Eu quero levar uma vida moderninha…

Se eu tivesse que me descrever em uma palavra, essa palavra seria praticidade.
Sou uma mulher prática, em todos os aspectos da minha vida.
E porque além de prática sou também ocupada, drama não tem vez com a minha pessoa.
Ou não tinha.
Até eu ir a Reunião da futura escola do Breno, que a partir de setembro vai começar a cursar a secundary school.

Auditório lotado, de pais e mães cheios de dúvidas e inseguranças.
Diretor tentando explicar que a transição da infância para adolescência pode ser uma fase difícil para muitos e eu, a descolada, prática, moderninha, a que cria filhos independentes para o mundo, faço o quê?

Abro o berreiro.
De soluçar.
De deixar Rosinha que já é rosinha, morto de vergonha.

Como assim meu bebê virando adolescente?
Quem decidiu isso?
Olha, é muita informação para meus hormônios gravidícios não se manifestarem em
forma de lágrimas.

A minha sorte é que tô na Irlanda e todo mundo fingiu que nada estava acontecendo, se fosse no Brasil certeza de que me serviriam um copo de água com açúcar.

E eu precisava mesmo de um copo de água com açúcar.
Mesmo sem ter certeza sobre a eficácia de um copo de água com açúcar na vida de um ser, eu precisava de um ou de dois.

Agora você vê, virando adolescente!
E a mãe desequilibrada!
Óh céus!
Água com açúcar, vem cá, vamos conversar!

Facebook Comments

11 Comments

  1. kkkkkkkkkkkk,bem-vinda ao meu dilema amiga. Eu quase morri ao ver meu filhote ficando grande, ainda acho estranho e ele já vai fazer 16 no mês que vem, pense numa louca varrida de preocupação e outras coisinhas mais,kkkkkk
    Beijos e chora mesmo que é bom. #tamojunto

  2. Meu Deus tenho uma de 8 anos…. nem quero pensar!!! Bj gravidinha linda!!! amo seus posts.boa semana

  3. Sabe que, ás vezes, tento me imaginar mãe de um rapaz grande com barba na cara. Acho hilário. Parece que não sou eu…estranho esse neócio dos filhos crescerem, né!!?? bjo grande

  4. Hahahah Ka, só vc mesmo…rsrsrs são os hormônios…grávida chora por tudo e por todos…quanto ao Breno….espere que esse é só o começo…vá se acostumando…as meninas vão mudar o foco e vai dar td certo…bjs

  5. Tadinha, se eu que sou tia me assusto com meu sobrinho está querendo namorar sério (tem 16 anos), imagino o choque dessa transição para você.
    E a eficácia do copo com açucar é tranquilizar a pessoa por segurar e beber algo, apenas isso. Água pura serve, suco o que for. rsrs
    Que essa transição seja saudável e incrível para todos vocês. 😉

  6. Ahahahha, és uma piada!!
    Mas, ka.entre.nós, nos meus momentos TPMitícios tbm me descontrolo ao pensar que um dia vou ter filhos, que serão adolescentes no meio desse mundão louco que a gente vive. E óh, em mim dá um medinho.

    Beijo

  7. kkkkkkkkkkkkkkkk
    Morri!

    Boa sorte!
    Bjo!

  8. kkkkk te entendo viu, o meu vai fazer 11 eu já choro só de imaginar o dia que ela vai preferir os amigos e alguma periguete a o invés de mim

  9. Não vou rir, pq daqui há alguns anos serei eu!
    Água com açúcar, lencinho e rivotril, vou fazendo meu arsenal de combate!!! Kkkk

    Beijos

  10. Nossa, me deixe entender, são 3 e teremos mais 1 para contar história?! hahahaha preciso muito das suas dicas! Pela animação do marido, em breve caminharei para essa estatística.
    Quanto aos hormonios gravidícios: são terríveis. Tenho sofrido desse mal, ou melhor, bem! heheheh Morro de vergonha do chororô que me transformei. bjos

  11. Passei mal de rir com a cena!!!! É assim mesmo amiga, a vida passa e quando vemos eles já estão falando giria e dizendo que acha homem de barba muito sexy, e olha que isso veio da boca de uma menina de 8 anos… me sentindo a velha!!!! aff…

Deixe uma resposta