What it’s like to be married to a Brazilian.

Como é ser casada com um estrangeiro
Como é ser casada com uma Brasileira?

 Como é ser casado com uma uma Brasileira?

Never, in a million years did I imagine this life we have built together. It’s been an adventure from Day 1! … Why she chose me, I will never know! But, I will spend the rest of my life making sure she is happy with that decision!

Brazil means fun, life and adventure and I can tell you Brazil is not made up of just of football and samba! The best of Brazil for me are the warm Brazilian people.
People ask me all the time what its like to be married to one of you. well here are my observations…
     Optimism – No matter what happens, what challenges lie ahead there is always that sense that everything will work out. She mightn’t have all the details but that positivity just rubs off on you. Which is funny because being from Ireland I always think nothing will work out!
      Expressions of Affection – It took me a while to get used to this and God Bless my parents… I think they are still getting used to it. Calling me ‘Babes’ in front of my friends, family and the supermarket customers… hugs and kisses in front of my parents. Don’t get me wrong my parents are very loving. I suppose you could say Irish people aren’t as overtly affectionate as Brazilians.
      Telling it like it is – ‘Grand’ is a great Irish word which can sum up everything for us e.g. weather, relationships and experiences. It means we don’t have to really say what we think! Not the case with my Brazilian Bride. If you ask for an opinion you will get it, like it or not! I remember one of our first meals together, a poor waitress asked how our meal was (which wasn’t nice) but being Irish I told her it was grand! My Brazilian bride quickly intervened with all the negative aspects I had been complaining about during the meal. The waitress looked shocked,1.   nobody does that here. We want to… by the way, but that ‘grand’ word gets in the way every time. The waitress was so surprised that someone actually complained she just smiled and walked away without saying a word. Realising what she had done the waitress returned with an apology, a bottle of wine and the manager! This honesty is refreshing I have to say. I would say, in my experience Brazilian woman wear their heart on their sleeve. A word of warning… receiving honest feedback.. they don’t like that so much!
     Smart – Not that Irish people are not smart. But it struck me when I went to Brazil the amount of innovation there. Cars running on ethanol, e-voting (this is a sore point for Irish people) But I see it in my Vida too, she is extremely intelligent and makes a success of anything she puts her mind to.      Temperament – My wife is a passionate lady, passionate about life, her family and her views. A disagreement of any kind can unleash that Latino spirit! My Brazileira can go from one extreme to the other in minutes..  Thankfully none of our disagreements are serious, but you have been warned…
         Adaptability – This astounds me and I don’t know if I am just blessed to have met two exceptional Brazilians (my wife and my son). Being able to move to another country, learn another language, embrace a new culture, work, study and thrive here (never mind about the weather) deserves a lot of respect in my view. Ireland is richer and privileged to have Brazilians come to our shores. Certainly the Brazilians I have met here in Ireland are making such a positive impact on our country both professionally and personally.
      Family – I am so humbled by the welcome I received from her family when I first went to Brazil. The warm welcome is something that Ireland pride’s itself on but I would say we have met our match! Until the day I depart this earth I will never forget my first trip to Brazil it was such a positive, heart warming experience. I felt so welcome and the fact I was taking their daughter/sister/aunty/friend half way across the world was never held against me. Thankfully she has brought this positive energy into our home and I see it in her interaction with our children. I hope I can play my part to nurture this positive spirit in them as for me it’s a wonderful quality to possess.
    Relatives– I think this is a common trait between our cultures, that sense of family. What is interesting for me though is the way every distant relative e.g. long lost cousin is invited to every birthday party and family event. This may happen among some Irish families for some occasions but not usually every event.
      Friends – I remember when Karine and I met first she didn’t have that many friends here. Now she has a bigger circle of friends than me, both an Irish and Brazilian circle I might add. I think I am definitely up  on the child minding points! Its truly lovely to see how strong a bond she has developed here with a number of friends, which of course can never replace family in Brazil but I hope goes towards making this a nicer new home for her.
        Open Discussions – This one is probably more a reflection on me, but I’ll never forget the first time we went to a Brazilian restaurant in Dublin, my vida got to know in the space of our 3 course meal, all 7 couples scattered around the restaurant. Being an extrovert she had struck up conversations with the tables around and had their respective life stories and of course shared ours by the time I was paying the bill.
      Sense of Fun (with no alcohol involved) Not that you need alcohol to have fun on a night out but it amazed me the energy and fun she has when out.  When we first met and went out with my friends poor Karine was exposed to the Irish ‘round’. This is where everyone in the group insists on buying each other a drink and it keeps going until the last person has bought a drink. Plus Irish people are suspicious of people who don’t accept this gesture of a drink, for some strange reason!
      Food – We Irish don’t tend to season meat that well. The strong vibrant seasoning I have experienced has been fantastic. Also the use of Olive Oil (sometimes a little excessive) brings a new dimension to meal time. Also Feijuada, Sam Piquam and Pastels…mmmm
      Jealousy – Even though I am the one who should be worried about some handsome man taking my love off into the sunset, my wife believes that every woman in Ireland wants a piece of me, which is definitely not the case but  it is very flattering…
      Reminding People where she is from – Sometimes I think she feels she will forget where she is from if she doesn’t keep saying it.. doesn’t matter if someone is just asking for the time… my vida starts the sentence with… “I have to say I’m from Brazil”
           Internet – The only thing I may lose my wife to in the next few years will be this! She is quite addicted to it, as are her Brazilian friends I believe, from comparing notes with other guys with Brazilian brides…
    These are just some of my points in no particular order and are not to be taken too seriously. But overall I have to say I love being married to a Brazilian woman. She is a fantastic Mum, friend and brings me sunshine on a cloudy day and knowing that now and then we will spend holidays in Brazil is an added advantage, isn’t it?
Me siga em outras dimensões!

