma daquelas pessoas que ficaram assustadas, mas só porque eu sei o trabalho de 3 crianças podem dar, mas o Breno ja é praticamente um homem.
    Enfim, fugi do foco haha, mas não para não Káá!!
    Nem sempre comento, mas sempre leio o seu blog, acompanho as atualizações pelo fb.
    Beijooos!

  17. Quem bom que mudou de idéia! 😀 Família sempre rende bons posts. Nem que sejam uns curtinhos… Não pare, não… A graça nem sempre está só no tema, o jeito de escrever conta muito e você é ótima nisso!:D

  18. Oi Ka,
    Sejam os seus textos sobre seus filhos, sobre a Irlanda, sobre a rebimboca da parafuseta, seja lá o que for eles sao muito bons e sempre estou e estarei aqui para le-los com muito prazer.
    Acredito que quando um texto é bom o assunto passa a ser um mero detalhe. Mesmo que de repente seja sobre algo que a pessoa nao tem interesse algum sobre, mas se o texto for bem escrito, divertido (como os seus sempre sao), nao tem como resistir… acaba sendo um tentacao le-lo até o fim.
    Bjs
    Ma

  19. Ei Ká! Confesso que estou longe de ter filhos ou de ir para Irlanda! 😉 Mas sou leitora assídua do blog! O que me cativou foi, sem dúvidas, sua energia gostosa e seu bom humor! Enquanto você se sentir alegre escrevendo aqui, estaremos te acompanhando! Muita luz pra você e sua família! Beijos!

  20. Eeeeeba! Nossa, que alívio! Fiquei triste com aquele post, mas agora to suuuuper feliz!!!! Que venham muitos e muitos posts!!

  21. Eeeebaa! Que alívio! Fiquei triste com aquele post, mas agora to suuuper feliz! Que venham muitos e muitos posts!

  22. Não cheguei a ver o post, mas que bom que você mudou de idéia.
    Todos nós temos os períodos de saco cheio dos blogs e tal, faz parte, é natural…
    Adoro quando vc fala das kids, não tenho filhos, mas sigo alguns blogs sobre maternidade e curto!
    Beijos

  23. Que coisa boa ka! Eu adoro ler seu blog, bj!

  24. Ká, a gente vem aqui para ler sobre a sua vida, sobre as crianças, sobre os preços super em conta das roupinhas que você acha para os pequenos, para saber das adolescentices do breno, das fofurices das meninas, pra ouvir você planejar ( e pouco depois conseguir) ser a mulher mais hidratada da sua rua.
    A gente vem aqui por você.
    Por que gosta de você, do seu jeito descontraído e engraçado de lidar com o dia a dia.
    Para saber dos eu jantar especial de aniversário. Para lembrar que também botava filho na cama prontinho pro dia seguinte…
    Não vai embora não!

  25. I'm glad you came to your senses! 🙂
    Seu blog é ótimo e quem vem aqui vem porque gosta de saber de vc, das crianças, do Rosinha e da Irlanda. Não para não!!!!

    Beijao

  26. Que delícia você não parar ainda!!!!!!! Adoro o blog e amei as roupinhas que comprei na sua loja!!!!! Ká a vida é assim "um indo e vindo infinito"… Um blog autorl como o seu acaba seguindo o seu ritmo de vida mesmo, grila não! Um enorme abraço
    Vânia Roscoe

    • Ah que legal Vania! Espero que tenha gostado das roupinhas! A loja eh outro dilema, com esse barrigao ta dificil achar disposicao para repor o estoque! Mas espero que tudo volte aos eixos soon para as comprinhas de final de ano, neh? Hahaha

      Um beijo e obrigada!

  27. Menina…amo o seu blog..desiste naum..naum tenho filhos, mas adoro ver o modo como vc fala da sua vida com as crianças..bjus

  28. Oie Ká, sou mais uma que acompanha seu blog, e que gosta muito de ler sobre a vida, sobre filhos (apesar de não tê-los, mas muito me inspira). Acho que o mundo precisa mais de gentileza, de amor, de kids e disso vc sabe escrever super bem! É intrínsico e verdadeiro e por isso o sucesso. Tudo bem que agora vc precisa de um tempo, o bom é que vc pode se dar um tempo sim. Quem te curte e te acompanha sabe que a maratona é grande! Lembro que seu primeiro post foi sobre um sonho, e realmente, algo que se escreve ou nasce de um sonho é pecado mortal abandonar. Bom adoraria ver e acompanhar a chegada da Amy, mesmo que com poucas ou nenhuma palavra. Vc, além de linda, inteligente, boa dona de casa e excelente mãe, não pode deixar seu filho mais novo, como diz vc, órfão, né? Beijos e saudades.

