O meu novo Eu.

intercâmbio mudanças

Eu vivo falando aqui no Blog que adquiri novos hábitos desde que vim morar na Irlanda, e essa semana a Glenda, Chefona do Brazil com Z (site para o qual eu também escrevo) nos sugeriu um post sobre o assunto (supérfluo, apenas mudanças no nosso dia-a-dia), achei uma ótima idéia até porque me considero o perfeito exemplo de que somos produtos do meio em que vivemos, e que podemos nos adequar aos hábitos e costumes diferentes do que estávamos acostumados.
Então, minha listinha -reduzida- ficou assim:

1-Sair mesmo com chuva.
Morando em um país, onde a chuva faz parte do visual da cidade, não dá pra esperar por tempo bom pra ser feliz e colocar a cara na rua.

2-Comer sem arroz e feijão.
Foi difícil e agora passo meses sem, até lembrar que eles existem e comprar uns kilos na loja brasileira, aliás, eu também não fazia feijão antes só comia, a fazer aprendi aqui.

3-Ser Dona-de-casa.
Tá aí uma coisa que eu nunca pensei que eu pudesse ser, tive que vir para o outro lado do mundo pra descobrir meu talento nato para housewife (cof-cof).

4-Não lavar o cabelo e nem sair com ele molhado toda vez que tomo banho.
Ainda não aderi ao banho semanal (quem sabe daqui a uns 15 anos eu não me converta? ), mas o cabelo já não lavo todos os dias e quando lavo, nunca , jamais, em hipótese alguma saio com ele molhado.

5-Mandar cartões.
Nem me lembro quando foi o último que mandei quando morava no Brasil, mas agora virou hábito.

6-Sair sozinha sem marido.
Sem namorado no Brasil eu saía, mas sem marido…

7-Andar.
Sempre fui dependente de carro e aqui apesar de usar bastante, faço muitas coisas a pé.

8- Respirar antes de usar a buzina.

Aqui além de não ser hábito e considerado rude, dependendo do local você pode ser multado, então tive um ótimo estimulo para me acostumar a viver sem ela.

9-Fazer a minha unha (ou não fazer a unha)
Tudo bem, não é sempre, mas não passo sufoco, se eu estiver precisando muito eu mesma faço, coisa que pela facilidade que eu tinha no Brasil nunca tinha feito sozinha.

10-Fazer amigos online.
Nunca acreditei muito em relações virtuais de qualquer gênero, mas morando fora o Ká.Entre.Nós se tornou um canal enorme de comunicação entre eu e as pessoas que me lêem, me rendendo várias colegas e muitas amigas, coisa que se eu estivesse no Brasil, tenho certeza, não faria.

.

Facebook Comments

15 Comments

  1. aki tb tive q me acustumar com a chuva, feijoa eu quase n comia no Brasil aki comemos quase td dia acho q é p matar a saudade de ksa :), e o blog realmente é uma ferramenta que no Brasil eu usava muito pouca… ser dona de casa naum era no Brasil e aki fui por alguns meses + já me libertei ;)… e a lista é grande né..boa semana

  2. Andar e nao sair de cabelo molhado tb foram coisas que eu aderi quando passei a morar fora, independente se na Suica ou no Canada.

    bjos

  3. Sair mesmo com chuva é a que mais identifica o morador da ilha. Se vc não fizer isso, vira prisioneiro dentro de casa. De todas essas aí, a que eu não consigo de jeito nenhum é deixar o arroz e o feijão de lado. Mas pelo menos eu como muuuuuuuuuuuuuita batata…
    bjo

  4. Muito bom termos a liberdade de nos reiventar e mudar de ideia – sempre – né? bjs

  5. Karine,
    Sempre leio seu blog pra matar as saudades do meu intercâmbio na Irlanda e adoro ver como você cria seus filhos em um país diferente e consegue passar a cultura brasileira pra eles também. A Chloe e o Breno são uns fofos!
    Continue escrevendo pois com certeza você tem entretido muita gente como eu, que trabalho no mercado financeiro e as vezes preciso de uns 5 minutos de "relax"!

