Brasileira é tudo Puta.

Irlandesa,Americana,Japonesa,todas,também são.
Que mania que esse povo tem de generalizar tudo, inclusive comportamento e personalidade e o que é pior, justificar isso usando a nacionalidade.

Vai lá que a “Mulher Melância” não ajude muito a dismistificar isso, mas nenhum gringo vai te tratar como tal “só”porque você tambem é Brasileira, Tudo depende do seu comportamento.
Eles podem ser MUITO respeitosos se você mostrar a ele que COM VOCÊ o ritmo é diferente.

É engraçado morar fora, os guris “pegam” as “minas” de tudo quanto que é lugar do mundo,usam e abusam,(rola ate “youtube” vez em quando) e quem leva fama somos nós, as brasileiras e sabem porque?, por que namorar, morar e casar com um gringo é sinônimo (para os pouco esclarecidos) de  interesse que é igual a putaria.

Então aos habitantes do país da “Mulher Mascarada”, “Mulher Samambaia” e das “Feiticeras” tenho o prazer de apresentarrrrr tchan-tchan-tchan-tchannnnnnnnnn : A “Mulher Pastel”,que ainda acredita em coisas
“fora de moda” como reciprocidade e respeito e se garantem mais numa boa conversa do que rebolando até o chão com calça da gang e marquinha de biquine aparecendo e o que é melhor, esse “tipo” nao está na televisão, tem um monte delas do seu lado.

Quem não é “Bananinha” sabe muito bem do que eu estou falando.

Adicionar aos Favoritos BlogBlogs

Facebook Comments

16 Comments

  1. http://www.ideias-loucas.blogspot.com
    adorei o seu blog!!! Da uma passadinha n meu? vou te add nos meus favoritos ok!?

  2. Odeio esse tipo de coisa, claro que existe mulher melancia e etc, mas acharem que todas as mulheres são assim é ridiculo. Nos EUA existe Pamela Anderson entre outros exemplos, e na Europa tambem tem seus exemplos.
    Mas infelizmente é assim, mulheres que deveriam ser exemplos nao tem destaque tao grande que nem essas dai

  3. ameeeeeiii esse post
    vc está certícima

    DIGA NÃO A GENERALIZAÇÃO!

    vou copiar e postar no meu blog, te darei os créditos espero q não se importe!
    qlqr coisa m diz!
    bjinS

  4. Muito bom ..concordo com o que vc disse o povo gosta d generalizar tudo, Mas é só se darem ao respeito q nao sao interpretadas mal….

    http://www.sonacachaca.com

  5. eu axo q essa putaria tem em todo lugar
    todo mundo
    em qualquer pais tem prostiuição
    só aqui no brasil que a coisa é mais pra parte da baixaria
    esses dias vi uma stripe quefez um show dentro do metro
    pra consegui uma grana
    e nao apareceu nenhum tarado pra agarra ela
    c foc aqui no brasil tinha sido estrupada

    la fora tem mta mais respeito entre as pessoas

    abraços
    http://blogaragem.blogspot.com/

  6. claro … vamos trocar sim , já to linkando seu blog , tbm adoro passar por aki… e esse post ta otimo… por causa dessas mulheres bunda.. nós pagamos o pato né? bjks

    http://www.daniilopes.blogspot.com

  7. ahh karine… adoro tbm caio fernando e ese pedacinho que te mandei é lindo né? bjks .. quando tiver novidades dele me manda… bjss
    se quiser me add no msn: danisiinhalopes@hotmail.com

  8. digamos que tudo está “bundalizado” hoje em dia, Seja aqui no Brasil, com aquela gorda feia da Mulher Melancia (de boa, ela não é tudo aquilo que falam de jeito nenhum), ou aí na Irlanda, onde os povos peidam, mas sem sair poeira. ;~~
    Mas generalizar não é legal não, e não são só as brasileiras que fazem isso e aquilo, e são tudo putaiada, neem todas, assim como em vários lugares do mundo. Para toda regra existe uma exceção.

    http://peidaesaipoeira.blogspot.com

  9. Pois é, isso é lamentável. O pior que as mulheres brasileiras fazem por merecer, rs.
    Mas generalizar já é demais.
    🙂

    tyciaraa.blogspot.com

  10. é triste saber que esse conceito é geral. conheço um pessoa que participou de porjetos sociais em alguns paises da América do Sul, e as pessoas se supreendiam por ela ser brasileira e não ser prostituta. a verdade é conhecido mundialmente como o pais da imoralide.

