Cama compartilhada?

A Amy é a minha bebê mais destemida.
Ela aparentemente não tem medo de muita coisa, com duas exceções:
1-Piscina, que só pode ser explicado com a análise de outras vidas, porque ela nunca passou por nada que justifique o pânico.
E a número 2 é o medo de pular o berço.
Ela NUNCA nem TENTOU pular o berço.
Nunca.

Ela pode pular de um prédio para o outro, de um sofá para o outro, pode pular da mesa para o chão e entrar na jaula dos leões, mas o berço, ela não pula.
Veja bem, Chloe pulou aos 2 anos, Mia não chegou a 1 ano e meio.
Ou seja.
Isso poderia ser normal em se tratando de kids com um pouco de bom senso, mas o fato é que minha encaracolada não tem bom senso em questões de segurança e eu passo o dia tentando salvar a vida dela e evitando que ela se machuque (muito), por isso acho muito esquisito ela nunca ter pulado o berço.

Veja bem, não tô reclamando, MUITO pelo contrário, cama compartilhada está no topo da minha lista do “not to do parenting”, me julgue, mas detesto agarramento (na hora de dormir), tipo, detesto.
Mas foi um daqueles itens da lista, que não foi decidido por mim.
Elas decidiram.
Prefiro dormir no sofá, no chão, na banheira, do que dividir cama com um monte de gente, mesmo que esse monte de gente seja filho meu.

Simplesmente não consigo relaxar e como é uma coisa que vem de dentro do meu ser, toda vez que levo uma pezada na cara ou cotovelada na costela, no meio da noite, preciso me policiar para não agir por reflexo e jogar a mini pessoa do outro lado da cama.

Daí, estava aqui pensando…imagine se não fosse assim?
Imagine eu tendo que dividir a cama com mais 4 pessoas (e seus respectivos convidados de honra)?
Como seria a minha vida?

E se você meu caro, é do tipo que não acredita que uma força maior existe, pode passar a acreditar, se não em Deus, pelo menos em anjo da guarda.

O da Amy, por exemplo, tá trabalhando direitinho e que continue, até pelo menos a Mia atingir a adolescência e se mancar, porque como você pode constatar pela cara de conforto da foto, ela não está planejando ir a lugar algum, tão cedo.

Facebook Comments

3 Comments

  1. Meu filho …ele gosta de dormir comigo, tbm não fui eu que decidi, mas já percebi que ele dorme melhor e fica mais confiante durante o dia. entendo perfeitamente que não relamos ao dormir com filhos (Deus sabe como amo uma noite ou algumas horas dormindo sem ele), até porque ele é um ponteiro de relogio, vive mudando de posição.

  2. haha…Ká, sou o oposto, dormiria com o meu filho ate ele decidir ir para o quarto dele.. mas todas terapeutas dele me obrigaram a coloca-lo no quartinho dele, pra estimular a independencia…
    chorei!
    beeeijo

  3. Adoro sua sinceridade!!! Beijos

Leave a Reply