Vá de ônibus.

Vá de ônibus.

Aqui na Irlanda não tem van, não tem kombi e transporte escolar é muito raro, mas como irlandês não dirige quando bebe, tem ônibus para casamento.
Com direito a decoração ornando e escolhida pela noiva.
Cada país com suas necessidades, né?
E agora com a Lei seca ficando séria, acho a idéia fantástica para as empresas no Brasil, 74 convidados sentados confortavelmente e descendo no ponto que lhe convém, sem se preocupar com quem vai dirigir.
Acho sucesso!

Afinal, País desenvolvido não é aquele em que o pobre tem carro, mas aquele em que o rico tem condições de andar de ônibus, não é mesmo?

Facebook Comments

11 Comments

  1. Que ideia ótima, mas brasileiro tende a ser esnobe e achar o fim do mundo andar de ônibus.

  2. Muito sensato! Eu já fiquei pensando em quando vão parentes e amigos para o casamento em outra cidade de avião ou ônibus, e ficam sem transporte por lá, para não ter que alugar carro ou sair procurando taxi.

  3. Eu morei 1 ano em Dublin e nunca entendi o que era o tal do Wedding Bus hehehe.. obrigada por solucionar este mistério!

  4. EU n acho q brasileiro acha o fim andar de ônibus. O ruim é a demora e não poder confiar no transporte público tupiniquim, além de caro para o que oferecem. Eu AMAVA andar de busão em Dublin, eu chegava no ponto e já sabia a que horas seria o próximo, sem contar a diversidade de opções para o mesmo destino. Aqui já não posso dizer o mesmo. Bus, pelo menos na minha city, só em último caso mesmo! Se fosse ao menos semelhante, eu seria a primeira a andar de bus e feliz da vida.

  5. Nunca vou esquecer, no Brasil eu sempre ia pra Tere Fantasy de busão que pegava no Largo da Barra e era a maior curtição. Ah e pras micaretas (sim eu era dessas) era de van que o povo ia e a van deixava a gente na porta de casa no final. E eu já dirigia na época.
    Maio temos um casamento pra ir ai e o noivo já deu as opções pra quem vai beber: ou dormimos no hotel onde será a recepção ou pegamos o busão.

    Eu acho lindo que raros são os que bebem e dirigem por aqui e ainda se preocupam pela quantidade que bebem pra poderem dirigir no outro dia de manha/tarde. Sinal que a coisa funciona e as ruas são mais seguras.

    Beijos

  6. Foi uma coisa que planejei pra meu simplório casamento…mas ficou só nos planos mesmo. Mas isso é ótimo,sinal de civilizacao, respeito as leis, as pessoas, em fim…que bom seria se todos pensassem assim né?

  7. Que chique, Baby. Se os tranportes daqui fossem iguais, que Marrrrravilhaaaaa seria!!!

  8. Imagina que "negocião"os assaltos a onibus de casamento…
    – Passa as jóia, dona!

  9. Uma ótima idéia. As pessoas podem se divertir à vontade e voltar para casa com segurança.

    Bjs.
    Elvira

  10. Você tem toda razão, não trocaria a segurança que tenho aqui por nada nesse mundo!
    Andar de ônibus, metro, trem e poder fechar os olhos e relaxar… Isso não tem preço! 🙂 (detalhe: eu adoro dormir no ônibus e em SP eu não podia porque tinha medo ou porque não tinha lugar pra sentar. rs)

  11. Hahaha! O mané aqui nunca entendeu pra que servia aquele ônibus branco com a singela inscrição The Wedding Bus. Juro que eu achava que era alguma sacanagem, quando o via na rua. Thanks, querida!
    bjos

Deixe uma resposta