O Irlandês e o Dinheiro.

Não pense que os Irlandeses acreditam mesmo em potes de ouro no final do arco íris, em questão de economia, eles dão uma banho na gente.

Quando nós brasileiros pensamos em entrar para academia, curso, faculdade ou mesmo pagar um financiamento a preocupação é saber se vamos conseguir pagar a mensalidade.
Estamos condicionados a calcular mensalmente, o que é um erro fatal quando o objetivo é controle de gastos.
Europeu não cai nessa, a cabeça dele está programada para calcular anualmente
ou seja, a academia custa €50 mensais pra mim, para o rosinha €600 anuais.
Se você parar pensar, além de evitar gastos desnecessários os números bem maiores nos impedem de agir por impulso.

Por isso é comum os salários em anúncios de emprego terem o valor anual.

O Irlandês (e Europeu em geral),não são acostumados a crediários, com exceção do financiamento imobiliário-mortgage.
Automovéis e eletrônicos normalmente são pagos a vista.
Cartões de crédito apesar de existirem, são utilizados bem menos do que no Brasil e sobre cheque pré datado definitivamente nunca ouviram falar.

Portanto ta aí uma dica para quem quer economizar e planejar os gastos a curto e longo prazo: Pense anualmente, e o tal pote de ouro pode, quem sabe, aparece na sua vida.

.

Facebook Comments

14 Comments

  1. Verdade, toda vez q falamos de gastos e orçamento aqui em casa a conversa é sempre assim, Ian diz que vamos gastar X por ano, ou que ele vai ter uma economia de X por ano, e eu sempre pergunto: mas e quanto é isso por mês?

  2. Oi Karine

    Acho que planejamento é tudo, tenho planejamento mensal vou aprender desta forma, obrigada pela dica.

    Bjos
    Sônia

  3. Olha, Nivea de Hamburg! haha

    Pois, eu me saracutiei pra poder comprar minha passagem pro Brasil, pois aqui na Alemanha existe uma lei que não se parcela viagens! Inclusive turismo na Europa, só apresentam o valor único, nada de parcelas.
    Até que dá saudades de comprar um vestido de 90 reais e parcelar em 3 vezes haha ê pobreza.
    No momento em que eu ganhar o suficiente pra pensar em gastos anuais, entrarei na onda. Faz mais sentido…

  4. Realmente, parcelar passagem pro Brasil seria "ótemo"!! Me lembro que os juros de parcelamento no Brasil (pra isso pelo menos) eram tão baixinhos…

  5. Com esses salários da maioria dos brasileiros só dá pra planejamento por mes e olhe lá…mesmo pq ninguém garante que vc estará trabalhando no fechamento do ano…bjs

  6. Uma vez eu tentei explicar que no Brasil muita gente fazia compra em parcelas, ninguem conseguiu entender…

    Como trabalho em loja, dei um exemplo: Se o casaco custa 300, o cliente pode optar pagar 3 X 100. Dai meu amigo falou: Vcs compram roupa do mesmo jeito que a gente compra casa?? hehehe

  7. Oi!!!
    Encontrei teu blog por acaso e adorei!!!
    Adoro a Irlanda e vou adorar seguir teu blog para ir trocando idéias e saber de tudo por ai!!!
    Aproveito e te convido a conhecer o meu também e se você gostar seria um prazer ter você como seguidora!!!
    Um abraço
    Mônica
    barcelonamiamor.blogspot.com

  8. Se eu começar a calcular em termos anuais o meu gasto em álcool, vou acabar parando de beber pra investir em imóveis…

  9. E eu demorei a me acostumar com isso, viu? Pensar anualmente.
    Quando penso em salário ideal, penso mensalmente no líquido, depois lembro do bruto, aí multiplico por 12… até agora faço assim. Só com o tempo pra pensar no valor fechado. rs

    Bjs!

  10. Quem dera se a minha patroa-irish fosse assim. Eu que tenho que lembrar a ela que somos "pobres" toda vez que ela vem com papo de irmos a Paris ou coisa do tipo, bjs

  11. Realmente, pensar anualmente faz vc rever suas prioridades, e aquilo que parecia tão importante é substituído por algo de maior valor como uma conta de telefone, isso ou aquilo…

    Vou aplicar esse dica pra já!

  12. Ótima dica!
    Principalmente para mim que sou gastona!
    Aqui no JP não existe talão de cheques, ou se paga com cartão ou dinheiro. Não existe calote com os bancos. Isso é uma maravilha!!!!

    Um beijo!!!

  13. Trocando em miúdos suas valorosas dicas, eu resumiria: "Pensemos grande!"

    É exatamente assim que eu ajo em planejar meus gastos. Acho que é o feeling de economista que se manifesta.

  14. Bem Antonio, então eu falei certo, os Irlandeses snao assim, já as irlandesas, é vc quem sabe! hahahahaha

    Agostinho, essa é mesmo uma ótima dica!

    Flávia, não ter talão de cheques já é meio caminho andado!

    E pra quem falou sobre parcelar passagem, tenho que concordar, seria uma boa!

    beijo em tds!

Deixe uma resposta