Como morar na Irlanda e fazer intercâmbio com Crianças

Faz um tempo que tem me chamado bastante atenção o aumento do número de pessoas procurando informações sobre como fazer intercâmbio com a família. (intercâmbio com filhos ou intercâmbio com crianças)

Por favor, não se deixem influenciar e se empolgar com posts de agências de intercâmbio dizendo que tá cheio de emprego aqui na Irlanda para quem fala português, porque NÃO está!
Até tem um ou outro mesmo, mas essas vagas podem ser preenchidas com facilidade pelas pessoas que já moram aqui e tem visto Stamp4, ou seja, esse tipo de artigo dá a falsa ilusão de que a mão de obra disponível aqui não é suficiente e essas empresas precisam contratar brasileiros que ainda estão no Brasil e isso está MUITO longe da realidade.
Tem MUITO brasileiro desempregado aqui na Irlanda.
Tem muito Irlandês desempregado aqui na Irlanda.

Em quase 9 anos escrevendo o Ká.Entre.Nós nunca vi nada parecido com o número de brasileiros procurando informação para deixar o Brasil e honestamente isso me desperta um sentimento de tristeza imenso, porque uma coisa é você sair do seu Pais a lazer, para conhecer o mundo, para estudar, para experimentar uma nova cultura e outra coisa bem diferente é sair no desespero e na esperança de uma vida melhor e com melhores oportunidades, longe de casa, quando na verdade essa segurança que muitas famílias procuram hoje em dia deveria estar disponível no nosso País, não é mesmo?

Infelizmente são poucas as pessoas que tem a possibilidade de imigrar legalmente e morar na Europa de acordo com as leis da União Européia, levando crianças consigo.

A Irlanda é um excelente destino para quem, sem família, quer aprender inglês e fazer um intercâmbio e é um dos poucos Países que permite que você, com visto de estudante, trabalhe, Por isso o aumento da procura pelo intercâmbio na Irlanda, levando-se em consideração que as leis para Inglaterra e Estados Unidos são bem mais restritas, aqui você pode ‘sobreviver’ enquanto faz intercâmbio com um emprego Part-time.
(seria impossível sustentar crianças com um emprego de 20 horas semanais que é o permitido por lei)

Tenho impressão de que algumas pessoas acham que é fácil, tanto arrumar as malas e partir, quanto “burlar” a imigração de um País, e não é, nem uma coisa e nem outra.

Para morar na Europa legalmente com a família, incluindo filhos menores de 16 anos, você deve ser portador de passaporte Europeu ou ter visto de trabalho, o que com o grande número de desemprego por aqui, anda cada vez mais raro, com exceções de algumas áreas que falta de profissionais capacitados (TI e área da saúde por exemplo).

Porque fica impossível eu responder cada email de maneira pessoal, resolvi fazer esse post genérico com as perguntas mais frequentes que venho recebendo, assim fica fácil para quem esta procurando informação e para mim, que não tenho conseguido responder aos emails como eu gostaria, por motivos óbvios de falta de tempo 🙂

Posso ir para Irlanda/Europa como estudante e levar meu filho?

Não.Não pode.

Estudante NÃO pode ter dependente e até os 16 anos a criança não tem visto próprio, o visto é de acordo com o visto dos pais, ou seja, uma criança não pode ter Pai e mãe estudantes porque é ilegal.

Qual a maneira que eu tenho de levar meu filho comigo para Irlanda?

Tendo Passaporte Europeu, Visto de trabalho ou sendo estudante de doutorado, mas nesse caso, sua esposa/marido nao terao visto de trabalho, so de residencia e nao estarao autorizados e exercer atividade remunerada.

“Eu tenho passaporte Europeu, posso levar  a minha esposa/marido e meu filho?”

Sim, pode, e ela/ele aplica para o visto de esposa/marido e seus filhos podem ser seus dependentes.