  29. Ahhhhhhh ka, por mais que eu não tinha filhos, dou mó valor quando você fala dos seus filhos e da sua família em geral. Você fala de uma maneira diferente, acho legal.
    Relaxa e continue falando do que você quiser.
    ;***

  30. Oi Ká!!!!
    Assim como algumas outras leitoras do blog não tenho o costume de comentar, mas adoro ler os texto sem dar preferência a nenhum assunto..todos são ótimos, desde os mais simples aos mais críticos, então vc está proibida de parar de escrever pra gente…olha que sua bunda pode cair de verdaaaade se vc parar…rsrsr…brincadeirinha tá!? Mas sabemos que vc vai diminuir o ritmo por causa da Baby, mas tb queremos saber sobre ela, sobre o que vc anda pensando sobre tudo. Em relação as sugestões, já li por aqui e assino embaixo sobre 2 temas que acho que darão textos divertidíssimos: A sogra e as aulas de portugês do Rosinha(ainda existem)? Ahhhh, vc poderia contar tb experiências de relacionamentos amorosos Brasil X Irlanda/Europa….vc sempre fala das várias amigas que tem, mas assim como vc tem mais algumas brasileiras que encontraram seus sapinhos verdes encantados das/nas terras dos leprechauns(é assim que se escreve)?rsrsrsrrs

  31. Viu Ká, quantas leitoras vc tem????? Que bom que mudou de idéia, adoro quando vc escreve…sempre..bjs

  32. Parabéns Ká, 4 filhos? Meu sonho, as minhas visitas não são assiduas não por falta de tempo (desculpas esfarrapadas da galera) mas porque ainda continuo em Luanda e a internet precária do lugar me deixa sem falar, as vezes até sem tv… Fico por aqui observando e lendo. Beijos.

  33. juliana mauri

    Pelo amor quas morro com esse tempo e grazadeus que vc nao para, u fico orfao de blogueira que eu mais amo, e como faco pra dar mais risada, ter mais criatividade nessa vida!!! Karine teu blog étudo de bom. Um conselho: escreva o que su coraçao mandar, nao siga regras, por isso tu blog éum sucesso ue a gente ama!!!!!! Linda a morenice das kids, estao cada dia mais lindos. Bjs
    Juliana mauri

  34. Pelamordedeus não pare de postar! Adoro seus textos, as fotos, tudo!!! E nem tenho filhos, mas realmente amo ler e ver o q acontece com os seus filhotes, quando for mãe quero fazer algo assim, simplesmente acho lindo seu trabalho e seu cuidado com as crianças, parece q a cam vive pendurada no seu pescoço, porque voce sempre tira fotos lindas de tudo! Continue, porque vc está me tornando uma futura mãe… E nunca pensei em ter filhos… rsrsss
    As postagens sobre as kids, principalmente a Khloe são as melhores!!!

  35. Que bom que voltou atras… que bom que repensou!!!
    bj grande

  36. Que bom que vc desistiu dessa ideia, seus posts sao sempre interessantes e divertidos, acompanho seu blog a um tempo e sempre encontro um texto bacana pra ler, seja pra rir ou emocionar. Fale do que vc quiser, a sua maneira de ver a vida eh muito bacana. Bjos

  37. Xará, você é uma das minhas "idalas" da blogagem!! Pel'amor de God, não para não! O fato de você falar de seus pimpolhos (que a gente é fã de careteirinha) não muda o foco do seu blog, aliás, é a presença de sua familia como personagens principais da sua novela na Irlanda que nos aproxima e nos deixa ainda mais interessados nos próximos posts. As suas experiências são guias leves e reais da vida de uma expatriada e, acredite, a gente ama. Fale do que quiser, quando quiser, como quiser… a sua sensibilidade para escolher tópicos do seu dia-a-dia e a sua maneira peculiar de contar suas historias é que fazem a diferença!

