Refund-se quem puder!

auction gavel handshake deal swap exchange Royalty Free Stock Vector Art Illustration

A minha cuma disse que no Sul do Brasil o serviço de atendimento ao cliente é bem bom e que até o refund (sistema de devolução de mercadoria por desistência) é aplicado, mas como nosso país é grande -e provavelmente ela estava bêbada (oi, cuma!)- irei ignorar a informação, e dizer que lamento que nós consumidores brasileiros muitas vezes sejamos desrespeitados em nossos direitos, vejam bem, não estou entrando no mérito de simpatia na hora da compra, mas, de respeito como consumidor .

É claro que os juizados de pequenas causas (inclusive já estagiei em um) estão mudando um pouco o oba-oba que era, mas ainda temos muito o que aprender com os europeus…

Pois bem…

Aproveitando a liquidação de Janeiro, comprei muita coisa nessa Gravidez (que não foi adiante) e embora eu não tenha descartado a possibilidade de tentar de novo (mesmo achando pouco provável) fiquei aliviada em não ter que me preocupar sobre o que fazer com todos os itens que adquiri, já que aqui na maioria das lojas podemos devolver (dentro de 28 dias), sem resistência nenhuma, e no meu caso,embora o prazo já tivesse esgotado, a Mothercare foi solidária, já se fosse no Brasil eu teria duas opções, 1)vender pela metade do preço. 2) dar. Tendo outros dois filhos e não sendo rica (aindaaa), nenhuma dessas opções me eram convenientes.

A Cultura do refund na Irlanda é tão forte que se eu chegar com o rosinha na casa da sogra querendo devolver, ela aceita! Cer-te-za!

Quem mora fora do Brasil já teve alguma experiência com a Política de atendimento ao cliente ou só eu ainda me impressiono com pessoas (empresas) que me tratam como eu acho que mereço?

.

Facebook Comments

22 Comments

  1. Beesha, e aqui na Alemanha que você pode trocar (não devolver) seus sapatos até 1 ano. 1 ano!!! Usado, inclusive. O Herr detona as chuteiras e vai trocar, na maior alegria. Eu estourei minha bota e tenho uma vergonha do cão de ir trocar, bem cara-de-pau.

    Ah, e sabe a médica anta que fui? Herr quer ligar pra lá, reclamar, qualificar negativamente na internet (tem site dos profissionais e as qualificações pelos pacientes) e se tiver que pagar alguma coisa, vai entrar com processo.
    Imagina, me arrepiei toda e falei pra deixar pra lá, que vergonha homérica.

    Nossa, mas muita vergonha, de querer cavar um buraco e lá ficar.

    Tirando frescura, é só assim que o país funciona. Na base da reclamação, dos direitos, de papel (nota).

    Olha, escrevi demais. Tá na hora de atualizar o meu blog haha

    :-*

  2. hahaha… Deixa o Rosinha em paz. A véia só faz parecer que quer o filho de volta pra vc dar mais valor ao produto.
    Quanto à lojas, foi bacana da parte deles entender o seu caso. E nem preciso dizer que a japinha adora um refund… ainda bem que minha mãe mora longe… 😉

  3. ACHO ISSO MARAVILHOSO.
    E GOSTO MAIS AINDA, QUANDO PERGUNTAM: QUERES OUTRA PEÇA OU SEU DINHEIRO DE VOLTA?
    É muito legal!

    Beijos

    Iram

  4. Nossa Ka…a coisa aqui ta tao feia q se recebermos pelo q pagamos, ja estamos no lucro. Ah…mas minha mãe tb aceita o cara pálida do meu irmao de volta!

  5. Oie, por aqui (Brasil) as coisas continuam as mesmas…
    Tive problemas com o meu notebook esses dias, primeiro levei em uma assistência para avaliarem o problema, dai constataram que era problema físico da máquina. Sorte que estava na garantia.
    Levei na loja onde comprei e o gerente simplesmente me disse: isso você resolve diretamente com o fabricante, tem o 0800 no manual…
    Final da história, entrei em contato com o fabricante e enviei meu notebook pelo Sedex na segunda-feira, por conta deles (pelo menos).
    A loja onde comprei o notebook (uma grande rede conhecida no Brasil todo há muitos anos) nunca mais coloco os pés lá.
    Agora estou aguardando.