Eu tenho passaporte Europeu, mas tenho medo de ir porque meu filho/filha não falam inglês.

Não falar inglês é o de muito menos, o Breno e crianças nas mesmas circunstâncias aprenderam inglês muito rápido, isso não deve ser de foto motivo nenhum de preocupação, seu filho/filha estará falando inglês melhor do que você em poucos meses só com o apoio da escola.

 

Posso ir como estudante e depois levar meu filho?

Não, legalmente você não pode.

Mas Karine, como você fez com o Breno?

Eu vim para estudar por 6 meses e nunca cogitei a possibilidade nem de ficar aqui pra sempre e nem de trazer meu filho para um país no qual eu nem conhecia.
O Breno só veio morar comigo depois de eu estar aqui a 1 ano e 6 meses e com visto de união estável com um irlandês que hoje é meu marido.

Como é a educação infantil na Irlanda?

A criança só começa a ir para pré -escola pública a partir de 3 anos e 4 meses, por 15 horas semanais.
Para a kid ficar mais do que as 3 horas diárias garantidas por lei, os pais precisam pagar as horas adicionais.
A partir dos 4 anos e 3 meses a kid já começa a ir a escola pública, o horário nos 2 primeiros anos escolares é por volta de 8:30 as 13.
Aqui na Irlanda não existe opções de turnos.

Existe creche Pública na Irlanda?

Não, não existe creche pública na Irlanda, por isso grande parte das famílias opta por contratar uma Au Pair ou um dos pais decide ficar em casa cuidando das kids, principalmente se a família tem mais de uma criança, financeiramente não compensa colocar em uma creche.

 

Quanto Custa uma Creche na Irlanda?

Varia do bairro em que você mora, mas pode variar entre €850 a €1250 mensais para cada criança.

 

Então Karine, juntei dinheiro 54365757 anos e quero colocar meu filho em escola particular, eu posso?

Pode, claro! Mas se me perguntar se você deve colocar, direi que não.
As escolas públicas na Irlanda são de qualidade e se você não for rico, seu filho se sentirá deslocado, já que a maioria das kids que frequentam private schools pertencem a uma classe social bem alta, então se não for o seu caso, acho melhor repensar essa decisão.

Como é a Saúde na Irlanda?

No ano passado o governo implementou o GP( clínico geral) de graça para crianças  de até 5 anos registradas no programa Free Gp care. (se você mora aqui e ainda não se registrou, você pode se registrar clicando aqui)
Antes disso, aqui na Irlanda não existia saúde pública, a não ser para os integrantes da União Européia, desempregados e portadores do Medical Card, tirando isso, se sua kid e você, precisarem de atendimento de emergência, nos hospitais “públicos” é cobrado uma taxa de €100
A consulta com o Clínico geral custa entre €50 a €100, de novo, dependendo do bairro onde você mora e do médico.

Como é o Plano de Saúde na Irlanda?

Os planos de saúde aqui funcionam de maneira bem diferente.
Mesmo você tendo um, como é o meu caso, ele só faz diferença em caso de internação ou de doenças graves, no geral, eu preciso pagar a consulta e de €100 eu recebo um reembolso de €15 de volta.

 

Qual o valor de um aluguel na Irlanda?

Varia MUITO de bairro.
Acredito eu, que uma família, não queira dividir apartamento ou casa com ninguém, nesse caso o preço do aluguel varia muito, mas você pode conferir no Daft, clicando aqui.

