Nodlaig mhaith chugnat !!!!

Nodlaig mhaith chugnat !!!!


Influenciada pelo clima de Natal que ja anda pelas ruas de Dublin antecipada pela prefeitura que inaugurou essa semana a principal Arvore de Natal (tudo devido a crise que ronda essas terras) ,resolvi escrever sobre a minha experiencia
a respeito dessa data por aqui.

Passar o Natal na Irlanda eh uma experiencia muito legal (e diferente) ao que nos brasileiros estamos acostumados.

Quando eu era crianca e assistia a filmes feitos na America ou Europa nessa epoca,ficava encucada (e decepcionada)
vendo aquela neve toda…as casas e suas chamines…milhares de luzes por toda a cidade…obvio que depois que cresci
aprendi que por aqui eh inverno e enquanto o PAPAI NOEL brasileiro sofre horrores dentro daquele “uniforme”,
o PAPAI NOEL POR aqui eh abencoado com temperaturas baixissimas e ate neve!
(Inclusive “SUPER ACHO” que deveria existir um traje verao para esses sofredores na America latina!)

Tirando o fator temperatura (ou a falta dela) outra coisa por aqui tambem eh diferente,enquanto que para nos o Natal comeca a ser
celebrado apartir do dia 24 de dezembro com ceia e troca de presentes,na Irlanda o Natal eh celebrado no dia 25,
quando familias ceiam unidas na hora do almoco ou jantar.

O cardapio eh um pouco diferente,bolinho de bacalhau ,rabanada e panetone NAO sao comuns por aqui. 🙁
O peru permanece (pelo menos), e nossas tradicionais guloseimas sao substituidas por Irish Pudding (um tipo de salsicha,
que parece com kibe e que eu ainda nao consigo explicar,mas nao eh muito ruim nao.).

As criancas colocam as meias penduradas na chamine (e nao na janela como nos) e deixam whiskey e bolo para o PAPAI
NOEL,que retribui com presentes e laranja. 🙂

As Arvores de Natal sao em sua grande maioria pinheiros de verdade,eh tradicao a familia enfeitar a arvore junto e eh reaponsabilidade do papai da casa colocar a estrela no topo.

Aqui uma coisa muito comum sao os “crackers” um tipo de caixa que vem com diversas prendas,tipo pinca,cadeado,tesoura,
perfume…isso tupo vem embrulhado e depois da ceia cada um estoura o seu e leva o brinde.
Eh uma opcao(bem baratinha) quando se recebe visitas
de ultima hora ,e todo mundo se diverte “estourando” os embrulhos,normalmente em praticamente todas as lojas por aqui
a gente encontra essas coisinhas.

Outra coisa que acho muito interessante e que a maioria de nos brasilieros nao fazemos faz tempo, eh enviar cartoes de Natal(desses manuais e postar pelos correios) que com esse BUM digital foi substituido por emails e cartoes virtuais,aqui ainda eh muito valorizado.

Outro grande costume é uma vela (hoje luz elétrica) que se coloca na janela, na véspera de Natal até ao dia de Santo Stephen para ajudar, o caminho de algum viajante perdido.

Infelizmente uma coisa que nao vi e que senti muita falta ,foi a confraternizacao entre vizinhos a que eu estava muito acostumada e que adorava.

Caridade tambem nao eh o forte dessa epoca,eh claro que existem campanhas de arrecadacao,mas nada comparado ao Brasil,obvio que tenho que ser justa e lembrar que sao poucas as familias que precisam de assistencia na Irlanda,mas nesse caso seria legal aproveitar o clima e fazer campanhas ate mesmo para outros paises,neh?

Bem,seja aqui ou acola que o espirito natalino te envolva desde ja e voce faca a sua parte e entre no clima…porque o Ano ja ta acabando…
Entao…eh Natal…

xxxxxxxx

Facebook Comments

2 Comments

  1. Meu Deus, o que significa o título da postagem??

    Olha, você acredita que hoje eu estava voltando do trabalho pra casa, pensando em várias coisas.. daí algo me fez lembrar seu blog, e pensei em lhe sugerir postar sobre as tradições da Irlanda para o Natal e as festividades de passagem de ano. Nossa, fiquei boba quando cheguei aqui e você já tinha feito tudo isso!

    Agora só falta dizer como será o reveillón..

    Adorei, Ká! Beijos!

  2. Nossa, nem acredito que o natal já tá chegando!
    Que seja lindo, aqui no calor dos 38 graus da minha terra, Maceió. ou na neve, e na baixa temperatura de Dublin.

    😀

    e acredite…
    “É sempre amor mesmo que acabe
    É sempre amor mesmo que mude
    É sempre amor mesmo que alguem esqueça o que passou.”

Deixe uma resposta