Será culpa da casa?

Será culpa da casa?

Faz uns meses que eu menti contei aqui pra você que eu tinha uns gatinhos.
Na verdade, a gente não os tinha, eles foram os que decidiram morar no nosso quintal.
Meu instinto maternal, que como você deve perceber é bastante aflorado, fez com que eu concordasse em alimenta-los, afinal, a dona gata tinha dado a luz aqui bem debaixo do nosso nariz e eu não poderia ignora-los.

O problema é que eles não são gatos comuns, quer dizer, não são domésticos, eles são gatinhos selvagens e não aceitam aproximação, o que acaba frustrando as kids.

Depois de termos tentado de tudo para que eles fizessem parte da nossa família e não ter adiantado, deles terem arruinado nosso jardim, nosso trampolim e elegerem a mesa do jardim como cama,
decidimos parar de alimenta-los (não me julgue, ou julgue se quiser), até parecia ter funcionado por uns tempos, eles realmente sumiram, masssss acontece que essa semana, tcharaaaaan, nasceram mais 6 gatinhos again no nosso quintal, isso aqui virou a maternidade nacional dos gatos da Irlanda e na parte da manhã são uns 10 no total brincando e comendo minhas flores como se não houvesse amanhã, fora que vira e mexe tem passarinho morto envolvido no banquete deles.

Não me entenda mal, JAMAIS teria coragem de fazer algum mal a esses seres inocentes, mas, né? tenho 4 filhos para cuidar e não tenho condições de deixar que isso continue a acontecer, até porque, por se tratarem de gatinhos selvagens, impossível leva-los ao vet para castra-los ou trata-los de possíveis doenças que possam vir a contaminar os meu bebês, que é claro, vem em primeiro lugar.

Ou seja, alguém entendido do assunto para me ajudar, ou o problema é que minha casa virou um centro de reprodução e não tem mais jeito? Heeeelp!

Facebook Comments

16 Comments

  1. Amiga, não entendo muito sobre gatos selvagens, mas a única solução é castração!!! Se não eles continuaram se multiplicando no seu quintal!!! Não tem nenhuma associação que vc poderia pedir ajuda?
    Realmente a falta de vacinas e cuidados não é muito legal para suas kids!
    Mas espero do fundo do meu core que vc consigo achar a melhor solução!
    Bjim

  2. Ká Já aconteceu exatamente isso comigo, duas gatinhas se reproduzindo, no meu jardim descontroladamente. Então, 16 gatinhos depois, entrei em contato com uma ONG de proteção animal, porque vc sabe né, prefeitura e perigosíssimo (sacrificam os inocentes). A ONG veio e levou eles pra avaliação veterinária e pra um abrigo, os mais sociáveis foram encaminhados pra adoção, mas nem todos foram adotados (bom, tem que respeitar a personalidade de cada um)

  3. A energia dessa casa é tudo!

  4. Bel Oliveira

    Ká, dias atrás estava olhando o blog da Brunalemanha e ela teve problemas com um gato também. Tá que não era selvagem, mas envio o link pra você ver se serve. Espero que ajude..rs ( http://brunahagemann.wordpress.com/2013/06/05/oi-gato-porque-voce-vem-sempre-aqui/ )
    Ninguém tem que julgar você por deixar de alimentar os bichanos não, todos sabemos que você tem mais o que fazer e não tem obrigação (será q sou má? eu nem teria começado a alimentar..rsrs…). Enfim, boa sorte e espero q eles parem a destruição do jardim! Beijos

  5. Não tem um associação de proteção aos animais que vc possa pedir ajuda para retirar os bichos dai? um órgão para dar parte, dizer que os bichos invadiram a sua casa????

  6. Gente! Eu estaria em pânico! E ainda selvagens!!! Será que aí tem tipo um órgão de controle de animais, tipo carrocinha… rsrrs ou então entra em contato se vc conhecer de protetores de animais… Karine do céu essa foi fogo heim!!! rsrsrsr depois volta pra contar pra gente! beijos

  7. http://www.ispca.ie/ Penso que esses devem ajudá-la!
    Bj
    Claudia

  8. Sei colé. Ó a dica amiga: canela em pó e paprika em pó.
    Funcionou comigo, digo com o gato miante na minha porta.
    https://brunahagemann.wordpress.com/2013/06/05/oi-gato-porque-voce-vem-sempre-aqui/
    E claro, ligar pruma zootecnia, universidade vet, sei lá.

    Anyway, tempere seu quintal.

  9. Esqueci-me de dizer…
    Há uma coisa bem simples, arranje um borrifador, tipo uma embalagem de detergente em spray que já não use e coloque água dentro. Sempre que os vir na sua mesa do jardim borrife eles! Água nunca fez mal para ninguém e eles até devem estar bem habituados aqui na Irlanda… rsrsrsrs Mas eles não gostam e se assustam!
    Quanto às doenças dos gatos, elas não pegam para as pessoas, mas os parasitas sim, ainda por cima estando eles na mesa que supostamente seria para você comer, né! E no seu estado, cuidado com a toxoplasmose! Isto tudo, claro se os da ispca não ajudarem, mas acho que sim né, afinal eles até dão na tv coisas desse género!
    1 beijo
    Claudia

  10. Não há policia Florestal ai na Irlanda? Se houver, peça ajuda a eles, que te darão uma solução cabível

  11. Encontrarás uma saída…se eu estivesse aí,ficaria com eles.
    Beijão em ti, nas crianças e nesse novo ser que trazes em teu ventre…ahhhh e um abraço em teu amor!

  12. Crista , como ficar com animais selvagens? Aqui no Canada tudo que eh selvagem, nao podemos meter o bedelho, senao multas chegam rapidinho. Te livra deles, Karine ..nao tem outra solucao, pque com criancas pequenas todo cuidado eh pouco
    Marilia. CA

  13. Ka, ai não tem um orgão tipo Ibama? que você liga e eles pegam os bichinhos para devolver pra natureza?
    Beijos.

  14. Ai, ai, ai!! Cuidado ai. Ainda mais nesse estado boluda e com kids pequenas.
    Achei a ideia da ONG a melhor.
    Beijos

  15. Bom, todo mundo ja deu as dicas… aqui na Inglaterra tem um orgao para isso, o mesmo que ligamos quando tem raposa em casa (alias, eles nao recomendam alimentar animais selvagens). Nao sabia que prefeitura matava nao, as leis de maltratos contra animais sao tao pesadas… Enfim, tente ver logo, porque gato e coelho, ja viu ne?

  16. Menina…..tua casa transpira fertilidade….kkkkkkk
    aposto que se eu passar uns dias no teu jardim, com meu marido, sairei grávida.

    Beijos
    Ana
    http://www.pelomundoblog.com

    PS: o blogger não aceita meus comentários feitos de outra forma que não seja anônimo. Alguém mais teve este problema?

Deixe uma resposta