Charity Shops.

Charity Shops.

Eu me lembro que desde que eu era pequena escuto meu pai dizer : “Não quer isso não? Vou dar para Igreja!”

Aqui na Irlanda a coisa funciona um pouco diferente, como as Igrejas não  aceitam (ou não precisam ) doações tudo o que está em bom estado e sem uso pode ser entregue no chamado Charity shop, o que na prática seria a versão do Ebay (site de compras online) não virtual e com fundo de caridade, mas não pense você que essas lojas cheiram a naftalina, muitas delas parecem lojas de grife.

Em Dun Laoghaire, por exemplo, na rua principal você encontra o do Irish Cancer Society, St.Michael Hospital, Oxfam, entre outras, a realidade é que grande parte dessas entidades sobrevivem do que é arrecadado da venda dessas doações que muitas vezes vem na caixa e até com a etiqueta original.

Com a recessão o número de doações diminuiu e a proucura por produtos baratos e de qualidade aumentou, mas nada que ainda afete o funcionamento desse sistema tão generoso para ambas as partes.

Alem de fazer doações regulares principalmente com roupas do Breno e da Chloe já encontrei coisas bem legais para casa, objetos que a gente não vê mais por aí.
Por isso se você mora ou está a passeio Ká.Entre.Nós vale a pena dar uma olhada , afinal, alem de você ter a chance de adquirir uma Barganha, ainda estará fazendo caridade, quer motivo melhor do que esse?

Ahhh, pra quem tem disponibilidade e vontade de trabalhar com voluntariado e de quebra aperfeiçoar o inglês(e incrementar o curriculum) essa é uma ótima oportunidade, para maiores informações e descobrir onde encontrar uma perto de você é só  clicar no  The Irish Charity Shops Association , o site dá dicas inclusive de como abrir um charity shop e outras maneiras de ajudar.

E você, depois dessas informações, compraria (e usaria) algum produto second hand ?

P.s.: Para quem está na Irlanda, será exibido hoje no Filmbase – Curved Street, Temple Bar – Dublin 2 (ao lado do Irish Film Institute) o filme Hope – The True Story of Aline Barros (aquela brasileira que foi atropelada aqui em Dublin), o filme foi produzido pelo Madruga Em Claro que está bombando em todos os jornais locais (assim que começa amigo!) e fez parte do fechamento do curso de cinema dele, portanto , está aí outra forma de caridade. Para maiores informações acesse o blog clicando aqui .

Facebook Comments

7 Comments

  1. Aqui na Espanha tb tem isso. EM Sevilla eu nunca fui, já que minhas roupas que não quero mais acabam voltando tudo pro Brasil e dou elas por lá mesmo.
    Mas aqui na minha cidade tb tem um local que é de "trocas". Se chama El Ecolocal e funciona da mesma maneira só que GRÁTIS! Isso mesmo, é só chegar lá e pegar o que quiser, desde que deixe outra coisa em troca (que nem precisa ser do mesmo "valor").

  2. Dependendo do estado, acho que compraria sim, e lavaria mt bem antes de usar…Mas hj em dia -sabendo comprar- roupa é barata. Tinha de ser uma coisa que eu gostasse mt mesmo.

  3. Acho bem legal esse sistema.
    Aqui nos EUA, pelo menos em Delaware também funciona mais ou menos assim. Voce Doa as coisas que tem que obrigatóriamente estar em estado razoavel de conservação e eles vendem por um preço simbólico que levanta dinheiro para instituiçoes de caridade.
    Eu acho legal por dois motivos, tudo que se recebe de graça não damos o valor devido e em segundo lugar não é porque estamos com "pena"de jogar no lixo e a outra pessoa prescisa que vamos ter que doar coisas quebradas ou rasgadas.
    Bj

  4. Eu compraria um 2nd hand sem problema nenhum, pq as 2nd hands daqui são boas.Já comprei cada peça linda que as pessoas juram que comprei nos shoppings mais caros da cidade. A vantagem do charity shop ( que aqui é conhecido como a GoodWill e Salvation Army) é que vc pode compor vários modelitos por preços de banana, quanto que no shopping, o preço que a gente paga numa peça dá pra comprar 2 ou 3 no charity shop. E outra, pra quê comprar roupa cara e de marca, se um dia vai ter que dar mesmo? hahahahaha:)!

    Minhas amigas do BR ficam bestas quando elas veem algumas roupas minhas e perguntam qt custou e eu digo: $4-$5… Meu vestido de noiva foi $5, mas quem vê jura que foi no mínimo uns $500, no kidding! Acho que tudo é uma questão da pessoa pesquisar 🙂

    Bjos!

  5. Sério que você encontrou seu vestido de noiva por 5$ ???
    Eu já vi alguns aqui por volta dos 50€, pena que eu já tinha comprado o meu ! hahahaha

    Depois posta uma fotinho pra eu ver!!! 🙂

  6. Ká, deu vontade de ir até aí só pra pechinchar… vc já achou alguma coisa legal????

  7. Oi Karine!
    Acho super legal isso! Já comprei muitas coisas bacanas aqui em brechós e naqueles "família vende tudo". Acho que conseguimos, como você citou, verdadeiras barganhas mesmo! Quando eu morava em São Paulo, sempre ia num grande brechó que reverte as rendas para o Exército da Salvação.
    Adorei saber!
    Grande beijo,
    Jackie

Deixe uma resposta