Tempo Pra Que Te Quero.

Você já ouviu falar em tempo livre?
Daria tudo por um desses.
Tenho uma vaga lembrança de já te-lo tido um dia, quando criança e adolescente tinha vários, a gente se dava bem, mas aí eu tive o Breno e foi quando nossos desencontros começaram.

Hoje são raros os momentos que tenho tempo, pra mim.
okay, entre uma dormidinha da Chloe eu escrevo, entre outra, eu tomo banho,entre outra, arrumo a casa, mas tempo, daqueles que todo mundo merece ter para simplesmente não fazer nada, ou fazer o que se quer sem ser interrompida, acabou.

Eu não sei nem o que faria se tivesse algum ‘dando sopa’ nem precisava ser todos os dias, se fossem 2 dias por semana já estaria feliz.
Imagina ir para academia e poder desfrutar da sauna, sem ter que sair que nem uma louca pra render a babysitter, terminar de ler o livro que comecei, falar ao telefone sem ser interrompida, fazer comida sem ninguém pendurada na sua perna, me matricular em um curso novo ou simplesmente tomar banho em paz?!…
Depois que se é mãe até ir ao banheiro é uma aventura, aqui em casa, parece que o Breno colocou alarme no vaso, porque é só eu sentar que é um tal de : “Manhêêê…manhê…manhê”, juro que dia desses a desconfiança de que ele acoplou um dispositivo foi tão grande que tive que levantar o assento pra checar.

Banheira ?, só tenho de enfeite, imagina a cena – sexta a noite, rosinha no pub com os amigos, crianças na cama, velas perfumadas na banheira, livro e taça de vinho….quando de repente escuto um :
-“Manhêê, onde você tááááá???”
-Tô na banheira!
-Na banheeeeeira?
-É Breno na BANHEIRA, ou ela é propriedade privada sua e da sua irmã?
-É que eu não sabia que mãe usava banheira, ué! (ahn???).

Então é isso, se você souber aonde eu posso encontrar um , mesmo que seja pequeno ou por um curto período, me avise. Prometo tomar conta direitinho do que agora, eu dou valor, ah e de quebra se souber onde vende um pouco de senso de privacidade e sensibilidade infantil, por favor, não exite em compartilhar.

P.s.: Não deixem de assistir o vídeo, reprodução genuína do Breno, a Chloe está indo pelo mesmo caminho, óbvio…

E vocês que são mães, alguma semelhança com a vida real?

.
.

Facebook Comments

15 Comments

  1. Hahahaha…Karine, muito bom o video! Olha, eu ainda não tenho filhos, mas fico só imaginando qdo chegar a minha hora…ai, ai… ainda bem que existem as recompensas!!!!
    A palavra "manheeeeee…" nunca cansa na boca de um filho!

  2. Eu também estou a procura de um! E eu que me sentia mal por desejar tanto esse tempinho de ócio do passado! Rs!

  3. Ai,Ka! Eu ouço disso de toda a amiga que se tornou mãe. Não é coincidência, é fato. O filho muda a nossa vida, nossa rotina, mas eu tenho certeza de que super vale a pena!

    O tempo livre eu não sei onde achar, mas acho que à medida que sua Chloe crescer e Breno tb, ele vai retornando aos poucos.

    Beijos

  4. hehehhe
    O post e o video estão o máximo!!!

    Durante cinco anos eu sonhava com a possibilidade de dormir uma sesta ou de acordar por mim mesma:)
    Os meus alunos chegaram a perguntar do que eu tinha mais saudades de fazer (cinema, disco,…) e eu dizia que tinha saudades de dormir!