Custo de vida

Essa conta é por cima só para se ter uma idéia de gastos para uma família com 1 kid.
Aluguel – +- €1200 a o céu é o limite
Transporte público – +- €180
Alimentação- +- €400 a €600
Lazer- +- €200
Atividades extra classe oferecida pela escola €50
Vestuário +-100

Conclusões finais:
Eu, Karine, só traria filhos para morar fora se eu tivesse Passaporte Europeu ou Visto de trabalho garantido, antes de sair do Brasil.
A realidade é mais complicada do que parece no Facebook.
Um dos pais vir antes e ver como funcionam as coisas é o mínimo que se pode pensar, já vi famílias que não tinham condições de bancar um apartamento sozinho tendo que dividir acomodação com estudantes que levavam um estilo de vida bem diferente do da família e não dá pra dizer que isso é bom.
Já vi gente ilegal que não pôde ir ao Brasil quando um dos pais adoeceu, porque se fosse “perderia tudo” aqui na Irlanda.
Lembre-se que o direito de ir e vir é nosso bem mais precioso e se questione se é melhor ser ilegal do outro lado do mundo do que enfrentar a sua realidade, que pode não ser das melhores, mas é ao lado da sua família e amigos.

No mais, se você se enquadra na lista de pessoas que pode recomeçar uma vida aqui fora, mãos a obra e pesquise bastante, coloque na balança e não tente tapar o sol com a peneira (ou no caso da Irlanda, o arco-íris com a peneira) Morar fora não é fácil, mesmo com toda a estrutura, quem dirá sem estrutura.

Espero ter tirado algumas dúvidas das famílias que procuram informações sobre morar na Irlanda com filhos.

Para saber mais sobre a vida na Irlanda com crianças se inscreva no meu canal no Youtube clicando aqui !

Para informações mais detalhadas a respeito aconselho a procurar grupos no Facebook e para informações oficiais os sites irlandeses para imigrantes.

Boa sorte!

Atenção: Esse é um post opinativo/informativo, para informações oficiais procure nos sites oficiais do governo Irlandês ou na embaixada Brasileira.

Site com informações não oficiais sobre intercâmbio com crianças na Irlanda.

.

Facebook Comments

17 Comments

  1. Post excelente!
    Meus parabéns por escrever neste estilo "tapa na cara" ou "doa a quem doer" !
    Não adiantar ficar só "amaciando" para manter audiência.
    Alguém precisa falar a verdade nua e crua!

    Quem é desqualificado no Brasil ou em qualquer lugar do mundo, será um problema no seu país ou no país dos outros.

    Precisa ser qualificado e buscar um país que tenha demanda pela sua profissão ou pelo negócio que pretenda montar!

    Enfim, o brasileiro é mesmo muito iludido, por isto acaba gastando o que tem e o que não tem para tentar um American dream , Ireland dream, European dream e por aí vai…. As agências de turismo, agências de intercâmbio, empresas de aviação, mercado de hotel e imobiliário para onde este povo vai adora o dinheiro deles !

  2. E tem gente querendo sair do Brasil sem nem saber falar inglês.

  3. Adorei o post. Também tenho recebido muitas perguntas sobre Leeds é realmente não dá pra responder todo mundo. Tento encaminhar um e-mail padrão com as respostas mas tem gente que ainda reclama. Dá até desanimo de ajudar as vezes. Vou salvar esse link 🙂

    Meu "medo" de mudar pra Irlanda é exclusivo com a saúde que realmente comparada com aqui ainda é muito atrasada.

    Beijo grande

  4. achei seu post bem explicado, mas, e se eu quisesse passar um ano sem trabalhar com filho e marido, quanto seria necessário declarar?

  5. Oi Karine. Estou me mudando p Irlanda com meu companheiro polonês e o nosso filho de 2 anos. Ele está certo que irá conseguir emprego na área dele, mas eu tenho tantas dúvidas com relação a minha vida e do nosso filho. Gostaria de tocar minha vida ai (trabalhar ou estudar no fãs), mas nao sei se seria possível por causa da criança. Você pode me esclarecer se é possível ou só depois da residência?

  6. Oi Karine,morei na Irlanda há anos atrás.
    Tenho dois filhos poloneses. Nesse caso eu conseguiria ir estudar e leva los comigo né?