  11. Aham! ja passei por poucas e boas… e não sou bananinha!
    Adorei aqui! Vou adicionar também!
    Beijos!!

  12. Infelizmente essa é a imagem passada pra os “gringos” que aqui aportam,por contam de comportamentos deploráveis de algumas mulheres.Mas existem as exceções,é claro,e nos podemos mostrar isso pra todo mundo.
    Amei seu blog!Posso te linkar?Bjs!!!!!!!!

  13. Complicado né, Karine?!

    Eu já passei por isso, quer dizer, vi isso de perto, mesmo sendo uma típica mulher pastel! rs
    Sou brasileira mas tenho a cidadania européia (minha mãe é espanhola) e decidi passar “uns tempinhos” por essas bandas daí.
    Complicado ver a forma que os homens vêem as mulheres brasileiras, e eu tentei me colocar no lugar deles pra entender porquê pensam isso.
    Percebi uma coisa.
    Pelo menos na Espanha, por mais extravagantes que sejam, as mulheres têm um jeito de se vestir mais comportado (tudo bem que é fachada, porque as espanholas não são mole!), já algumas brasileiras, acostumadas com a pouca roupa do país tropical, mostravam tudo! Ou quase tudo! Costume… Na verdade a maioria era assim.
    Ficava fácil identificar não todas, mas a maioria das brasileiras que andavam pelas ruas. Não todas porque eu, por exemplo, nunca andei assim.

    Cheguei no Brasil depois de um tempo e percebi que realmente a pouca roupa daqui era semelhante a de algumas meninas que trabalhavam “na rua”, tanto brasileiras quanto as outras estrageiras.

    Talvez seja uma tese mal pensada, mas por enquanto, na minha mente, é a única explicação.

    Realmente o tipo Mulher Samambaia e afins não ajudam muito a dismistificar a coisa, mas… Avante Mulheres Pastel! rs

    Muito complicado.

    Beijão pra você!

  14. Aconteceu algo com você que te fizesse querer desabafar?

    Há alguns meses, voltando de Gort (onde fui à passeio), um senhor sentou-se ao meu lado no ônibus, disse que é TD (político), o que duvido muito, e depois, entre outras coisas chocantes, disse que em Gort enquanto as mulheres vão para a rua, à noite, satisfazer os irlandeses, os maridos ficam em casa com a “poupança” grudada no sofá. Ou seja, as brasileiras são p*t*s e os homens preguiçosos. Quando disse a ele que sou casada para ver se ele parava de esbarrar a mão, que segurava um jornal, na minha perna, ele disse que eu sempre deveria fazer o meu marido me pagar depois de termos relações sexuais!

  15. Infelizmente a brasileira tem fama de puta nos outros países. Eu já fui para a Itália, Argentina, Estados Unidos e Alemanha, e em todos esses países eles dizem que as brasileiras são fáceis e putas.

  16. 1- Europa tem 75 mil prostitutas do Brasil
    Uma prostituta brasileira foi eleita em Genebra para comandar a associação da categoria. Venceu fácil. Representa a absoluta maioria.
    Jamil Chede conta que em ruas de prostituição da cidade, na Suiça, português é língua corrente e ser brasileira rende os michês mais caros, o que leva as prostitutas de outras nacionalidades a fingir que são brasileiras para competir. Na Europa, segundo a Organização Internacional de Migrações, são 75 mil prostitutas brasileiras em ação.
    FONTE: http://blogdoparrini.blogspot.com.br/2013/01/bomba-brasil-tem-75-mil-prostitutas-na.html

    2- BRASIL É O MAIOR EXPORTADOR DE PROSTITUTAS PARA A EUROPA
    Após ser descoberto por Portugal em 1500, foi somente em 1808 que o Brasil obteve uma autorização do governo colonial Português para definir as suas primeiras fábricas e fabricantes. No século XXI, o Brasil atingiu a posição de 8ª maior economia do mundo. Se no início, a lista de exportações era basicamente de matérias-primas e bens primitivos, como o açúcar, borracha e ouro, hoje 84% das exportações é constituída de produtos manufaturados e semimanufaturados, além de, acreditem ou não, homens e mulheres para trabalhar na PROSTITUIÇÃO de paises europeus, principalmente.
    FONTE: http://betaolemela.blogspot.com.br/2010/09/brasil-e-o-maior-exportador-de.html

    3- OIT lança cartilha para prostitutas brasileiras na Europa
    FONTE: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,oit-lanca-cartilha-para-prostitutas-brasileiras-na-europa,57082,0.htm

    Sim, a verdade dói… E não adianta querer dizer que "todas" as mulheres do mundo são iguais.

Deixe uma resposta