Karine Keogh Ka.Entre.Nos Blog Irlanda

Como encontrar um especialista?

Como encontrar um especialista nos dias de hoje – que não tenha sido formado pelo Grey’s Anatomy ou YouTube university?

Eu não sei você mas tenho refletido muito nos últimos dias, de repente, esse seja o lado bom da gente ser obrigado a dar uma desacelerada assim, repentina.

Mas o fato é que tenho observado que cada vez mais as pessoas – brasileiros, irlandeses, europeus, americanos, e todos os outros seres humaninhos vem repetindo essa tendência mundial de se achar especialista em algo, pura e simplesmente porque passou ou está passando por determinado processo.

Nem aqui na Irlanda a gente escapa.

Uma coisa é você contar a sua experiência baseada na sua vivência pessoal, outra coisa é você “vender” isso como se fosse a verdade absoluta.

Já repararam na quantidade de coach que a gente tem hoje em dia?

Eu, Karine, desde que comecei a escrever o Ka.Entre.Nos, sempre tomei cuidado em não me classificar como um blog de maternidade, por não ser médica ou psicologa, nunca nem abordei assuntos complexos como Parto, amamentação, educação, alimentação, nada.

Todos os meus posts passam uma ideia do que escolhi para mim e para minha familia, mas todos possuem um ar completamente despretencioso de que aquela determinada escolha e o fato de eu ser mãe de quatro, nunca me transformou em uma especialista.

Do mesmo jeito que acho perigoso pessoas que emagreceram falando sobre dietas e exercicios sem serem professores habilitados.

Isso não é uma crítica, mas uma reflexão de como de fato encontrar um especialista quando todo mundo virou um e de quão carente a gente está de reafirmação porque no fim a gente tende a escolher alguém que reafirme a maneira como a gente pensa.

(Tipo escolher o presidente, saca? Alguém que assine embaixo dos nossos ideais e no que a gente acredita que seja melhor para nossa sociedade )

Tem pediatra que defende deixar chorar, tem pediatra que defende jamais deixar chorar.

Se eu acredito que deixar chorar faz bem eu instintivamente seguirei quem concorda comigo. Acabei de falar de pediatra, que é um especialista, mas isso é pra mostrar que no mundo dos especialistas leigos, a gente acaba seguindo quem assina embaixo das nossas ideias e acaba se fechando para outros pontos de vistas baseados em fato e estudos reais e não simplesmente achismos. – o inverso de #fakenews de whats App.

Por exemplo, eu não gosto do termo “maternidade real” usado quando alguém quer compartilhar algo difícil sobre a maternidade, porque me parece que esse termo esta deslegitimando as mães que não passam pelo mesmo como sendo não reais, acho que seria fantástico se o termo fosse “Minha maternidade real” , porque não é pelo fato de eu nunca ter chorado trancada no banheiro, ou porque achei a recuperação das minhas cesáreas ou não ter sentimento de culpa por não ter amamentado, que a minha maternidade é menos real que a sua.

Ela só é minha.

Maternidade nunca foi um fardo pra mim, nunca! – por favor, aceite!

Já tive momentos difíceis e continuarei os tendo, mas não sou de concentrar minha energia no problema, meu foco sempre vai para a solução, em tudo na minha vida, eu sempre fui assim.

É certo? Não sei se é pra você e não estou preocupada, porque é de fato certo pra mim.

Acho engraçado até , pessoas ainda grávidas dando conselhos de maternidade, tanto quanto, pessoas que por terem um corpo bonito se acham aptas a fazer live passando exercícios físicos.

Por mais que a intenção seja a das melhores, elas não estão fazendo o menor favor a sociedade e aos especialistas de verdade.

Tenho refletido muito em como absorvo a informação que chega até mim.

Eu nunca entrei no Instagram para saber qual parto me faz uma mãe melhor ou uma mãe preguiçosa, mas isso porque eu never gave a damm sobre o que os outros pensam sobre mim, mas tem gente – e muita- que pode se abalar com o que lê a respeito de suas escolhas.

Eu, Karine, quando quero um especialista, procuro um, de preferência com diploma válido.

Eu amo ver fotos dos seus filhos, do seu emagrecimento, do seu café da manha, da sua barriga crescendo, da roupa linda que voce comprou, da sua make perfeita indo para aquela festa, de você na praia cheia de curvas usando um biquíni que te deixa ainda mais maravilhosa.

Adoro ler a frase de inspiração que te deu força naquele momento difícil, na sua superação, escutar sobre sua promoção.

Adoro ver que voce move on from aquele cara que não prestava.

Adoro ver foto dos lugares lindos que voce visitou, de como sua barriga esta tanquinho depois de 3 filhos ou de como você esta radiante com kilos a mais.

Adoro a dica do produto que você passou no cabelo, e do batom da sua boca.

O resto, deixe para os especialistas, médicos, o educador fisico, o nutricionista, o obstetra, a psicologa, a doula e todos os outros profissionais que estudaram anos para nos auxiliar.

Não deixem de compartilhar suas Experiências , sempre, mas por favor, cuidado ao compartilhar verdades absolutas.

A não ser que seja #forabolsonaro

#forabolsonaro

Nesse caso não precisa ser especialista em nada, só mesmo ter amor a sua vida e a do próximo.

Facebook Comments

Deixe uma resposta