 

Eu sou casado com uma brasileira.

Nunca, em um milhão de anos eu poderia sonhar com essa vida que a gente construiu junto.
Tudo tem sido um aventura desde o início.
O motivo dela ter me escolhido, eu nunca vou saber, mas eu passarei o resto da minha vida tentando mostrar que ela fez a escolha certa.
O Brasil é diversão, vida e aventura e eu posso te dizer que ele não é feito só de samba e futebol.
E pra mim o melhor de lá são as pessoas.
Muita gente me pergunta como é estar casado com um de vocês.
Bem aqui estão minhas observações…
Otimismo – Não importa o que tenha acontecido, quais as dificuldades que temos a nossa frente, com ela sempre existe aquela atmosfera de que tudo vai ficar bem. Talvez ela não tenha todos os detalhes de como faremos, nem um plano, mas essa positividade acaba te contaminando, o que é engraçado, porque sendo eu irlandês, eu sempre acho que nada vai dar certo!
Demonstrações de afeto – Eu levei um tempo até me acostumar e coitado dos meus pais…eu acho que eles ainda estão se acostumando.
Me chamar de “babes” na frente de amigos, família e dos clientes de supermercados…e abraços e beijos na frente dos meus pais. Não me entenda mal, eles são carinhosos, mas certamente você pode considerar que irlandeses são mais contidos do que brasileiros em demonstrações públicas de afeto.
Sinceridade – “Tudo bem” é uma ótima expressnao utilizada por nós irlandeses, sobre o tempo, sobre relacionamentos, só para não termos que dizer realmente o que nós pensamos a respeito de determinadas assuntos. O que não acontece com minha esposa. Se você pedir a ela a sua opinião, você terá, gostando ou não.
Eu me lembro que uma das primeiras vezes em que fomos jantar juntos, a pobrezinha da graçonete perguntou como estava a comida (que não estava boa), mas sendo irlandês eu disse a ela que estava tudo “grand”. Minha mulher se intrometeu com todos os pontos negativos que eu tinha reclamado enquanto comia. A garçonete levou um susto, ninguém faz isso aqui. (ou até faz, mas não é o mais comum). A garçonete ficou tão surpresa por alguém ter dado sua opinião sincera, que ela foi embora sem dizer uma palavra e voltou com uma garrafa de vinho, um pedido de desculpas e o gerente. Isso é bom, eu tenho que confessar. E tenho que dizer, as mulheres brasileiras falam o que pensam, mas devo te alertar que elas não gostam muito quando acontece ao contrário!
Inteligência – Não que irlandeses não sejam inteligentes, mas quando eu fui ao Brasil pela primeira vez fiquei encantado com tanta inovação. Carros que tem como combustível gás, votação eletrônica e etc e eu vejo isso na minha vida também, ela é extremamente inteligente e faz sucesso em tudo que ela coloca seu esforço.
Temperamento –  Minha esposa é uma mocinha passional, sobre a vida, sobre a família e sobre seus pontos de vista. Qualquer discordância, aquele espírito latino é despertado!
Minha brasileira pode ir de um extremo a outro em alguns minutos…ainda bem que nenhuma de nossas discussões é tão séria, mas não diga que não avisei…
Adaptação – Isso me impressiona e eu não sei se eu fui abençoado com 2 exceções brasileiras (minha esposa e meu filho). Se mudar para um País diferente, aprender uma outra língua, cultura, trabalhar, estudar e se fincar aqui (sem mencionar o clima cinza) merece muito do meu respeito. A Irlanda é privilegiada em ter brasileiros vindo morar por aqui. Certamente todos que encontrei estão trazendo um impacto positivo nos nosso País, tanto profissionalmente, quanto pessoalmente.