    Beijos

  6. Oi Karine,
    Acompanho sempre o seu blog pra me lembrar dos bons tempos em que morei na Irlanda. Adoro ver fotos dos seus filhos e acho muito legal que você consegue criá-los em um país diferente e continuar transmitindo a cultura brasileira pra eles. Devem ser crianças maravilhosas!
    Continue sempre escrevendo pois, assim como eu, muitas pessoas que vivem no stress do dia a dia de São Paulo precisam de 5 minutos de "relax"!
    Beijos

  7. aaahhh, nao buzinar… isso realmente nao da pra fazer na inglaterra tambem, nao. e aqui em fortaleza o povo usa o diabo da buzina ate pra dar oi na rua.

  8. Eu não buzino porque não dirijo, nem ligo se tá chovendo, cabelo molhado tb faz parte do meu passado (mas ainda não perdi o hábito de lava-lo todo santo dia), arroz e feijão nunca comi. E outra, já me inclui na lista de amigas do último item.
    bjs

  9. Hahahaha…adorei o chefona! 🙂

  10. Sempre leio seu blog, pq além de ser muito MUITO bom, meu sonho é conhecer a Irlanda, essa terra que vc não derrete na rua numa caminhadinha de 500m, rs! Também não acreditava muito em amizade pela internet e vivia dizendo isso, até conhecer sabe lá quanta gente que amava as mesmas coisas que eu (leia-se banda, The Corrs)e hoje tenho mais amigos espalhados pelo Brasil do que em Salvador, onde eu moro. Paguei a língua, HÁ!

    Aproveitando a deixa do pessoal que comentou antes, as fotos dos seus filhos são um charme!

  11. Obrigada Larissa!
    Vou lá no seu blog te conhecer, e ó, também adoro o The corrs!

    beijo

  12. Aqui nos EUA foi dificil se acostumar com o jantar às 5:30. Quem consegue jantar às 5:30 depois de almoçar à 1 da tarde? Portanto acabei fazendo como os americanos. Tomo um café da manhã de rei, uma beliscada no almoço e jantar às 5:30 (urgh!)
    nem precisa dizer que às 9 to morrreeno de fome!
    Ei 'colega', num esqueça de eu né? Também sou seu "colega" virtual!
    Gente dá uma olhada no que eu descobri! Tive a oportunidade de ver um lugar assim com meus proprios olhos!
    É punk!
    http://www.brasileirovivendonoseua.blogspot.com/

  13. Acho que preciso listar o meu antes e depois tbm, mesmo estando no Brasil mesmo e sendo uma mãe de 3, acho que preciso resgatar umas coisas que ficaram no meu passado e unir a minha maturidade de agora…

    Acredito que quando unimos coisas novas em nossas vidas atuais sem perder a essencia que é nossa mesmo, nossa vida só tende a melhorar.

    Parabens pelo post 🙂
    Dany
    danitiepo.com.br

  14. Muito bom o seu post, tambem comecei a fazer varias como voce.
    No comeco senti muita falta de arroz, feijao, fazer as unhas… mas depois nos acostumamos e tudo parece tao normal. Alias, hoje acho estranho comer arroz e feijao todos os dias. Tirar cuticulas das unhas, entao… coisa de gente doida! rs
    Mas ainda estou aprendendo no transito, apelei ate para ouvir musica classica quando dirijo, mas olha… tem cada no cego dirigindo por aqui, vou te contar…
    bjs

  15. Eu saio de cabelo molhado e tb não deixo de sair em dia chuvoso, coisa que pra quem veio de Fortaleza-CE é absurdo…Dia chuvoso a gente morga em casa, mas aqui não tem tempo ruim não! hahahaha!

    Bjos

Leave a Reply