    Beijos, Karine e que bom que está de volta. Fiquem com Deus.

  6. Ô bonita, sinto tanto "/
    Não quero ficar tocando no assunto, bola pra frente, né? Mas tô aqui se e quando quiser conversar, tá?

    Beeeeeeesha vai vir pro Brasil?! Pra que canto da terrinha?
    Ah gata, se esse teste for barato aí, e se vc encontrar com facilidade, me diz quanto custa que eu quero sim, lóógico!

    Fiquei toda-toda aqui, obrigada MESMO!

    Super beijo querida, te cuida 😉

  7. aqui na frança nao sao todas que aceitam, mas a maioria aceita sim. a H&M tem inclusive um slogan muito legal : evite filas nos provadores, leve as roupas para experimentar em casa. se não servir, eles devolvem o dinheiro. eu acho o MAXIMO tb! fiquei super mal acostumada pq no brasil vc pode no maximo trocar por outra peça, se o lojista for muuuito legal com vc. aqui nao, dinheiro de volta! primeiro mundo tem que servir pra alguma coisa ne?

  8. Aqui na Holanda tb funciona muito bem,o tempo varia de acordo com a loja, entre 10 e 30 dias depois da compra.
    O namorido acostumado com os esquemas de terceiro mundo (ele eh Hungaro) nao acreditou muito qdo comprou uma impressora e eu o mandei devolver pq online tava metade do preco (a MESMA), a loja em questao oferece 14 dias, o produto nao pode ter sido usado e a nota deve ser apresantada junto, ou vc devolve ou pega um voucher para futuras compras.
    Ele devolveu e voltou feliz, mas depois me disse "se eu te der um presente e vc achar mais barato online, vc vai devolver e ficar com a diferenca?" OBVIO hahahah

    beijocas

  9. Aqui na Holanda tb funciona muito bem,o tempo varia de acordo com a loja, entre 10 e 30 dias depois da compra.
    O namorido acostumado com os esquemas de terceiro mundo (ele eh Hungaro) nao acreditou muito qdo comprou uma impressora e eu o mandei devolver pq online tava metade do preco (a MESMA), a loja em questao oferece 14 dias, o produto nao pode ter sido usado e a nota deve ser apresantada junto, ou vc devolve ou pega um voucher para futuras compras.
    Ele devolveu e voltou feliz, mas depois me disse "se eu te der um presente e vc achar mais barato online, vc vai devolver e ficar com a diferenca?" OBVIO hahahah

    beijocas

  10. Mi, eu jea nem experimento mais roupa na loja faz muito tempo, a não ser que seja para uma ocasião especial, ainda mais porque sempre que vou ao shopping a Chloe está comigo e ela nnao tem a mínima paciência…

    Leticia, o teste custa por volta de 57 reais, se quiser me fala!

    Mayra, tomara que vc dê sorte!

    Iram, também acho! adoooooro!

    Mr.Lemos, eu e a japinha nos entendemos!

    Bruna, seu namorado tem alma brasileira, hein? hahahaha

  11. hahaha
    Cuma, pois to te falando q eu ja troquei um montao de coisas, mas claro, dentro do prazo! Pq la, se tu nao acha uma lei pra te amparar tu te f…!
    Mas sabe q ouvi uma historia dessa vez q eu estava la, de uma amiga da minha mae q ganhou um colar Swarovsky do marido, so q nao era o q ela queria, qdo ela foi trocar, logo depois do Natal, estava td em promocao e eles so estavam aceitando trocar o colar pelo preco da liquidacao, ou seja, metade do preco! Imagina um colar q custou 1500 reais?? Bom, deu barraco! Parece q no final trocaram.
    Brasil eh Brasil!! haha

  12. Brasileira que sou, no comeco nao trocava nada, ficava com o prejuizo. Mas depois que uma housemate alema, foi trocar as botas (minhas e dela)que tinhamos comprado na Primark arrebentadas (eram bem ruim as botsa mesmo)dai em diante nao penso duas vezes. O que ja troquei de coisas eletronicas que param de funcionar dirito na Argos, countless times.Eh aqui eles respeitam o seu direito mesmo.