Família – Eu sou tão orgulhoso da recepção que recebi da família dela quando fui ao Brasil pela primeira vez. Ser amigável é uma coisa que nós irlandeses gostamos de nos auto intitular e eu tenho que dizer, nós encontramos nossa alma gêmea. Eu nunca vou me esquecer como foi positivo esse primeiro contato em terras brasileiras e de como fui recebido por todos os parentes. E graças a Deus ela trouxe essa energia boa pra nossa casa e eu vejo a interação que ela tem com nossos filhos. Eu espero que eu possa de alguma maneira conservar essa positividade em mim, já que eu acho que essa é uma qualidade maravilhosa de se ter.
Parentes – Eu acho que a importância da família é vista nas duas culturas, mas o que pra mim é interessante, é que mesmo parentes distantes, como um primo de segundo grau, é sempre convidado para qualquer comemoração de família. Talvez isso acontece com algumas famílias irlandesas, mas normalmente não em todos os eventos.
Amizades – Eu me lembro quando eu e a Karine nos conhecemos ela não tinha muitos amigos aqui. Agora ela tem um circulo muito maior de amigos irlandeses e brasileiros do que eu, o que me fez virar  a babá oficial aqui de casa. É muito legal ver as relações de amizades que ela construiu nesse tempo, o que é claro, não substitui sua família e amigos de longa data que ainda moram no Brasil, mas faz com ela se sinta em casa. O que é bom pra ela e pra mim.
Extrovertida?- Essa tem um reflexo mais em mim, mas eu nunca vou me esquecer a primeira vez em que fomos a um restaurante brasileiro em Dublin, vida conheceu em um espaço de 3 course meal, todos os casais que estavam no restaurante. Sendo extrovertida do jeito que ela é ficou sabendo da história de vida de todos eles e é claro, dividiu também a nossa by the time que eu pagava a conta.
Diversão (sem bebida alcoolica envolvida)- Não que você precise beber para se divertir na noite mas me impressiona a energia e diversão que ela tem quando sai sem precisar beber.Quando nos conhecemos e a gente saia com meus amigos, pobrezinha da Karine que era exposta ao “irish round” (quando o grupo insiste em pagar uma rodada de bebida pra cada um) e isso rola a noite inteira atee a ultima pessoa pagar a bebida e começar o round de novo. Os irlandeses ficam com um pé atrás quando uma pessoa não aceita uma bebida, por alguma razão desconhecida.
Comida – Nós irlandeses não temos o costume de temperar muito a comida. O tempero vibrante brasileiro que eu tenho experimentado tem sido fantástico. O uso de azeite (as vezes em excesso) trás a comida uma nova dimensão. Sem falar na Feijoada, salpicão, pastel….mmmm
Orgulho de ser brasileira –  As vezes eu acho que ela vai se esquecer de onde ela veio, se ela não disser isso o tempo todo. Não importa se é para uma pessoa que só perguntou as horas…ela começa a frase com…“Então…eu sou brasileira” (exagero total desse rosinha!hahahah)
Ciúmes – Mesmo sendo eu a pessoa que deveria sentir ciúmes sobre a possibilidade de algum homem bonito rouba-la para um lugar ensolarado, minha mulher acredita que todas as mulheres na irlanda querem um pedaço de mim, o que definitivamente não é o caso, mas não deixa de ser um elogio…
Internet- A única coisa que eu talvez perca minha esposa, é isso! Ela é viciada em internet, assim como suas amigas, pelo que puder perceber conversando com outros irlandeses que namoram ou são casados com brasileiras.
Esses são apensas alguns pontos sem uma ordem particular e não são para serem levados muito a sério. Mas no geral, eu devo admitir que eu amo ser casado com uma brasileira.
Ela é uma mãe fantástica, amiga e ilumina meus dias, e saber que de vez em quando passaremos férias no Brasil, é uma vantagem, não acham?***********
Gostou do post?
Me siga em outras dimensões!
Facebook 
Instagram