    Agora já consigo dormir uma sestinha:) O acordar é que ainda não dá:)

    jokas

  5. Socorrooooooooo!!

    Acho que os japinhas vão demorar mesmo pra chegar

    Eu quis matar o menino do vídeo! hehehe

  6. Relaxa japinha!
    Você só quis matar o menino porque você está naqueles dias….HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

  7. Karine, eu quero muito ter meus filhinhos…mas tem dia que seus textos me dá medooooo hahahhahaa! Imagina, sem eles já não tenho tempo pra nada…o que farei??? aiaiaiaiaiaia bjo

  8. Ká, adorei vc ter achado o bloguinho. Estou retribuindo a visita e já posso dizer que adorei seus dois blogs. Eu ainda estou na fase "pré-maternindade", pensando no assunto (quero muito filhos) e vivendo um momento "Marley & me", treinando com a filhota 4 patas 😛 É complicado. Eu vejo meus amigos já com filhos, ouço as histórias… Se 24h hoje em dia já não são suficientes p/ ninguem (como o dia poderia ter 48horas, não?), imagine para quem é mulher-mãe-esposa-trabalhadora (com emprego, dona de casa ou os dois…) Nossa!!! 1 amiga (3 filhos)disse que ela entrou para a ioga para pagar e receber 1 hora de total paz e silêncio. Eu sempre vejo uma holandesa cedo no parque com os 2 cachorros na coleira e a filhinha (+-3 anos) também "na coleira". Ela tem 1 3a guia que a menininha coloca no pulso, mas não está presa, amarrada. E reparei que ao caminhar a moça faz como eu faço às vezes: fecha os olhos. A primeira vista a cena me chocou, mas depois fiquei pensando, pensando… É!

    Bj, boa sorte, Ommmmmmmmmm

    Fefa

    p.s: A filhota 4 patas ficou doida com os mom mum mom do stewie, comecou a correr e a procurar hahah nem ela aguentou.

  9. Não se esqueça…sua mãe passou por isso…rsrsrs bjs.

  10. Olá Karine

    Achei o vídeo hilário,monstrei pra Duda e rimos muitoooooooo,é ser mãe as vezes é isso hahahah.

    Bjos amo muito tudo aqui entre nós

    Sônia

  11. hahaha…so mae sabe do que você está se referindo Karine, quando os filhos estao pequenos tem horas que achamos que nuuuunca mais iremos tomar um bom banho de banheira com vinhoziiiiinho,rsrs, como você disse!!
    Mas pode acreditar que você vai, existe luz no fim do túnel por mais comprido que ele pareça!!!
    haha…adorei o video…acho que eles ficam com raiva quando nosso esqueleto pede help, nem que seja por 5 minutos, né? Filho é cruel mesmo..rsrs…
    O negocio é desfrutar os 5 maravilhosos minutos o máximo!!!
    Bjs.

  12. huahuahuhuahuahua
    não sei o que foi melhor… a criança pendurada na perna enquanto vc cozinha… o Breno surpreso pelo fato de a mãe usar a banheira… ou vc sacaneando o xico da japinha…. huahuahuahuhau
    boa sorte, querida!
    bjo

  13. Poliana, não tenho essa intenção de jeito nenhum, ter filhos é muito bom, tanto é que estamos pensando no terceiro…mas que não é fácil, não é…
    Mas vale a pena, afinal, eles crescem…
    🙂

  14. "Ser mãe é padecer no paraíso…"- Será?
    Olá Karine, estou aqui de novo…
    Quanto ao tempo, parece que ele está se afunilando. Falar sobre o tempo está complicado pois ele está ficando muito fugaz.
    Um abraço.

  15. Muita calma neste momento…com o passar dos anos (e o tempo voa quando você tem filhos, acredite) a gente começa a ter mais tempo pra si mesma.

    Nos 2 anos primeiros eu praticamente só fiquei em casa cuidando do meu filho! Criar filho é uma ARTE e a gente só vai entender mesmo aquele velho ditado de ser mãe é padecer no paraíso quando se torna mãe.

    Só sei que meu filho hoje tem 10 anos e como eu e o pai somos separados e temos guarda alternada, admito que tenho tempo livre até DEMAIS. Mas confesso que é um grande alívio poder ser simplesmente eu mesma – e não apenas a mãe do Liam.

    Adorei seu blog…minha aventura na Europa começou aí em Dublin, em dez-93. Trabalhei 7 meses como tradutora, depois me atirei de mala e cuia pra Amsterdã., onde moro até hoje!!!

    O destino quis assim…mas não me arrependo!

    PS. Agora fiquei curiosa: quantos anos têm seus filhos?

Deixe uma resposta