Tá na hora de ter uma DR.

Tá na hora de ter uma DR.

Eu escrevo o blog faz mais de 8 anos.
E o Ká.Entre.Nós é uma das poucas coisas na minha vida que pode ser considerada estável, ao lado do meu casamento e da maternidade. (veja bem, eu disse estável, não inabalável)

O resto, até hoje foi fogo de palha.

E daqui a pouco faço 40 anos, o que me leva a crer que é muito pouco provável que outros hobbies ocupem a mesma parcela de importância na minha vida.

Tendo dito isso, apesar de bloggar ser extremamente prazeroso para mim, o ato de escrever, exige tempo e tempo é dinheiro e nada mais justo do que, como pessoa que gaste o seu tempo entretendo, eu receba uma recompensa financeira por isso.
Porque somos pessoas, e gostamos de recompensas financeiras.
Mas não de você, calma.
Pelo menos, não diretamente, na verdade.

O fato é que tenho percebido cada vez mais uma rejeição por parte de leitores em geral, aos publieditoriais e nem estou falando por mim, porque até hoje, posso contar nos dedos quantos eu já fiz, porque quando faço, é publicidade espontânea mesmo, mas de outras blogueiras colegues, que muitas vezes tem o blog como principal fonte de renda.
(sim, gente, tem pessoas que vivem exclusivamente disso)

Funciona assim:
A pessoa vai lá.
Publica 10 posts informativos ou de interesse ao público dela e 400 pessoas interagem.
A empresa X vê essa interação e se anima.
Oferece uma parceria, porque o produto da empresa X tem tudo a ver com o público do blog.
A blogueira fecha parceria.
Publica um post da empresa X, ganha um dinheirinho pra isso.
E o público se sente ofendidinho e a interação é quase nenhuma.
A Empresa X fica triste e nunca mais fecha parceria com a blogueira que você adora.

Gente, cadê o coleguismo?

A Blogueira que te informa, anima ou diverte, não merece um dinheirinho?

A Xuxa te falando que usa monange tudo bem, mas a blogueira que só consome orgânicos fazendo um publipost de mercado orgânico não pode?
(o post não se enquandra a blogs vegetarianos que fazem propaganda do Mc Donald’s, tá?)

Eu já recusei MUITOS publiposts, porque não sabia como seria recebido por você.
Mesmo de marca que eu consumo ou serviços que utilizo e tô começando a achar que isso não é certo,
porque se você, de alguma maneira está aqui, lendo isso, é porque alguma coisa que eu escrevo, fotografo, ou publico, te interessa, então você, de alguma maneira gosta de mim.
E quando gostamos de pessoas, queremos que elas sejam felizes.
Eu entendo os dois lados, porque além de escrever, eu também leio outros blogs e sei que over publipost também não é legal,
E eu ficaria feliz unindo o útil ao agradável e acho que ficaria até mais inspirada, sabe como é…

Ou seja, esse post é pra falar duas coisas:

Para as Empresas: Se você tem um produto ou oferece um serviço que acredita ir de acordo com o selo Ká.Entre.Nós de qualidade, estou aberta a parcerias.

Para você, que lê meu blog: Obrigada pela força de sempre e pela compreensão e lembre-se da próxima vez que você ver um publipost daquela blogueira que você gosta e confia, fique feliz, de alguma maneira você faz parte desse reconhecimento.
(a não ser que de 10 posts a blogueira publique 11 publipost, aí nesse caso, pode desconfiar)

Pronto, a DR tá encerrada.

Pode respirar aliviada.

Facebook Comments

13 Comments

  1. Eu não ligo de publi, inclusive gosto, se (i) o produto tiver a ver com a proposta do blog, como você mesma disse; (ii) a opinião da blogueira me parecer sincera. Gente que fica elogiando tudo pra seguir recebendo jabá me irrita um tico, rs.. Mas acho super válido sim falar de coisas que tem a ver com o blog!

