I am a mom of 4, I can basically do anything!

I am a mom of 4, I can basically do anything!

Acho que desde de a minha terceira gravidez, eu virei referência de pessoa fértil.

-Você conhece a Karine?
-Karine? que Karine?
-Aquela ~coloque aqui o adjetivo que mais combine com seu sentimento em relação a isso~ que tem 4 filhos!

Certeza que deve rolar essas conversas quando alguém precisa se referir a mim.
E eu não me importo.
Até gosto, pra te falar a verdade.

E essa semana, depois de ser gentilmente tagada 48 vezes, em vídeos de anúncio de gravidez e matéria de jornal que afirmava que de acordo com uma pesquisa aí, mães de 4 ou mais kids, eram mais felizes e realizadas. (?)
Eu cheguei a conclusão de que eu “cheguei lá”
Os ”lás” das pessoas são relativos, mas um dos meus objetivos de vida, era ser lembrada por coisas boas.
E nada, nem rabanada, pode ser melhor do que se lembrada, por causa do acontecimento de outra vida.
(apesar de que fico bem feliz quando pessoas me associam com rabanada, por causa do meu amor ~incondicional~ por ela, e não pelo seu formato, espero)

E foi por causa dessas marcações, também, que passei a observar o meu comportamento.

Em um encontro casual, comprando remédio, com a recepcionista do consultório médico, no cabeleireiro, eu SEMPRE, s-e-m-p-r-e dou um jeito de dizer que tenho 4 filhos, tipo, SEMPRE!

Tem gente que gosta de falar da profissão, do jogo de futebol, da roupa da moda, da balada da vez, do restaurante super bem frequentado, da vida alheia, de política e tudo mais que eu também entendo, mas abstraio em um primeiro momento, porque senhoras e senhores, ser mãe é o papel do qual eu mais me orgulho nessa vida.

Tendo dito isso.

Depois de 1 mês completo tendo 15 horas semanais dedicadas inteiramente e exclusivamente a minha pessoa, e os vendo mais independentes, tá crescendo em mim (acalma que não é outro filho!) o desejo de voltar ao mercado de trabalho.

Eu sabia que esse momento chegaria, afinal, apesar de ADORAR (e me orgulhar), em ser dona da casa e mãe em tempo integral, tô com vontade de explorar outras possibilidades.

Porque se tem uma coisa que ser mãe de quatro me ensinou, foi que quem é mãe de quatro, é capaz de tudo, mesmo sendo mãe de quatro.

Então amigue dublinense se souber de um job que seja a minha cara, a partir de agora, pode me tagar também, dou conta do recado, pode pegar referência com meus filhos…

Gostou do texto e quer conhecer um pouquinho mais da gente?
Me siga nas redes sociais!
Facebook 
Instagram
Youtube

Facebook Comments

10 Comments

  1. e tenho certeza que será bem sucedida em tudo que se propuser a fazer. falando nisso, e a facul q vc tinha começado aí?
    xx

    • Não era faculdade, era diploma, ainda estou estudando, as aulas recomeçam semana que vem e tô fazendo outro curso também, esse outro é webdesign….mas o de Direito é pra ser Legal secretary, mas queria voltar ao mercado, antes de concluir o curso. Um beijo e obrigada pela força! xx

  2. Trabalhar fora…ah..aí e demais né…

  3. Sem dúvidas que vc dá conta!!!
    🙂

    Não pensa no 5°???

    beeijo

  4. Olha, sou mãe de 1 (e também sempre dou um jeito de inserir o assunto em qualquer conversa), e te contrataria só por ser mãe de 4.
    Porque né, acredito que você deve ter superpoderes e seria uma adição fantástica a qualquer empresa. Sério.

  5. Concordo em tudo…
    Ah sou mãe de 4 também é adoooroo é a melhor coisa q fiz na vida meus filhos são minha vida sou muito realizada com eles e me tornei uma pessoa melhor por causa deles…
    Uma feliz semana p ti…
    Beijos da Edna…
    http://www.diamantenegroraro.blogspot.com.br

  6. Exatamente há um ano, falávamos sobre isso. Acho que não dou conta de ser mãe de 4, mas super me inspiro nas suas experiencias! Boa sorte no novo rumo, com certeza as 4 referencias são boas! bjos

Deixe uma resposta