E a Fé, costuma falhar?

Sei lá.
Acho que não ando muito certa da cabeça e o culpado disso é o mundo em que vivemos.
Semana passada, lendo uma notícia no Globo.com (o que eu faço TODOS os dias) foi que me dei conta disso.

A matéria era sobre a captura de um criminoso que estuprou uma mulher que tinha tido seu carro quebrado no meio de uma rodovia, ele parou, ofereceu ajuda, entrou no carro e a estuprou.
No depoimento ele diz que estava sob o efeito de drogas, e que merecia pagar pelo que fez.

E então que em uma época onde vizinho mata vizinho e se mata por causa de barulho, crianças são abusadas em creches, mães jogam RN no lixo, pessoas ainda bebem e dirigem, me peguei pensando que essa mulher “teve sorte”, veja você, “s-o-r-t-e” de ainda estar viva e que talvez esse cara não fosse “tão ruim” assim…afinal, ele não a matou…
(o típico pensamento conformista do político que rouba, mas “faz”, sabe?)

Me senti horrorizada pensando assim, e até envergonhada, claro, afinal, estupro é um dos crimes mais bárbaros e hediondos que alguém pode cometer contra um ser humano e nunca, jamais, em hipótese alguma podemos nos sentar e nos conformar com tamanha violência.

Engoli seco.

Porque só de pensar que é por aqui que criarei 4 crianças, tenho arrepios, suor nos pés, visão turva e medo, muito medo.

E aí eu penso como deve ser viver a vida nesse mundo louco, sem fé,  porque se com fé já tá difícil….

Facebook Comments

9 Comments

  1. Enfim alguém que como eu não perdeu a capacidade de se indignar e de se horrorizar. Ontem mais um dentista foi queimado em SP durante um assalto, mas o que ainda me choca é ver que nosso povo senta na frente da TV, assiste essas notícias e engolem como se nada tivesse acontecido. Mas divulga um jogo ou show internacional pra ver o povo de mobilizando…
    Ká, que vc não perca a capacidade de se indignar…

  2. É triste e lamentável tudo que anda acontecendo nos quatro cantos do mundo…onde vamos parar??? Indignação, tristeza, enfim será que só começando tudo outra vez meu Deus?????

  3. Nossa Karine ta cada dia mais difícil msm. Eu moro no interior de São Paulo e aqui já não é mais como era…. muitos assaltos. Eu que fui criada solta, hj moro em ap por causa da violência.
    O que será dos nossos filhos… netos..
    bjs

  4. E se eu te disser que quando eu tô meio assim com o mundo eu venho no seu blog? Dá um pouquinho de esperança ver que, em algum lugar, temos crianças lindas, saudáveis e felizes que vão crescer e contribuir com esse mundo louco da melhor forma possível…

  5. Esses dias,eu estava pensando nisso, onde encontro otimismo pra enxergar um mundo melhor? As notícias são diariamente cruéis, e as manchetes nos mandam ficarmos em casa, trancados. A resolução dos problemas fica a cargo de quem?
    Da sorte? Da fé?

    Fiquei refletindo depois de ver um texto num blog sobre crianças/escravas sexuais. Foi um texto que não tive coragem de compartilhar, pra que mais pessoas ficassem indignadas junto comigo. Não repassei, por medo de que alguém resolvesse copiar a ideia sabe?
    Muito triste!

    Beijão
    E vamos na fé!

  6. Pois é, Ka! Há vários tipos de morte, talvez piores que a própria morte física. E a morte da dignidade é uma delas, pois nos mantém vivos, mas como zumbis, que perderam a fé na humanidade.

    Mas diante de todo esse quadro, somos mesmo levados a esse pensamento…

  7. Pois é, Ka!

    Há mortes piores que a morte física. É a morte da dignidade, que nos faz sentirmo-nos com zumbis, sem crença alguma na humanidade.

    Mas diante de todo esse quadro, somos mesmo levados a ter essa linha de pensamento.

  8. Não sei como é , ou se é que existe , violência na Irlanda e acho que vc esta ++++++ que certa de ter / criar suas kids por aí. Fico roxa com tamanha violência , esta demais ! As pessoas estão matando por nada e estuprando na mesma proporção , imagine como deve estar a americana que foi estrupada aqui na frente do namorado – que apanhou horrores ! Mas é o que disse , com fé já é difícil , imagine sem. Bjão

  9. Pois é!

    Meu irmão foi assaltado e levaram o carro novinho. Eu ainda tive que escutar que nós tínhamos que agradecer pelos os assaltantes não terem o matado, e sim, "só" levado o carro. Indignada com a incapacidade das pessoas de se indignarem!

Deixe uma resposta