Aqui Jaz o Paraíso.

Police officer thinking Royalty Free Stock Vector Art Illustration

A Irlanda não é um país violento, o Brasil, dizem que é.
Eu já fui furtada na Irlanda e morando praticamente a minha vida inteira no Rio nunca me apontaram uma arma.
Sem dúvida o índice de crimes praticados em Dublin dobrou sensivelmente e a crise explica, nada comparado aos números do nosso país, mas o suficiente para deixar quem vive Ká.Entre.Nós de alerta.
A principal diferença entre os marginais brasileiros e os europeus é que notavelmente os daqui tem mais medo das leis, tanto é que são poucos os que utilizam arma de fogo, a maioria dos assaltos e assasinatos são cometidos por instrumentos cortantes, como facas, assim se forem pegos a pena acaba sendo bem menor por não estarem portando uma arma de fogo, bandido que estuda a constituição, sabe assim?

O crime mais comum por aqui são furtos as lojas, na época do Natal perdi as contas de quantas vezes vi pessoas (conhecidas como Knackers) serem pegas em flagrante.

E é claro, como em todo o lugar existem áreas de maior risco do que outras, o centro da cidade e a zona norte ainda tem os maiores índices de criminalidade.

O comportamento do criminoso é refletido no comportamento da Garda (polícia irlandesa) que normalmente não usa revolver ou pistola, por enquanto, porque se os números continuarem aumentando como estamos vendo, fuzis, carros com insul-film, casas com muros altos e redes de proteção começarão a fazer parte do visual da cidade dando um toque de modernidade que lugar nenhum merece, muito menos a nossa pacata e velha Dublin.

Aqui não é (mais) o paraíso, faz tempo, mas onde é?

Fica a dica.
.

Facebook Comments

One Comment

  1. Pois é admirava a Europa de um modo geral pela segurança e confiança de cada um fazer a sua parte…mas essa tal de globalização está mudando tudo, para pior muitas vezes.

Deixe uma resposta