Uncategorized

Competitiva , Eu? Nunca !

Eu acho que todos os pais são secretamente competitivos, ás vezes, nem tão secretamente assim.

É claro que  fingimos demonstrar desdem pelas mães no parquinho que perguntam quantos anos a sua filhinha tem para então dizer que a dela começou a andar aos 6 meses, ou aquela que diz que criança bilingue sofre.

” Sinead come com a própria mão desde os 9 meses “- (uhun, okay, e aos 2 ela já vai cozinhar a própria comida, né?)

Mas não pense que a conversa é em tom rude ,pelo contrário, todas as alfinetadas mantem um nível altíssimo de educação, a ponto de que se alguem escuta acha que somos amigas de infância.

Okay, você não tem filho, então esse sentimento normalmente passa a ser projetado  para qualquer ser que você tenha alguma responsabilidade sobre, seu cachorro, seu namorado, marido ou noivo, caso não tenha nada disso, lembre da sua mãe falando mal da vizinha enquanto achava que você era a perfeita, então, você vai entender do que estou falando.

Eles não estão nem aí. Já você, está aí, aqui e acolá.

Quando vamos a escola e nos deparamos com o mural da sala, antes de olhar o dos outros checamos primeiro o do nosso e é claro, ficamos felizes em ver que ele foi um dos poucos que usou cores e respeitou as linhas, muito melhor do que o daquela criança que usou preto, o que  para uma pisicóloga seria um prato cheio.

Eu não rodeio, quando o Breno chega em  casa eu sempre pergunto coisas sobre as outras crianças “você comeu todo o lanche hoje? O que seus amiguinhos levaram?” , esperando secretamente que a minha seleção seja  a mais saudável , criativa e saborosa.

No fundo me sinto culpada, sou só eu, ou a verdade é que todos nós somos competitivos mas uns conseguem esconder isso melhor do que os outros?

De qualquer maneira, espero que eu vá para o céu, e que  lá, não tenha playgrounds.

Facebook Comments

10 Comments

  1. Hahaha, eu tb pergunto a minha filha o que os amiguinhos levaram de lanche. Competição entre as mães existe mesmo é na hora da reunião bimestral… é uma loucura! Toda mãe quer dizer o quanto o filho é inteligente, esperto etc e tal.

  2. oh linda, vc vvai sim… não será por isso q não irá, kkkkkkkkk
    brigada pela visita, ameiiiiiiiiiiii, seu blog é top.
    eu recebi um meme e te indiquei, caso não goste fik à vontade em nao responder, caso keira dá uma olhada lá, bjãooooooooooooooooo

  3. hahahaha…. Muito bom o post. Eu que ainda não sou mãe vejo bem assim mesmo a situação, parece uma competição gigante.

    Achei muito bacana (e inteligente na verdade) vc conseguir ver isso de fora e admitir seu lado competitivo, que eu acho que deve ser natural em toda mãe mesmo.

    Um beijo
    N.

  4. Depois que descobri pelo Breno…seu lado negro (Oiiii????)…parei de competir com vc…vai achar assunto pra postar lá na China…tá vc tem família, filhos, marido…então os assuntos surgem com mais facilidade…I give up. huahuhauhauhauhuahuhuhauh…tô mais pra princesa Léia, do que Dart vader (oiiii???)…adooooooro…um humorzinhu negro.

  5. Pois eu acho que a competição no céu, embora em alto nível, não deva ser tão divertida. Se quiser, tenho tickets extras para o inferno. E vc poderá sempre descer no play e competir com as mães daquelas crianças sujas e remelentas…

  6. ate eu que ainda nao sou mae, comparo quando levo meus pestinhas no play. eh normal, nao se preocupe!! alem de tudo, somos mulheres ne? impossivel nao ser curiosa!

  7. tem selinho pra vc no meu blog

  8. Sinceramente acho que quando é de mãe para mãe e quando se torna uma coisa legal, bacana não há maldade.
    Eu também não sou mãe (ainda) mais vejo muitas assim, principalmente como disseram ai em cima, em reuniões de escola =) hahaha
    ótimo post.
    ;*

  9. ahhaha Adoro o seu humor! Não sou mãe, por isso não consigo sentir essa pressão que vc conta, mas eu já vou me preparando para ouvir essas pérolas que tb já ouviu. Como assim criança bilingue sofre? Affff

  10. Ká,

    só vi esse post agora, achei interessante.
    Acho que todo mundo tem um pouco de competitividade sim,embora não admitam, seja homem ou mulher.

    Eu não sou mãe, mas algo que vejo muito comum entre as recém-casadas por aqui é o fato de sempre falarem bem dos maridos, quase de maneira competitiva.

    Daí quando uma fala uma coisa do esposo, a outra fala 2 do dela, e eu falo 40 e 10 óbvio, pq pra mim o grings é o melhor – e ainda me gabo dizendo: oh he's fantastic! that's why he's out of market! 🙂 …

    rs! have a nice day!

Deixe uma resposta