  2. Olha, eu não sou contra publis nem nada, até na verdade já fui atrás de um ou outro produto porque uma blogueira "que informa, anima e diverte" recomendou, então eu achei que tinha grandes chances de ser boa coisa. E foi boa coisa mesmo! Mas sabe quê que é? Muitas vezes o publi fica com uma cara de quem não usa o produto, nunca viu na vida e só recebeu para escrever a respeito um review todo floreadinho. Já vi isso de montão, e dá uma raivinha, porque parece que aquela blogueira, que você segue, ri e chora junto e até imagina uma voz pros posts dela, de repente se transforma em um vendedor tipo casas Bahia, sabe? Querendo empurrar produto. Dá uma decepção.
    Mas entendo o que vc quis dizer. E concordo, tem que haver mais solidariedade na blogosfera!

  3. Eu não me importo,até gosto.

  4. Pode publicar o que você quiser Ka! Eu venho aqui porque gosto dos seus posts, das fotos, doas assuntos do "estrangeiro"… e acho justo vc ganhar alguma coisa com isso sim!

  5. Gostei da sua sinceridade e objetividade. Falando de forma tão transparente assim, confesso que passarei a pensar melhor sobre os publis. AS pessoas gostam do que vc escreve, logo, acho que vc merece um retorno por isso. Se conseguir manter o equilíbrio de post e publis, acho que todos têm a ganhar! Boa sorte e sucesso! Vc merece!

  6. Posso falar como leitora e como blogueira: acho essa história de não gostar de publipost uma grande bobagem no sentido que, já conheci produtos que muito me interessam através de blogs! Ora o que isso tem de mal? Só que por outro lado, como leitora gosto de ser informada que é um publipost, acho mais justo e honesto afinal quando você vê uma propaganda na TV, vc logo identifica que é uma propaganda, porque nos blogs tem q ser diferente?
    O que o leitor fica super desconfiado é com blogs que não sinalizam, por isso esse "pé atrás" todo com os publis

    bjs
    Dani Bispo

  7. Pra mim o melhor publipost é aquele em que todos ganham, pois vejo essa relação blogueiro / leitor como mutuamente beneficiosa. Funciona assim: o blogueiro faz propaganda de uma coisa que conhece/consume/gosta e oferece um desconto ou beneficio pra quem quiser experimentar. Se o produto for bom, todo mundo ganha (quem não conhecia e gostar depois de experimentar vai passar a consumir, sem necessidade de futuros descontos incentivadores…) Quando eu sinto que só quem faz a propaganda tá se dando bem eu não confio muito nos motivos…

    • Fia, concordo.
      Eu nao entendo nada de maquiagem e quando assisto um tutorial no youtube, vou logo comprando o que a vlogueira usou. A questão é… precisa confiar em quem está divulgando. E isso a gente só descobre com o tempo, ouvindo ou lendo o que ela diz – escreve… enfim, precisa ter uma afinidade mesmo.
      Até hoje nunca me dei mal. E que bom que elas recebem pelo conselho que me deram! 🙂

      Karine, vai com fé.
      Indicação de quem é sincero convence!

      Beijos

  8. Querida, eu gosto de você, do que você publica e como se expressa. Fique à vontade.

  9. Não me importo com publipost, inclusive já comprei por conta de propaganda em blogs… não vejo nada demais, afinal, não deixa de ser seu trabalho publicar suas coisas aqui! Nada mais justo ganhar por isso! 😉

  10. Apoio e aprovo, Ka, e acho mais que justo.
    Bjos, Julie.

  11. Ta mais que certa! tem que falar tudo mesmo =) E apoio publipost com ctz, manda bala! bjssss

  12. Eu gosto de vir aqui porque sinto sinceridade. E se "essa relação se mantiver" to dentro! kkkk.
    Estou com a Juliana: Apoio e aprovo.
    Beijos e sucesso!

Deixe uma resposta