  38. Que bom que voltou atrás!!! Mesmo que eu não comente sempre, eu leio SEMPRE seus posts e adoro! =) Beijos!!!

  39. Eu visito o " Ká entre nós " há 2 anos e nunca comentei, no entanto sempre apareço por aqui, pois adoro seu jeito divertido de escrever, as suas histórias e a sua família. Sou de Porto Alegre, tenho amigos em Dublin e aínda farei uma visita!!
    Continue sendo você, isso é o que mais importa!! Deus abençoe a ti e a tua família. Beijos

  40. Aline Bruna

    Nunca comentei, mas hj me senti na obrigação…
    Pelo amor de Deus, n abandone nunca esse blog!!!! Sou super fã da sua prole e morreria de saudades se n soubesse mais deles! Fora o seu jeito unico de escrever e td mais. É como se fosse uma novela, só q sem a parte ruim! =o)
    Desde q descobri, voltei láááá longe e vim lendo td, ou quase td, e n canso!
    Tb tenho curiosidade sobre a sogra, mas tb tenho sobre a sua casa… sobre como foi montar (mobiliar) a casa aí, se tem alguma grande diferença com as daqui, se vc decorou com a ajuda de revistas, as coisas diy…
    Ah, n sei mt bem explicar mas um exemplo de algo diferente nos países q já fui é q as casas e hoteis n costumam ter aquele chuveirinho no banheiro, outra coisa diferente é q pela gringa mtas pessoas costumam ter cama elastica no quintal e aqui n conheço ng q tenha, como vc faz pra conseguir entreter as kids dentro de casa… coisas bobas mas q n deixam de ser curiosidade!
    E por curiosidade, em qual bairro vc morava no Rio?! Moro aqui tb, na Tijuca!
    Bom, n sei se ajudei ou n, mas espero de coração poder acompanhar esse blog até as kids casarem e terem filhos, ou além! rs
    Tava numa maré de depressão qdo comecei a ler aqui e foi uma injeção de animo! Peguei um pouco da sua experiencia de cuidar do lar e das kids e usei como força. Tenho 1 filho de 1 ano e 11 meses e no inicio foi dificil me acostumar a parar com td pra me dedicar a ele e a casa. Me sentia improdutiva!
    Agora n mais! E gostaria de ter mais 3. Acho lindo ter 4 filhos, parabéns!

  41. UFAAAA!!! Adoro seu blog, adoro o jeito que você escreve e adooooro todas as suas histórias. Entro aqui sempre para relembrar da vida na Irlanda, rir um pouco e fugir da correria do dia a dia. Acho que isso se repete com outras pessoas e você acaba, assim meio que sem perceber, fazendo parte das nossas vidas! Mesmo não te conhecendo, sinto como se fosse sua amiga! Fico muuuuito feliz que você tenha repensado, pois deixaria um monte de orfãos tristonhos do lado de cá do oceano 🙂
    Continue postando sobre o que bem entender que a gente se diverte e aprende muito com as suas experiências o/

    Muios beijos pra você e sua família linda!!!

  42. Karine, tenho uma sugestão! Tenho muita curiosidade em saber como é a relação da sua família com o idioma portugues, se suas kids sabem se comunicar bem em portugues, se conversam com sua família aqui do Brasil… Você já falou que conversava com elas em portugues, mas queria saber se isso foi mantido ou se depois de um tempo acabou danado uma preguiça 🙂 Ah! E se o rosinha já aprendeu alguma coisa também hehehehehe

    Beijos!

  43. Gosto do seu blog, pois tenho grande curiosidade sobre a vida na Europa, tenho planos de conhecer vários países e quem sabe me mudar também. Continue postando…sempre há algo novo para relatar, fotografar, constatar. Bjos 😉

  44. Nao sou muito de escrever comentários , confesso, mas adoro seu blog! Às vezes me pego rindo sozinha, lembrando de alguns trechos do seus Post!
    Parabens e esta lindo, diferenciado, autentico do jeito que estar! Adoro!

  45. Oi Ká,
    ainda bem vc perseverou gosto mesmo do seu blog.
    A lojinha está fora do ar para sempre? Porque achei tão comprar nela e queria mais roupinhas mas entendo a sua vida atribulada! grande bj
    Vania Roscoe

  46. Olá Ká!!

    Primeiro comentario aqui, depois de muito tempo mas pq me senti na obrigação rs
    Seu blog é incrível, adoro ler post sobre as kids, é um dos assuntos que muito me interessa, pois estou pensando em me tornar mamãe logo.
    Suas histórias são sempre interessantes, me diverto lendo todas elas.
    Parabéns pelo blog!!!! =D

  47. Olá Ká!!

    Primeiro comentario aqui, depois de muito tempo mas pq me senti na obrigação rs
    Seu blog é incrível, adoro ler post sobre as kids, é um dos assuntos que muito me interessa, pois estou pensando em me tornar mamãe logo.
    Suas histórias são sempre interessantes, me diverto lendo todas elas.
    Parabéns pelo blog!!!! =D

  48. Nem pensar em parar, viu!

  49. Nem pensar em parar, viu!

Deixe uma resposta