Jantar Mata a Sogra, de inveja

Jantar Mata a Sogra, de inveja

Quem acompanha aqui o blog sabe que minha sogra detesta a minha comida não gosta de experimentar novos sabores, ela tem um problema muito sério com mudanças e isso inclui paladar.
O problema dela, a meu ver, beira a falta de amor consideração, porque né? 
Quem em sã consciência leva marmita para jantar ou almoçar na casa de alguém? 
Ela.
Ela leva.
E come, a comida dela.
E no final do jantar, diz que estava tudo uma delicia.
Enquanto eu admiro incrédula a cara de pau.
Eamon sempre quer morrer quando acontece isso.
Ou eu quero mata-lo, não sei bem ao certo.
Mas depois a raiva passava e eu ate entendo, deve ser mesmo difícil mudar de comida temperada com água e sal para uma explosão de sabores exóticos, deliciosos e crocantes. 
However, não da para enfiar as nossas gostosuras guela abaixo de ninguém, quer dizer, dar ate da, eu só meio que cansei de tentar, azar de quem não experimenta de coração aberto, não é mesmo?
E aí que ano passado o marido de uma amiga, irlandês super talentoso na cozinha, passou um final de semana com a gente nas férias e cozinhou, e foi poético e eu aprendi, e copiei a receita de Vinny descaradamente e pensei comigo: É agora que a sogra vai comer de passar mal e vai morder a língua.
Dito e feito.
Na primeira oportunidade de volta a Dublin, fiz um almoço em casa e usei o menu completo porque já que é pra fazer, vamos fazer bem feito!
Esse é na verdade um menu bastante irlandês, mas tem um toque da cozinha moderna renascentista contemporânea, que é a minha cara 😉
Fiquei tão emocionada de vê-la comendo outra coisa que eu tenha feito e que não seja arroz, que esqueci de fotografar e então dali em diante esse virou meu prato oficial pega sogra.
E somos todos muito felizes quando cozinho isso 🙂
Porque comida faz isso com a gente.
E como sou uma pessoa que gosto de passar adiante minha experiência de vida, to aqui pra te dar uma idéia sobre um prato para impressionar a sograiada, é tipo, tiro e queda, mas nada impede de você tentar fazer pra você mesmo, ou pra namorada, ou para o namorado ou para seus pais, eu farei para os meus assim que eles chegarem (viu, mãe?! Vem correndo!)
E quanto ao título do post, ele é meramente ilustrativo, não queremos matar nossas amadas sogras, já que queremos todas bem vivas para aplaudir de pé nosso sucesso, não é mesmo?
(Se você é alguma psicopata e está considerando realmente essa idéia -de matar a sogra- e chegou aqui pelo google, desculpa aê, somos da paz e do amor e da comida)
Fillet de Porco recheado com farofa e enrolado com tiras de Bacon
Escolha um filet de porco sem muita gordura, corte no sentido do cumprimento, recheie com farofa e enrole com bacon.
O segredo é que a farofa irlandesa é feita de miolo de pão fresco, temperada com ervas e manteiga derretida.
Então para faze-la , use uma tigela, coloque o pão fresco, misture ervas finas e duas colheres de manteiga, leve ao forno por 20 minutos até ficar da minha cor 🙂
Tire do forno e recheie o porco. 
Enrole o porco já recheado com as tiras de bacon e leve ao forno por 40 minutos.
Molho de Maçã
Corte duas maçãs (de preferência da verde, mas se não tiver, pode a usar qualquer uma) , leve ao fogo em uma panela anti aderente, misture água e açúcar e deixe cozinhar.
Esse processo dura em media uns 40 minutos, vá acrescentando água.
Aqui na Irlanda servimos a carne de porco com molho de maçã, fica uma delícia!
Batata Gratinada
Descasque a batata e corte em rodelas.
Leve para cozinhar na água e sal por 5 minutos.
Escorra e coloque em um refratário para leva-la ao forno.
Em uma vasilha misture creme de leite, pimenta do reino, alho a gosto, queijo gratinado, 1 colher de azeite, misture e jogue sobre a batata, leva-as ao forno e as deixe dourando por aproximadamente 35 
minutos
Cenoura ao forno
Corte a cenoura em palitos, tempere com azeite, um pouco de sal rosinha do Himalaya e pimenta do reino a gosto, misture bem para que a cenoura fique toda revestida com a mistura e leve ao forno.
Serei honesta, o que mais gosto nesse menu é a simplicidade e a facilidade de fazer todos os pratos no forno, se você tiver um grande, melhor ainda, tudo ficara pronto ao mesmo tempo e isso te poupara tempo e dinheiro e gostamos de poupar tempo e dinheiro.
Voce pode servir com arroz normal, arroz com passas ou Pure de batatas.
Espero que tenha gostado e se animado a fazer!
Bon Apetit 
Facebook Comments

6 Comments

  1. Karine, moro em Dublin e tenho um namorado Irish, vou tentar isso JÁ pra conquistar a sogra de vez! Ela não é fresca mas nunca comeu a minha comida então tenho que arrasar de primeira! Muito obrigada! rsrs
    beijo
    Ana

  2. E o Irish Stuffing?????

    • Oi! Acho que de tao simples passou despercebido!
      Eles usam farelo de pao fresco mesmo, pode ser de forma mesmo, O segredo é que a farofa irlandesa é feita de miolo de pão fresco, temperada com ervas e manteiga derretida.
      Então para faze-la , use uma tigela, coloque o pão fresco, misture ervas finas e duas colheres de manteiga, leve ao forno por 20 minutos até ficar da minha cor 🙂

      xx

  3. Parece tudo uma delícia, mas eu não entendi como é feita a farofa.

    • Oi! Acho que de tao simples passou despercebido!
      Eles usam farelo de pao fresco mesmo, pode ser de forma mesmo, O segredo é que a farofa irlandesa é feita de miolo de pão fresco, temperada com ervas e manteiga derretida.
      Então para faze-la , use uma tigela, coloque o pão fresco, misture ervas finas e duas colheres de manteiga, leve ao forno por 20 minutos até ficar da minha cor 🙂

      xx

  4. Adoreiiiii seu texto bem humorado e inteligente!
    Não perco mais nenhum!
    Há muito tempo não ria com tanta coisa boa…
    Valeu Karine!

Deixe uma resposta