Obsessiva, compulsiva.

Obsessiva, compulsiva.

Eu tenho a personalidade obsessiva.
Se você não tem esse tipo de personalidade, você não vai entender do que eu estou falando, mas é mais ou menos assim, se eu gosto de jiló, vou comer jiló, todos os dias, até enjoar de jiló.
Se eu gosto de uma autora, leio todos os livros de uma vez.
Se eu gosto de correr, vou correr até com o braço quebrado e por aí vai.

Quando eu morava no Rio, meu esporte favorito era o frescobol.
Eu amava frescobol.
Foi meu pai que me ensinou a jogar e porque meu primeiro namorado pegava onda, eu tinha que arrumar alguma coisa pra fazer nas milhares de horas que ele me deixava na areia.
E eu jogava.
Jogava até desidratar.
Jogava até ficar da cor do carvão (minha sogra ia amar me ver daquela cor! Rá!).
E jogava mais.

E aí eu fazia sppinning e fazia 2 aulas seguidas, todos os dias, incluindo sábado e domingo.
(mesmo trabalhando, estudando e maternando eu me virava nos 30 e sempre arrumei tempo, nem que fosse as 6 da matina)

Nos últimos anos de Brasil me bandiei pro Tennis.
E eu passei a amar Tennis.
A sonhar com o Nadal Tennis.
A jogar Tennis, sempre que dava e sempre dava, porque eu era obsessiva.

E eu vim pra Irlanda.
E troquei o Tennis pela produção de gente em alta escala, porque como você pode comprovar, nada comigo é pouco.
E troquei o Frescobol que aqui não existe, e não curti as aulas de sppinning.

E esqueci um pouco de mim, do que eu gostava e do que me fazia feliz (além da minha família, porque outras coisas que não incluem eles, também me fazem feliz).
Mas agora, com a fábrica de fazer gente fechada, voltei a olhar um pouco mais para as minhas necessidades e pessoas, que maravilha é escutar nossas necessidades, voltei a jogar Tennis, que beleza é fazer o que a gente gosta e melhor ainda, conseguir conciliar uma coisa com a outra, hoje em dia, um pouco mais madura, sem muita obsessão.
Ou não.
Bom jogo pra gente.
Porque eu tô de volta!
(e agora com a má intenção de influenciar pelo menos um das minhas 4 kids!)

.

Facebook Comments

4 Comments

  1. A energia de procriar é a maior do universo! Embora a fábrica tenha fechado, o desejo ainda está ai. Sendo assim, vamos fazer essa energia circular. Esporte tem tudo a ver com vc. E como vc é uma mãe exemplar, com certeza vai influenciar positivamente um dos anjinhos. Bom treino!

  2. Bacana!! A melhor coisa é fazer o que a gente gosta, reservar um tempinho só nosso, né?? Bom jogo!
    Beijos,
    Ju
    http://www.voucontarpravoce.blogspot.com

  3. Adorei seu blog Karine! Adorei o jeito divertido que vc escreve!!
    Ahh como eu sinto falta das aulinhas de spinning! Problema eh que eu sou dorminhoca e nao consigo acordar cedao pra ir antes do trabalho! 🙁
    Beijos pra vcs
    Esse eh o meu blog se vc tiver um tempinho pra conhecer 🙂 http://www.likeanewhome.com

  4. Vc tem cara de menina…não dá pra acreditar que tem 4 filhos lindos!!! rsrsrs
    Parabéns pela inciativa…bjos

Deixe uma resposta