Day Off

Day Off

As férias na Irlanda não são como no Brasil, as férias são tiradas normalmente por semana, variando de uma empresa para outra, o que na minha opinião é muito melhor, sendo assim o empregado tem a oportunidade de tirar breaks semanais a cada 3 meses, que é o tempo que uma pessoa que trabalha passa a ter direito a férias remuneradas, ou seja, vc não precisa esperar 1 ano, só 90 dias, para dar aquela descansada (merecida) da cara do chefe 😀

Quem mora por aqui também se acostuma rapidamente com uma das primeiras expressões que a gente aprende : “Day Off”, que são nada mais do que as nossas conhecidas “folgas”, na empresa do Rosinha, por exemplo, as horas extras são pagas com Day Off, o que significa que sempre que preciso de um help, sendo avisado com antecedência, ele pode tirar um dia de folga pra me dar uma mão, ou as duas, quando fico doente.

Eu sei que muita gente tira folga no Brasil, mas por experiência própria, na maioria vezes essa solicitação não é vista de maneira receptiva pelo empregador, enquanto que aqui é uma ocorrência, mais do que normal.

Eu tenho a impressão de que as empresas Européias são mais humanas, no sentido de entender as necessidades do trabalhador, quando a empregada é uma gestante, nem se fala e não pense você que os atestados são recebidos com cara feia ou mimimi, direitos são direitos e fim de papo.

Eu como Housewife e full time mummy, estou teoricamente disponível 24 horas por dia, 7 dias por semana, 12 meses por ano, mas na prática também tenho meus Day Offs, inclusive dados a mim pelo rosinha ou pela minha sogra (já disse que amo a minha sogra hoje?) aliás, juntando licença maternidade com o tanto de hora extra que faço, merecia voltar a lavar louça só daqui a 5 anos.

É melhor começar a ver isso aê, né, porque o segredo é não deixar acumular…

.

Facebook Comments

21 Comments

  1. Tambem acho que as ferias por aqui sao aproveitadas de uma maneira bem melhor e mais humana.

  2. na Nova Zelandia as pessoas podem ate tirar "horas"de ferias. Preciso de 2 horas pra ir la na escola da fulaninha assistir a peca de fimd e ano, onde ela vai fazer o papel de arvore…

    e duas horas sao aprovadas!

  3. Tô aqui revindicando meus days off,kkkkkkk.
    Marido estrangeiro é mil vezes melhor que marido brasileiro, puxa eu vejo vocês falando, da até invejinha,kkkkkkk.
    Beijos.

    • Tudo tem seus dois lados, né?
      E nem são TODOS os gringos que são bons de negociação não…e nem são todos os brazucas ruins de jogo…
      Mas ó, nunca é tarde para educar seu marido brasileiro…hahaha

      beijo

    • Menina desisti,kkkkk. Lá se vão 8 anos,muda mais não.
      Mas a culpa é minha mesmo,tô só de brincadeira,ele é ótimo 🙂

  4. Eu nunca trabalhei no brasil mas ja ouvi cada historia medonha, parece ate que eh um favor que eles fazem quando na vedade eh um direito que temos. Aqui o trabalhador eh trabalhador e nao escravo do trabalho.

    Curte teu day off!!! xx

  5. karine, eu sempre tiro meu "day off". Aprendi essa rapidinho! 😀

  6. Ka,
    Conheci seu blog, porque fui fazer uma pesquisa no Sr.Google rs, sobre blogs na Irlanda (eu tenho verdadeiro sonho de conhecer a Irlanda) e confesso que já dei umas boas risadas e concordei com muita coisa por aqui,você escreve coisas bem interessantes na minha opinião. Parabéns!
    Estou te seguindo tá! Um beijo.

    • Ah obrigada!
      Que bom que gosta daqui.
      Na minha barra lateral tem outros blogs aqui da Irlanda bem interessantes, depois dá uma olhada.

      beijos e apareça sempre 🙂

  7. hohohohoho, concordo que quanto antes vc tirar esses dias melhor… bjoo

  8. Concordo com voce, o sistema de ferias daqui e bem melhor do que no Brasil. Aqui na escola vira e mexe tem gente tirando day off e sem nenhum peso na consciencia! Demorei pra me acostumar com isso, mas agora adoro!

  9. Aqui o ritmo é de escravidão mesmo e a gente logo se acostuma….trabalho demais e empregado de menos, isso que dá… bjks

  10. Eu não saberia mais viver sem o day off, haha! É tão bom a gente ter a liberdade de poder tirar um diazinho pra relaxar, ou resolver alguns probleminhas.
    Mas aqui nem todas as empresas encaram o day off com bons olhos, não. A empresa do meu marido é uma dessas, além de quase ter que implorar, ainda tem que aguentar cara feia da chefe.

    Beijos!

Deixe uma resposta