 

 

 

****************************************

Facebook Comments

45 Comments

  1. Ohhhhmmmm! Apenas morrendo de amores por esse texto do Rosinha! <3
    Pra nòs, pode ser bem claro essas nossas características, mas é muito lindo como ele enxerga tudo isso!

  2. Que lindoooo. Acho que eu quero casar com a Karine tb.kkk.

  3. Oh! That's is such a loving post from Rosinha! I loved it! Every single word! You guys are great together, I must add… This express really well how it is like to be married and be Brazilian! Way to go Rosinha!

  4. Que lindo!! Rosinha é um sonho e o mais legal foi saber de você por outros olhos, parece até que eu te vi matracando no restaurante ou dando a sua opinião de que a comida não estava legal. Fala pro rosinha escrever sempre?

    Beijao na família toda

  5. Adorei. Vou encaminhar a carta do Rosinha para meu esposo para ver se ele concorda…Parabens!!!

  6. Acho tudo isso muito verdadeiro. E é lindo se ver pelos olhos do outro (né Ká?), pra gente é difícil entender as razões que fazem um Irlandês (ou na verdade qualquer homem) se apaixonar pela gente. Eu diria que o Rosinha teve muito sucesso em todas as observações, são coisas simples, mas de uma profundidade que com certeza, encanta e convence qualquer um (tá vendendo bem o peixe hein?). Adorei o texto, e já vou encaminhar pro boyfriend pra ver se a "visão" de todo Irish é essa mesmo.. Aliás, acho que vou até fazer diferente, vou mandar só os tópicos pra ver o que ele diz.. rs.. Beijo pra vocês, e felicidades!

  7. Ká, eu sonhei com vc e suas kids assistindo ao video show na Irlanda rs.
    Rosinha é um fofo. Adoro quando ele escreve aqui. Fiquei com vontade de mandar o texto pro meu irish bf porque ele sempre fala algumas dessas coisas que o Rosinha citou (principalmente a parte do ciume).
    Beijo

  8. Tão, tão lindo!! Seu Rosinha é um amor, vocês se completam!!!

  9. Achei lindo demais ele se referir ao Breno como "meu filho"

  10. Owuuuuuuuuuuuun que fofo, vocês são um casal muito lindo de se ver!

  11. Morri!! Que fofooooo.. que lindos vocês! Aiai…

  12. Adorei o texto, uma declaraçao de amor :))

  13. Muito verdade! Eu sou Paul Hogan, namorado da Jordana… Eu concordo com todos os pontos! 🙂

  14. Lindo o texto do Rosinha. Vcs são uma família abençoada por Deus 🙂

  15. Perfeito texto….Sou casada com estrangeiro tbem…tomei a liberdade de enviar uma copia deste texto para ele, rssss
    Bjs

  16. Lindo texto !!! Tomei a liberdade de enviar uma copia deste texto para meu marido estrangeiro rsss Assim quem sabe ele para de pegar no meu pe…about Internet….Overeaction..rsss
    Bjs

  17. Lindo! Valoroso esse pensamento e sentimento dele! Ka não acho o marido brasileiro valorize as características da mulher brasileira. Parabéns a vcs!