    Bjs

  13. Oi Karine, já me "diverti" com devoluções nos states…minha vó até comprava, só para poder devolver (não façam isso em casa! rsrs)… Mas, já que é para polemizar…já ouvi brasileiros que compram (e USAM) árvore de Natal no dia 23/12 e devolvem no dia 26…Mas aí já é outra coisa né…bjs

  14. na inglaterra é o mesmo esquema, o meu problema era guardar as notinhas! Sou daquelas que chega em casa e joga tudo fora.

    Em BH, depende MUITO da loja. Mas agora eles estao inventando q so trocam por defeito! Pára ne!?

    Bjo
    (te vejo no carnaval????????)

  15. Se tivesse que fazer um Top 5 do que mais gosto aqui na Irlanda, o refund sem frescuras, sem questionamentos, sem enchecao de saco estaria entre elas. Tb so experimento as coisas na loja se o provador tiver vazio, fila eu dispenso.
    E qto ao atendimento ao consumidor outro dia mandei email reclamando de um produto e recebi por correio um refund de €4 (foi o que custou o produto). Escrevi ate no blog sobre isso. Um luxo.
    Beijos

  16. Mas voce sabe que aqui tambem nao eh toda a loja que da refund certo? E isso nao interfere no direito ao consumidor. Nos na Brazil Body nao davamos! Mas a loja eh obrigada a dar alternativas ao cliente, seja um store credit no valor da mercadoria devolvida ou a troca de a por b. Mas mesmo assim, convenhamos ne, melhor doq no Brasil que eh na base do "te rala negao". 🙂

  17. Sei sim Sury!
    Por isso escrevi "na maioria das lojas!" hahahaha
    O detalhe é que só soube que nem todas davam depois que trabalhei na Brasil body !

  18. Por isso que Adddoooouuuuurrooo comprar nas lojas do povao pq la refund eh mandatorio! Deus abencoe Penneys, H&M, River Island, Dunnes Store e todas as outras high street chains!

  19. Ainda bem que existem as graaaandes!!!
    Todas as que compro dão, graças a Deus.
    Um dia comprei uma blusa na Zara por 50, voltei 1 semana depois e estava 25, fui em casa, peguei a blusa, peguei o recibo, voltei na loja peguei o refound, peguei a blusa de volta e comprei por 25! HAHAHAHAHAHA

    Sorte que eu não tinha usado! 😀

  20. Nívea, qnd isso aconteceria no Brasil? Nunquinha da silva sauro!

    Descabelada, ainda acho o UK melhor ainda do que a Irlanda, tem que prestar atenção e guardar as notinhas!

    Satya, sempre fui sem-vergonha! hahaha ainda bem que vc aprendeu agora!

    Raquel, tinha que ser brasileiro, né? hahahah

    Cuma, tá vendo como tu tava bebada? hahahah

  21. Será quando será assim no Brasil???hahah acho que nunca!!!!!!!!

  22. Se existisse refund no Brasil as lojas de aluguel de roupas de festas iam ro beleléu, gata! Imagina só…

    Eu já tive uma experiência ñ muito boa na Dunnes Stores. Fui trocar um sapato que eu ñ tinha usado, mas tinha experimentado e andado fora de casa pra ver se ia me machucar (Ok, idiota eu!)e a bisca (tinha que ser polski) ñ quis trocar. Falei: "Chama a manager aê, gata!". A dondoca chamou e trocou. Achei péssimo eu ter que ficar lá me justificando e ela criando caso e cada justificativa que eu dava ela criava outro probleminha.

Deixe uma resposta