A Dor e a Delícia, das escolhas dessa vida.

A Dor e a Delícia, das escolhas dessa vida.

Eu não sei você, mas eu não aprendi a ler e a escrever aos 4 anos de idade.
E as vezes me arrependo de não ter segurado a Chloe mais 1 ano antes de manda-la para escola, como muitos pais fazem, mas né? vivendo e aprendendo e antes dos 5 anos ela já está apta a escrever e ler algumas palavras. Acho errado. Gostaria que o primeiro ano na escola fosse mais divertido do que trabalho de casa, e isso no caso dela veio com uma consequência, Chloe está gaguejando, já tive fases em que estive mais preocupada (o Breno também gaguejou com a mesma idade), mas agora, fazendo tratamento com uma fono parece que esta amenizando e muita gente que não tem um contato longo com ela, nem percebe.

Com isso, descobri que até a escola tem um lado não tão positivo, principalmente quando as kids (mais imaturas) estão construindo sua auto estima.
Por outra ótica o lado artístico da Chloe tem andado bem aflorado e ela passa os dias e noites desenhando e pintando.

Consigo entender os pais que preferem, por convicção “homeschooling”, seus filhos, aliás essa é uma prática que vem crescendo cada vez mais aqui na Europa e até no Brasil, mas eu, mesmo com prós e contras, gosto muito do contato com o mundo que essa troca de “realidades” proporciona e acredito no convívio social como um grande aliado para a construção de adultos open mind e mais conscientes das necessidades do próximo.

Na escola da chloe as famílias vem de diferentes backgrounds e acho isso, no momento em que estamos vivendo, muito interessante.
A Escola é uma das poucas não Católicas da Irlanda, quer dizer, a escola ainda é católica, mas as aulas de catecismo são dadas após o horário escolar, diferente da maioria (não todas, mas a grande maioria), que para ter seu filho matriculado ele tem que ter sido batizado (?) !

Lá eles celebram todas as datas importantes do calendário de todas as religiões e as crianças chegam em casa cheios de história pra contar e com uma visão mais homogênea de que realmente, somos todos iguais, sejamos católicos, muçulmanos ou Ateus, e a grande diferença entre as escolas daqui e as do Brasil é que tudo é bem simples, sem grandes produções, sem presentes inúteis, tudo que a criança trás pra casa é feita por ela e para ela e é tão bonito.

Agora imagine um coral de Natal, no frio, no vento, mas com tanto amor, que esquenta a alma?

E as férias de inverno chegaram, algumas horinhas mais de sono pra gente, quer dizer….pra eles.

Posso confessar? Eu amo o Natal.

Facebook Comments

5 Comments

  1. Ah !!!! que lindo!!!!! adorei as fotos, mas está sempre faltando alguém….muito fofas vcs e as girls..bjks

  2. Karine eu moro nos EUA mas minha filha estuda em escola catolica , que aqui sao ordens que vem da Irlanda. Acho eles bems everos com a disciplina e tb nao gosto muito da quantidade de testes que fazem com as criancas. ai tb eh assim, as criancas devem ser examinadas e se nao estao nao patamar que els querem mandam embora?

  3. Feliz natal Ka, muitas felicidades e conquistas para toda a sua família. Saudade de você no Twitter! Beijos x

  4. Também amo o natal.
    Jamais na minha vida faria Homeschooling. Admiro muito quem faz. As mães adeptas têm o meu respeito e admiração, mas não é pra mim, eu ficaria louca, certamente.
    A minha filha mais nova gaguejou muito dos 2 pra 3 anos, muito mesmo. Fiquei até assustada. Mas o fato de ser bilíngue aumenta muito essa possibilidade. Ela gaguejava mais na língua que era mais fluente. Depois passou. Completamente.
    Feliz Natal atrasado pra você, Rosinha e os pimpolhos.

  5. como sua irmã parece com vc, eita sangue bom esse dos teus pais em :)… tuas babys lindas tb !!!

Deixe uma resposta