  18. Olá Karine
    Esse Post tive que mostrar ao meu marido.
    Acho que já havia mencionado que moro na Alemanha e estou casada com alemão
    a 15 anos.
    Nos últimos anos ele vai mais para o Brasil do que eu, a trabalho.
    A mais de 2 semanas ele estava em SP, onde foi convidado também para dar uma palestra em uma faculdade sobre os impactos culturais entre Brasil e Alemanha.
    Passamos dias aqui discutindo sobre o tema, que no final resultou em um resumo do nosso relacionamento.
    Mas o mais interessante que quando perguntei a ele sobre meu país, sobre as coisas que ele gosta, ou melhor, porque ele gosta do Brasil (porque ele gosta mesmo), ele me disse que são as pessoas.
    E quando li seu Post consegui ver essa simpatia que acho que o seu "Rosinha" também tem.
    Fico feliz por você ter compartilhado esse Post, acho que me fez enxergar também os pontos positivos desse " jeito brasileiro" que temos.
    Felicidades para vocês.
    Abraços

  19. Realmente ele descreceu bem a alma de uma brasileira. Ou melhor, Karine é uma brasileira da "gema"!!! Adorei… os traços da mulher brasileira são bem definidos. 🙂

  20. Prezados Ká e "Rosinha"
    Eu sou o marido da Ciane que escreveu anterior. PARABÉNS também gostei o Post de vocês.
    Também vou responder em português por que me sinto mais confortável do que em inglês mesmo que meu português não é perfeito. Gostei o post porque acho que é nossa tarefa é abrir os olhos dos europeus, em relação ao cotidiano brasileiro. Em toda relação boa dos fatos do dia-a-dia no Brasil. Sabendo que no país não acaba tudo em Samba. O Brasil precisa melhorar em relação a muitas coisas, mas concordo totalmente que esse fato não se refere as pessoas. É o proprio povo brasileiro que faz o Brasil um paraiso. O jeitinho e a gentileza que resolvem todos os imprevistos que acontecem, tem um charme que so vocês e o pais tem. Hoje, há mais de 15 anos casado com uma brasileira, eu me sinto muito mais confortável passando meu tempo de lazer no meio de brasileiros, do que com meu próprio povo alemão.
    Temos impactos culturais, sem a duvida. Fiz ate uma palestra sobre isso na FATEC em SP, ligado mais a relacionamentos comerciais entre alemãs e brasileiros.
    Estamos tentando como empresa entrar no mercado brasileiro, com muitas dificuldades sejam burocráticas ou não, adoro o Brasil.
    Desejo tudo de bom para vocês, e se voces vão passar por aqui, seria um grande prazer de recebe-los na na nossa casa em Wermelskirchen (perto de Colônia) para trocar as experiências de casais "multiculti"
    Um abraço
    Frank (pode me chamar BL, baiana louro)

  21. Ahh… Que lindo!!! Já mandei meu marido ler e aprender como se faz!!rs
    Vcs sao muito fofos… Que sejam assim pra sempre 😀

  22. Ownnnn, que fofo!

  23. Que texto legal e lindo Karine! Parabens pelo maridao!

  24. Sandra Dantas

    Ai que lindo! Isso é uma verdadeira declaração de amor! Esse olhar dele sobre você… ahhh que romântico! Amei o post. Muita felicidade para vocês. Um beijão. Sandra Dantas

  25. Adorei os comentários de seu marido .Lindo post !

  26. Tão cute!! Sem comentários.. mas ele descreveu a nossa alma brasileira meninas… Parabéns Ka, vc e seu rosinha se completam!

  27. Pedimos permissão para publicar no site da Comunidade brasileira na França. Com todos os créditos, é claro !

  28. Quem escreveu isso? Seu marido, ou vc mesma, Karine? O que está escrito aqui é típico como os Brasileiros se vêem. Outros os veêm bem differente. Por exemplo: os brasileiros que eu conheço não são tão sinceros; falam sim, mas pensam não. O Brasil como país não é tão avançado é, alem disso, está cheio de burocracia. A comida do Brasil é gordurosa e quase não temperada. Um curry normal já é picante demais para a maioria dos brasileiros. Tudo tem que ser doce. Adaptação? Nunca encontrei com um brasileiro que falava inglês ou uma outra língua (alem do português) sem sotaque. E tem muito mais… esse blog é só propaganda para o Brasil. 'Orgulho de ser brasileiro'… ok, se quiser, fecham seus olhos para a realidade e sejam orgulhosos, mas não falam mentiras por favor.

