A importancia de se posicionar politicamente e te dizer que #elenao

Nos ultimos tempos a politica virou assunto na minha mesa de jantar.

Comecou no inicio do ano quando aqui na Irlanda votamos no plebiscito a favor da legalizacao do aborto para terminacao da gravidez de ate 12 semanas e agora com a atual situacao da politica brasileira politica voltou a bater na nossa porta, assunto esse que nunca fez parte das minhas discussoes familiares, nao eh atoa o posicionamento da minha familia nessas ultimas semanas, definitivamente, eles nao entendem -mesmo- nada de politica. Para o meu desgosto. E para o seu tambem daqui a alguns dias.

O fato eh, que decidi nao me omitir.

Eu nao faco parte de partido, ou de panelinha.
Alias, nem no PT votei no primeiro turno, acho que realmente o Brasil esta precisando de mudanca, mas pera la, isso nao significa que eu queira essa mudanca pra pior como o que parece estar acontecendo com a maioria dos brasileiros.

Tenho escutado nas redes sociais que nem direito ao voto eu deveria ter por morar fora do Brasil.
Logo eu que por morar fora do Brasil, sei o que funciona e por saber o que funciona, quero o mesmo para o meu Paihs natal e pra quem ficou, mesmo que voce nao veja assim, mesmo que seus olhos sejam olhos de raiva, de sede de vinganca, de grupinhos no whats app.

Vamos nos unir, nao a favor do mal, vamos nos unir para fazer o bem, pra unificar e nao separar.

A gente vive em uma democracia, que delicia que isso eh.

Nao me meteria no seu voto se dois democratas estivessem competindo, mas impossivel me calar, porque a escolha entre a democracia e o fascismo eh muito facil de ser decidida por quem tem um pouco que seja de amor proprio e amor ao proximo, mesmo que o proximo nao seja como voce.

Que libertação, morar em um País onde não existe dia das crianças.
Onde presente do dia dos namorados é chocolate e cartão.
Onde o ovo de páscoa custa 4€.
Onde festa de criança é bolo e guaraná.
Onde o rico anda de bus e tá todo mundo cagando pro carro que você tem, onda mesmo é morar perto de uma estação de trem!
Onde eu pago 42% do meu salário em taxa, e metade do que sobra pago pra baba.
Onde essas taxas são usadas pra pagar seguro desemprego- que pode ser até vitalício e pra dar casa pra quem não tem.
Que o aborto e o casamento gay foram legalizados depois de plebiscito.
Que se eu precisar ir ao hospital -mesmo público- pago 100€ pra ver um doc, só eh de graca pra quem não pode pagar.
Meus filhos, como 90% da população, estudam em escola pública e como pais, contribuímos financeiramente durante o ano para cobrir o gasto que muitas vezes a verba destinada a escola, não cobre.
O que eu ganho com isso?
Um País com uma desigualdade social mínima e por consequencia com índice de violencia baixo.
Policial nem arma usa.
.
.
Agora, vai falar pro brasileiro, que vota no #elenao , dar dinheiro pra ajudar a escola pública do filho – se nem a reunião de pais ele vai, vai falar pro brasileiro que ele tem que desembolsar 100€ pra ir a uma emergência tendo plano de saúde, vai o marido chegar em casa com um cartão escrito a mao e uma caixa de chocolate de presente e vice-versa! – vai dizer pra sua amiga que gastar 4000 reais que ela não tem pra fazer festa pro filho que nem vai lembrar, eh Bobagem!
.
Muitos querem o que a Europa tem, mas não querem ser como os europeus são!
.

Os valores de quem vota em um cara como esse esta completamente invertido!!!

O que sobra, eh pena.
Esse voto so pode ser de desespero.
Só pode.

Mas a verdade é que ninguém toma boas decisões no desespero.
O desespero cega.
E as consequências podem ser catastróficas.
Ainda da tempo.

Melhor pular desse muro agora.

#elenao #elenunca #haddadsim

Facebook Comments

2 Comments

  1. Excelente Artigo !! Eu estou adorando visitar blog, sempre tem conteúdo de muita qualidade …. São muitos legais, e interessante ….

    Parabéns !!!!

    Posso compartilhar este artigo no meu Facebook ?

    Meu Blog: Apostando na Loteria

  2. Diana Pessoa Silva Freire

    Chorei de emoção aqui. Obrigada!

Leave a Reply