Push Present

Quando eu me mudei para Dublin, se teve uma coisa que me chamou atenção foi o congestionamento, não de carro, mas de carrinhos de bebê.
Sério.
Tem de todos os tipos, para todos os gostos, tamanhos e bolsos.
E uma coisa não dá para negar, eles não passam despercebidos.
Quando tive o Breno, a quase 13 anos atrás, usei bastante para caminhadas no calçadão da praia, mas só, quando ia para shopping alugava os disponíveis no lugar e de resto, era da cadeirinha do carro para o colo mesmo, acho que com todo mundo no Brasil é assim, até porque, né? com as calçadas esburacadas e ônibus que não tem acesso nem para cadeira de rodas, fica difícil imaginar uma mãe entrando no bus com carrinho e bebê, não é mesmo?
Mas, aqui na Irlanda é diferente, a gente usa o buggy até bem tarde, bem normal ver kids com até 4 anos sentadinhos no carrinho ou sendo puxados pelo buggy board e não pense você que essa prática é só para quem carro, pelo contrário, aqui mãe é bem vinda nos ônibus com toda a tralha a que somos obrigadas a carregar, o que, senhoras e senhores, despertou em mim um vício, virei a louca dos carrinhos, perdi as contas de quantos eu já tive e acredite, foram muitos.
Tenho para todas as ocasiões, para levar para o Brasil, para Kerry, para fazer compras a pé, para passeios no parque, enfim, uma coisa do tipo colecionadora, saca?
Preciso dizer que o Rosinha não entende muito, até porque, não sou tão consumista para outras coisas (uhun), mas esse é meu ponto fraco e eu sou descontrolada, mesmo.
Agora com a chegada da Amy e a Mia ainda bem pequetitita COM CERTEZA precisarei de um carrinho lindo duplo! (hoooooorray!) e como é meu último baby (já que ligarei as trompas e o que restar colarei com super bond) tive total apoio do Rosinha para comprar o que eu quisesse sem a opinião dele, mas com uma condição, esse seria meu Push Present*, deve ser os hormônios, mas concordei e fomos todos felizes para sempre! (ou até pelo menos lançarem um modelo mais novo….)
Essa lindeza combina ou não comigo?
*Push Present é tradição em alguns Países, ou seja, o Futuro pai presenteia a futura mãe com um presente, normalmente uma jóia, na semana pré ou pós nascimento do baby.
Facebook Comments

6 Comments

  1. Essa marca é top!
    Quando fui au pair o bebê usava um dessa marca, mas para montar o carrinho era um sufoco!
    Ká, você mencionou que vai ligar as trompas, nessa semana eu tava conversando com o meu namorado e ele me disse que essa cirurgia não é comum aqui. Você vai fazer aqui ou no Brasil?

    Felicidades com a chegada da Amy 🙂

    Beijos

    • Oiii, Obrigada!

      Então, não é que aqui não seja comum, é que a maioria das mulheres tem filhos de parto normal, o que acaba atrapalhando a prática, mas como eu tive todos os meus filhos de cesarea meu medico mesmo foi quem me ofereceu ligar até mesmo depois da Mia, mas naquela época não quis, porque a gente queria 4 filhos, aí quando fiquei grávida da Amy decidimos ligar e eu liguei, junto com a cesárea 😉

      Um beijo

  2. Push present??? hahaha adorei!
    Eu cotei pro Fabio que a minha familia tem uma longa tradição de presentear a mãe com uma jóia, no dia do nascmento do bebê ( sqn).
    As minahs estão aqui, felizes pra quem quiser ver! 🙂

    O carrinho é L I N D O de morrer!

  3. oie.
    O carrinho realmente é assim mesmo?
    A kid maiorzinha vai no que está virado para frente; e a baby no que está virado para você?
    Nossa adorei.
    Push present dos bons esse.

  4. Push presente. QUE LEGAL.
    E o carrinho duplo é assim mesmo?
    O que transporta a KID maiorzinha virado para a rua
    e o que transporta a Baby, virado para você?
    Que legal.

  5. OI Ka!!!
    Como são as cicatrizes das cesareanas feitas na Irlanda?? Aqui no Brasil as mulheres que fazem ficam com uma cicatriz mínima. Mas ouvi alguns comentários que na Europa as cicatrizes eram bem grandes.
    Como vc teve vários babies pode falar bem sobre esse tema.
    Vou morar na Irlanda (de forma definitiva) em breve e como ainda nao tive filhos, talvez precise enfrentar uma gravidez em terras irlandesas.
    Beijocas
    Andrea

Deixe uma resposta