O Dilema da árvore de Natal. (Um Post Rosinha)

 

Mini Breno

Oi pessoal, eu não tenho escrito um post por aqui faz muito tempo, é difícil receber a aaprovação da editora.

E desssa vez eu gostaria de escrever sobre um problema que tem afetado a nossa vida desde sempre. A Árvore de Natal ! Real ou artificial?
É engraçado porque eu sempre menciono o quanto eu amo o fato de sermos uma família multicultural, como a gente tem sorte de experimentar o melhor dos dois mundos, mas nesse assunto, a gente tem um ponto de vista completamente diferente.
Pra mim, árvore de Natal tem que ser real.
Eu sinto como se fosse um ritual, envolvendo inclusive as crianças no processo.
É uma tarefa super importante escolher a árvore perfeita!
Mas eu preciso dizer que, já deixei meus pais, antigos amigos com quem eu dividia a casa e agora a minha mulher, doidos com isso.
2 anos atrás eu e o Breno escolhemos o que eu pensei ser a melhor árvore de Natl. A gente foi pra casa feliz, mas quando a gente chegou e colocou a árvore no lugar, ela tomou o espaço da metade da sala, Karine me mandou voltar e procurar outra.
Eu amo o cheiro de pinheiro fresco, eu adoro a alegria de escolher e levar pra casa, pra mim, esse é o início do Natal.
Esse ano, ela forçou a barra para uma artificial e como todas as esposas sempre acabam dando um jeito, ela me convenceu, porque eu pensei comigo que de repente ela tinha mesmo razão, com as crianças pequenas em casa, era melhor priorizar o que era mais importante, então eu pesquisei online e achei uma perfeita e com 50% de desconto, mandei um email pra ká e depois de 5 minutos recebi um telefonema me dizendo que ela estava na rua, procurando por uma de verdade para mim.
Eu nem pude acreditar, eu fiquei muito feliz, não só por causa da árvore, mas pelo gesto, não que eu precisasse de confirmação de que eu tenho a melhor mulher do mundo, mas me senti sortudo.
Aí eu comecei a pensar porque um pinheiro de Natal de verdade é importante pra mim e acabei percebendo que o importante nem é a árvore de Natal em si, mas o que ela representa, de ter tido memórias de Natais maravilhosos em família e é o que eu gostaria de dar aos meus filhos, como todos os pais querem, a gente faz o possível para que essas datas sejam inesquecíveis, mas com o tipo de mãe que eles tem, a árvore não é o mais importante.
Provavelmente não serei convidado para escrever outro post antes do Natal, então já gostaria de deseja-los Feliz Natal, espero que você tenha momentos maravilhosos ao lado de sua família e amigos!

Até o fechamento dessa matéria nenhuma árvore ainda tinha sido comprada.

 

Em Inglês

Hello again, I haven’t had a guest post here for a while as its proving hard to get copy approved!

I wanted to write about an issue which has been a long running debate for centuries! The Christmas Tree – Real or Artificial!
It’s funny. I had mentioned many times how I love the fact that we are a multi cultural family, how we get to experience the best of both. But on this topic we had very different views. For me it’s real all the way! I feel it’s a ritual, involving the kids in that process. Very important task choosing the right tree! It must be said I have driven my parents, former housemates and now wife crazy with this.
Its part of the family!
Two years ago Breno and I went out and thought we had the perfect tree. We came home all happy. But when we put it up, it took half the living room space up!  So wife sent me packing with my tree in search of another one.
I love the smell of fresh pine, I love the excitement of bringing it in and putting it up. For me, this is the start of Christmas. This year my Vida really pushed for an artificial tree and I have to say as all wives are… was very persuasive…! So, I thought about and decided that maybe I needed to reassess my priorities and compromise! So I did. I went on-line and looked for the perfect artificial tree and I must say found one (50% off as well!). I emailed my Vida to tell her. Then 5 minutes later I got a phone call saying that she was out looking for a real tree for me.  I couldn’t believe it, I was so happy. Not about the tree, but more about the gesture. Not that I need confirmation that I have the most wonderful wife in the whole world… but I felt so lucky.
 I started to think about why a tree was important to me and turns out it’s not the tree itself but what it represented. It’s the memories of having wonderful family Christmases. That’s what I want to give to my kids, like all parents, we do our best to make sure they remember the happy times and memories. With the wonderful Mum they have though I’m sure they will regardless of what tree is there.
I probably won’t be invited back again before Christmas so I would like to wish you all a Happy Christmas, I hope you all have a wonderful time with your family and friends.

 

Facebook Comments

2 Comments

  1. Adoro quando ele escreve. Parece que esse não é o primeiro post dele aqui sobre árvore de natal, né? O assunto é sério pra ele rs.
    Xx

  2. Que post fofo! E tenho um americano em casa, a discussão foi a mesma: real x artificial. Ele, inclusive, com a mesma conversa do "cheiro de pinheiro fresco", ahaha. Mas aqui no Brasil não tem essa de pinheiro real não, ai eu disse que ele bem podia ir procurar a árvore de verdade dele. Pois voltou com um arbusto em forma de cone dentro do vaso. Homens…

Leave a Reply