    • Eu não deveria responder a um anônimo, né? mas vou.
      Não fui eu quem escrevi esse texto e isso está na cara, vai ver meu marido virou brasileiro, vai saber…
      Comida cheia de gordura? só se for a da sua mãe, porque a da minha é bem temperada 🙂
      Desde quando adaptação significa falar sem sotaque? (faltou as aulas de interpretação de texto?)
      Talvez, como vc disse, os brasileiros que vc conhece são assim, de repente o que o meu marido e a maioria dos que as outras pessoas conhecem, é assado.
      Não tenho orgulho e nem des-orgulho em ser brasileira, mas eu sou e isso nunca ninguém vai mudar, nem o dia em que virar cidadã irlandesa.

      Se você conhecesse meu blog, além de ler posts superficialmente e fazer comentários amargurados saberia que eu sou até bem crítica em relação ao Brasil 😉

      Mas vc deve gostar de mim e do blog,né? aposto que você volta vez ou outra aqui.
      Um beijo, luz e sorte.

  29. Cataploft… Murrí de tanta emoção!
    Seria ótimo destribuir pedaços do Rosinha sem ciúmes, ele é tao bacana q se regenerava!
    O meu pedaço colava na careca de marido, vai ver entrava um tiquinho de beleza emocional pelos poros onde caiu os cabelos!
    Acho q ele só diria de mim as coisas q ele ñ vê…
    Vai ver!
    Mas marido é livre, e ele sabe disso e q o amo tbm!

  30. Eu gostei muito do que o seu marido escreveu. Eu concordo com muita coisa do que ele disse. Inclusive eu mostrei esse texto para o meu companheiro que é italiano e mora na Irlanda. Ele achou o seu marido muito apaixonado.
    Você é uma mulher de sorte. Eu fico muito feliz por vocês.

    Posso te add Karine?

    Att,

    Anderson.

  31. Wow … Que descrição mais linda de uma Brasileira.

  32. Fiquei emocionada do começo ao fim! Rosinha tem sorte de tr vc e vc sorte por tê-lo ao seu lado. Na minha opinião não existe no mundo uma cultura melhor que outra ou um país melhor que outros. O que vale é saber tirar de cada um o melhor que pudermos para aproveitar a vida com mais sabedoria. Vcs parecem fazer isso com perfeição! Parabéns!

  33. Amei!

    Muito fofo! Quem sabe Allah não me concede um mocinho importado para dar seu veredito 🙂

  34. Karine, o artigo é sucesso na comunidade brasileira na França e na Fan Page !!! Abraços aos 2 (adorei o apelido do Rosinha rsrsrsrrs).

  35. Karine ,achei lindo , parabens pelo seu casamento.
    Eu moro nos Eua , estou solteira e oro todos os dias pedindo a Deus um companheiro. porque me sinto assim , carinhosa , gosto de cuidar o tempo tentando fazer as pessoas do meu lado se sentirem felizes.Tenho fe em Deus que encontrarei aguem assim , como vc encontrou para valorizar nossos valores , pela nossa educacao. Me sinto elogiada tb , agradeca ao seu marido.

  36. Meu marido que é alemão, concordou totalmente com o seu texto!
    Nao que todas nós brasileiras sejamos iguais, mas tá na nossa essência sermos em maioria como o Rosinha descreveu!
    sempre me maravilho com a felicidade da sua família e no quanto de amor exala em cada post que você escreve aqui. seja você falando deles ou como nesse caso o Rosinha falando de você!
    Que Deus os abençoe sempre!
    Um beijo bem grande!

  37. QUE TEXTO LINDO!! Amei, de verdade!!
    Que o Senhor preserve essa família linda que você construiu aí na Irlanda, Ka! Colocarei vocês nas minhas orações!
    Agora seja boazinha e me diga que o rosinha tem um irmão mais novo todo fofo igual ele! KKKKK
    Beijão

  38. Gente, que texto mais lindo!! Me emocionei com esse e com o que ele escreveu sobre o seu filho (e porque não, dele também)… temos que agradecer todos os dias por termos ao nosso lado alguém que nos ame assim e enxergue todos os nossos lados bons para que eles pesem sobre os ruins já que ninguém é perfeito…

  39. Gente, que texto mais lindo!! Me emocionei com esse e com o que ele escreveu sobre o seu filho (e porque não, dele também)… temos que agradecer todos os dias por termos ao nosso lado alguém que nos ame assim e enxergue todos os nossos lados bons para que eles pesem sobre os ruins já que ninguém é perfeito…

  40. Pingback: bvlgari leather snake bracelet fake

Leave a Reply