Confissões de uma simpática anônima.(versão internacional)


Oi, meu nome é Karine, tenho 33 anos e de uns tempos para cá desenvolvi um passatempo interessante: Adoro andar na rua e sorrir para estranhos.
Sorrir para estranhos, veja você.
Mas eu tenho um parâmetro, que é para evitar mal entendidos, sorrio só para crianças, velhinhos e mulheres.
Acho que é essa criação carioca misturada com o ar europeu, mas o fato é que é quase um prazer cruel que tenho de fazer essas pessoas passarem uns minutinhos pensando de onde é que elas me conhecem, porque assim, eu não só sorrio, eu falo um “Hello” com intimidade, um “Hello” de quem conhece fulana, olhando no olho, tipo psicopata, saca?
Isso pode ser até normal no Brasil e tals, mas na Europa a galera economiza -mesmo- na simpatia, salvo raras excessões, acredite.

Por isso estou anotando aqui no blog, preciso me lembrar de contar isso para o meu terapeuta.
O problema é que eu -ainda- não tenho terapeuta (apesar de achar muito chique a idéia de ter um),
mas tenho blog pra desabafar o que no final das contas dá quase no mesmo, aliás,
cadê os psicólogos e afins de plantão?
Meu quadro é grave, ou meu problema é ser muito simpática?

psychiatrist & patient Royalty Free Stock Vector Art Illustration

Facebook Comments

19 Comments

  1. Hahahahahaha.
    Aqui é ótimo para se dar boas risadas, porque anotar isso para falar com meu terapeuta e ainda não ter um é muitoooo engraçado!
    Um beijo Ka!

  2. Hahaha, adorei. Não acho que seja grave, acho que é simpatia, se passar por mim na rua pode sorrir, dar oi e parar pra conversar porque ando precisando 😉
    Uma coisa que notei desde que cheguei em Dublin, há quase 3 semanas, é que pessoas com bebês não sorriem de volta quando olhamos para as crianças fofinhas. Acho que vou parar de sorrir e de ficar com aquela espressão de "seu bebê é tão lindo que pegaria pra mim" antes que chamem a Garda ou sei lá 😉
    Beijoss, um ótimo dia.

  3. Hahahhaa Sorrir faz bem, mas esse Hello deu medo!! 🙂

    bom fim de semana!!!

  4. Oi Ká! Aqui no Brasil isso não é hábito não… infelizmente 🙁

    Tua família é linda!

    beijos do sul!

  5. Faço isso no Brasil, mas é Brasil né…

  6. Eu acho que vc tá é mto bem, com 3 filhos e ainda conseguindo sorrir pros outros na rua…

  7. Eu acho que vc tá é mto bem, com 3 filhos e ainda conseguindo sorrir pros outros na rua…

  8. Hahahaha….muito engraçada vc. Mas entendo é falta de conversar mesmo, aqui a gente sai perto de casa e logo encontra alguém, algum conhecido é claro, disposto a conversar e tals, aí não deve ser assim. Está explicado???? bjks

  9. Muito boa idéia! Vai que alguém cai nessa e rola até um bom papo. Beijos, Fabi.

  10. Teu problema é ser uma querida!
    E animar a vida alheia!
    Que bom que és assim Ká!
    PARABÉNS!

  11. Eu faço a mesma coisa e rio mais ainda quando velhinhas rycas e chyques não respondem.. ahahhahaah

  12. Oi Karine, aqui nos EUA (pelo menos onde eu moro) as pessoas sorriem pras outras na rua e sempre fala "hello" também. Acho legal e na minha cidade no Brasil a gente não tinha esse costume. 🙂

  13. Menina, eu já dei hello e bom dia para algumas figuras e as pessoas fingem que não escutam, parece que estão programadas.Eu acho que sou mais physco pq eu repito até eles prestarem atenção. kkkkkkkkk!

    Bjs

  14. Tá parecendo aquelas pessoas que oferecem abraços de graça na rua. Eu sempre pego…
    Bjoca

  15. Eu tambem so assim. Moro em uma pequena cidade da Irlanda. O bom eh que aqui as pessoas responde como no Brasil. Problema eh que quando eu viajo para outro pais eu faco o mesmo So que as pessoas nao responde. Menina isso me da um vazio tao grande. rsrsr

  16. gostei do jeito q vc escreveu o post. acredite, o mesmo acontece cmg. as vezes acho que estou na robolandia pq ngm me olha nos olhos ou sorri pra mim. coisa boa qndo algum outro estrangeiro faz isso!
    bjs

    http://www.martinanasviagens.blogspot.com

  17. Meu filho está com a mesma mania com a diferença que agora ele fala hello teacher para todo mundo, foi a primeira frase que ele aprendeu na aula de inglês na escola…

  18. Oi ká… Não precisa se preocupar seu caso não é grave!! Quando eu chegar na irlanda podemos marcar algumas sessões. Bjos adoro seu blog

Deixe uma resposta