  7. Parabéns pelo Post!
    Eu estou procurando informações pois quero fazer um intercâmbio depois da faculdade. De quase 10 agências, apenas 1 falou a verdade, ou seja, se preocupou com o ser humano, não com a venda.
    Tenho uma filha e vou ter que deixar esposa e filha por esse período. Tomara que na volta eu consiga leva-la com o stamp 4. Muito obrigado.
    Vou seguir seu blog!

    • Robson, com qual agência você falou? Estou na mesma situação, mas li que se provarmos fundos e matricularmos a criança numa escola privada há possibilidade de conseguir um visto. Queria mais informações, porém não consigo quem possa me orientar a respeito… obrigada!!

      • A realidade é que estudante de língua não pode ter dependente! Não quero jogar um balde de água fria, mas não vou mentir. Imagine você investir um dinheiro enorme e ser barrado aqui? Estudante de língua sem passaporte europeu não entra legal. Uma escola particular é mais do que o valor dela, é voce submeter seu filho que não fala a língua do País a uma escola que não está preparada para receber imigrantes. Uma escola particular é paga anualmente e custa 5k por ano. Além disso, pelo link, como você pode ver, se sua esposa vier, também não pode trabalhar. o investimento teria que ser 100mil reais, no mínimo e com a possibilidade(grande)de não entrar.
        Sobre a idade da escola privada…o valor de 5 mil euros anuais é a partir de 5 anos, antes disso, uma creche custa em média mil euros por mês.

        Seu caso melhora se você vier com programas do tipo educação sem fronteiras ou vier com curso de phd.

        Boa sorte!

    • 1 ano passa voando!
      Acho bem mais saudável do que correr riscos, mas, cada um sabe o que é melhor, né? 🙂
      E você tem razão, agências não pensam nas consequências de uma má informação.

      Boa sorte pra você!

      Abraços

  8. Ola. estou pesquisando informações a respeito e esse link http://www.icosirl.ie/eng/student_information/students_with_children.html fala exatamente o q a Marcela disse. Porem gostaria de aprofundar melhor. Gostaria de saber por exemplo se eh possivel extender o visto de estudante e o q aconteceria caso conseguisse um trabalho mesmo q fosse freelancer no periodo que estivesse estudando. Quanto custa uma escola privada e apartir e qual idade eh possivel coloca-las na escola (privada). abcs e boa sorte a todos!

    • A realidade é que estudante de língua não pode ter dependente! Não quero jogar um balde de água fria, mas não vou mentir. Imagine você investir um dinheiro enorme e ser barrado aqui? Estudante de língua sem passaporte europeu não entra legal. Uma escola particular é mais do que o valor dela, é voce submeter seu filho que não fala a língua do País a uma escola que não está preparada para receber imigrantes. Uma escola particular é paga anualmente e custa 5k por ano. Além disso, pelo link, como você pode ver, se sua esposa vier, também não pode trabalhar. o investimento teria que ser 100mil reais, no mínimo e com a possibilidade(grande)de não entrar.
      Sobre a idade da escola privada…o valor de 5 mil euros anuais é a partir de 5 anos, antes disso, uma creche custa em média mil euros por mês.

      Seu caso melhora se você vier com programas do tipo educação sem fronteiras ou vier com curso de phd.

      Boa sorte!

  9. Ótimo post! Estou conhecendo seu blog agora, gostei bastante! As pessoas acham que é fácil mudar de país, se para mudar de cidade ja exige um grande planjamento, imagine mudar para um outro continente!
    Muito bom lr um post desses para deixar bem claro para as pessoas que nem tudo é um mundo cor de rosa que os canais do YouTube e blogs vendem.

    Bjao

  10. Oi Karine, eu, meu marido e minha filha (5anos) temos passaporte europeu. Gostaríamos de fazer um curso de Inglês na Irlanda. Consigo matricular minha filha em um colégio público e fazer um curso?

Leave a Reply