Indícios de Primeiro mundo.

Indícios de Primeiro mundo.

Eu nunca te contei sobre o que acontece depois do parto aqui na Irlanda e no quanto eu admiro o sistema irlandês de saúde.
Veja bem, o sistema e não os médicos.
Eu tive a Amy de cesárea – só depois de entrar em trabalho de parto (vou contar em um outro post como foi, prometo!) e por isso passei 5 dias no hospital, como acontece com todo mundo que faz cesárea, mas depois de 3 dias já estava recebendo em casa a visita de uma Enfermeira do HSE, mas como eu não estava ela deixou uma nota avisando da visita e umas 5 ligações e recados no meu celular. (pelo desespero e preocupação ela devia estar pensando que depois do 4º filho eu resolvi fugir, né?)
Eu não sei você, mas acho chique receber enfermeiras em casa e por um acaso a Pamela é a mesma que cuidou de mim quando tive a Chloe e a Mia.
A visita, que é um serviço público, é feita a todas as mulheres que tiveram filhos tanto de cesarea quanto de parto normal, consiste em checar a mãe e o bebê, tanto física quanto psicologicamente e passar todas as informações como grupos de amamentação, vacinas, diagnóstico de depressão pós parto e tirar todas as possíveis dúvidas que a gente possa ter, é ou não coisa de primeiro mundo?
P.s.: Agora eles só precisavam fazer como a Dilma e importar bons médicos, porque o sistema tá bacana, tá beleza, que Deus conserve e o Budget não corte #amem
P.s.: Quando eu digo que não sou fã dos médicos irlandeses, os obstetras não estão inclusos no pacote, acho que essa é a especialidade mais confiável entre os médicos daqui.
Facebook Comments

14 Comments

  1. muito bom! queria que aqui fosse assim também, porque se não temos ninguém da família pra ajudar, a gente se lasca sozinha!

  2. Adorei saber disso! E de grande ajuda para que eh Mae de primeira viagem e cheia de duvidas. Eu tive a ma sorte de pegar 3 vezes uma Ob grossa. ( ela nao eh irlandesa eh Africans) Entao falei para o Gp que toda vez que eu ia para ela eu ficava deprimida. Ai ele me deu uma notinha pedindo na recepcao para ser atentida por outro medico. Fui atentida por um medico irlandes super bacana.

  3. Adorei saber disso! E de grande ajuda para que eh Mae de primeira viagem e cheia de duvidas. Eu tive a ma sorte de pegar 3 vezes uma Ob grossa. ( ela nao eh irlandesa eh Africans) Entao falei para o Gp que toda vez que eu ia para ela eu ficava deprimida. Ai ele me deu uma notinha pedindo na recepcao para ser atentida por outro medico. Fui atentida por um medico irlandes super bacana.

  4. Que demais Ká!!!! 🙂
    Precisamos de mais cuidados em todos os lugares e especialmente neste momento tão importante, né?
    Eaí, é assim independente da condição financeira da gestante ? Pois aqui imagino que uma mulher que vá ao Einstein não será tratada da mesma forma que no SUS…

  5. Bruna Dalfré

    Oi Ka!!Adoro ler seu blog, estou comentando aqui pela primeira vez!Parabéns pelos filhos, todos lindos, quatro mesmo??Corajosa!Nasceram todos de cesárea?
    Isso que você descreveu deveria ser coisa de "mundo" e não só de "primeiro mundo", aqui no Brasil só recebi uma ligação rápida de uma enfermeira perguntando se estava tudo bem, isso porque pago plano médico….
    Bom, sobre o nosso querido SUS, não tenho nem o que falar, é uma lástima!
    Bjus

  6. Ai, bem que a Alemanha podia copiar isso, viu? Se bem que, acho que aqui, as "parteiras" acompanham antes e depois do parto também. 🙂
    Bjs!

    • Evelissima!
      As parteiras – Hebammen – vem sim visitar a dupla Mae-bebe. Tem um negocio chamado Wochenbett que seria os 10 primeiros dias de pos parto e esse eh o periodo em que elas visitam pra acompanhar a Amamentacao, ganho de peso Do baby, etc.

  7. To sonhando com a importação de médicos pra Holanda, porque por aqui a coisa é feia. O sistema é uma porcaria e o médicos também. Graças a Deus com o Pok eu dei sorte, sempre que precisamos de pediatra tivemos um bom atendimento, já eu e o Károly… hahaha, ta mais fácil achar um pajé!

    Aqui no pós parto as enfermeiras ficam em casa de 3 a 8 dias, depende do seu plano e da sua paciencia. Já ouvi vários relatos de gente que adorou e gente que detestou, como eu pari no Brasil eu não tive essa experiencia, no entento assim que voltamos recebi a enfermeira (que tb é assistente social) do posto infantil.

    O trabalho dela é conhecer informar sobre vacinação, fazer o cadastro do posto e claro, conhecer o ambiente que a criança vive. Achei bem bacana. =)

    xx

  8. Olha, também não podemos generalizar, aqui em Brasilia temos um programa do Governo distrital , O Saúde da família, em que recebemos a visita em casa dos medicos e enfermeiras, e também do agente de saúde…
    Vai de cada governo estadual.

  9. Oi Ká, como tem ido?
    Não tive chance de parabenizá-la antes, portanto Parabéns pelo bebê!! rs
    Esta é nova pra mim, pensei que só fizessem isso em hospitais particulares, achei nada mais certo, já que as grávidas precisam de muitos cuidados né 🙂
    Só vi algo parecido aqui no Brasil uma vez, que uma enfermeira veio fazer alguns exames em meus avós e ver se estavam bem, e mesmo assim é pago por fora do plano de saúde…
    Enfim, espero que você e seu bebê estejam bem, e que Deus os abençoe.
    beijinhos

  10. Eu tambem acho um luxo receber a visita da emfermeira em casa, estou gravida da minha segunda filha que vai nascer daqui a duas semanas.
    Tambem achava que somente eu achava os medicos daqui pessimos, agora vejo que nao, rs! Mas concordo que os obstetras e midwifes estao fora do pacote 🙂

  11. A pobre pamela deve ter pensado: Ai meu Deus, tava idno tão bem…agora ela resolveu fugir!!!!!

  12. Conta a lenda que aqui em Curitiba durante a gravidez uma agente de saúde (não enfermeira, mas enfim) do posto da região aparece para visitar a grávida todo mês e ver como está tudo, e após o parto também. Mas não sei né… lendas urbanas.

    • Mari, nao eh lenda urbana nao. Sou de Curitiba, minha Mae eh agente comunitaria de Saude ha mais de 15 anos . Semanalmente ela visita todas as gestantes da area dela, faz relatorios e com essas informacoes o Posto de Saude busca suprir as necessidades de cada usuaria de forma mais personalizada. Programa Mae Curitibana tem sido uma referencia nacional!

Deixe uma resposta