A Vida Sem Ele.

Quando eu e o Rosinha começamos a namorar  a vida social do meu Irishman era Busy.

Toda a sexta era dia de Pub  (oi?) , eu achei estranho, afinal, garota carioca exxxxperta não custuma deixar o rapaixxx assim, tão solto, mas não era opção, era regra, Homem Brasileiro gosta de Mulher e Futebol (não necessariamente nessa ordem) e Homem Irlandês gosta é de Pub , Mulher só começa a ocupar um lugar de destaque ,quando o cara tem mais 30.

Pois bem, com o tempo porque eu comecei a fazer o mesmo ele foi largando essa vida boêmia por livre e espontânea vontade, mas assim como quem larga o cigarro, vira-e-mexe tem lá suas recaídas.

Semana passada foi um desses dias.

Eu  não acho ruim, primeiro porque eu posso sair com as minhas amigas também e depois porque aproveito pra ficar no computador sem remorso, ou assistindo  meus programas sem ele morrendo de tédio do lado, e foi assim, crianças na cama, coloquei uma taça de Vinho, cortei queijos , acendi a lareira e liguei a Tv.
Programa de entrevista do tipo JÔ, os primeiros entrevistados?
Quatro solteirões dando dica de como desencalhar .(vai imaginando os ‘Toques’)
Primeiro conselho:

“ÓÓÓÓ Meninas, Hoje é dia de Jogo ! Os Pubs estão lotados de Opções, coloquem uma roupa bem periguete bonita e partam para lá ,ainda dá tempo !”

Aiii que ódio, aquele sa-fa-do não me falou que era semana de jogo !
Chloe que normalmente dorme bem, não parava de acordar.
Breno me acorda as 22 falando que tava com fome .(tipo, juro que alimento ele, antes que você ligue para o Juízado de menores, era só golpe pra ficar acordado até mais tarde), a vizinha grávida entra em trabalho de parto e o marido não está , o alarme de casa dispara , a seguradora liga pra casa ,na mesma hora que tô com a sogra no celular, em 10 minutos os meus planos de uma noite calma estavam arruínados.

Não demora muito ele chega (não liguei, juro!), diz que não sabe  mais beber como antigamente e .que se diverte muito mais quando estou junto, eu com aquela cara de quem nem deu importância para a declaração de amor (sim, para um irlandês falar que prefere você a cerveja , ele tem que te amar muuuuuuuuito)demonstro ter tudo sob-controle e ofereço uma taça de vinho, ele não precisa saber , mas secretamente admito que a vida com ele do meu lado é muito mais simples , feliz, e  completa , não é atoa que ele é
My Cup of Tea depois de uma noite ‘Daquelas’.

Que seja sempre assim, na alegria e na tristeza, na saúde e na ressaca , no Pub ou debaixo das cobertas, até que a vida ou a morte nos separe.

Facebook Comments

10 Comments

  1. hahaha esse amor vira vício…um vício gostoso..são os laços de família. Parabéns bjs

  2. Oi Ká,
    bem divertido seu post!!!
    Como eu não sou casado apesar de namorar a mesma menina há 6 anos, não posso opinar muito nesse sentido, mas foi divertido o cara dar um conselho pras meninas desencalharem e irem ao pub. Mal sabem eles que está cheio de homens casados lá hehehe

    Bjs

    Rodz

  3. Que lindo! Mas concordo contigo, tem que deixar um pouco solto e logo eles percebem que a programação do clube do Bolinha nem é mais tão legal… Quando a mulher faz o contrário, prende o homem em casa, qdo ele sai quer aproveitar ao máximo… e as consequencias nem sempre são agradáveis!

  4. E isso tb é uma declaração de amor, né? E que declaração. Felicidades!

  5. Super emocionada aqui *_*
    Mas é isso mesmo, após passar por uma traumática [porém educativa] experiência de prender o carinha, vi que não é assim que as coisas funcionam. Tô aprendendo a soltar as rédeas, e tô descobrindo que isso também é divertido. =)

    Já disse que adoro o teu blog?
    É, eu adoro.
    Beijos

  6. Wish I could read Portuguese. It is Portuguese, right? I visited Brazil briefly while in college. It was awesome, but I can only understand a little bit. I speak Spanish, though. I like what you wrote about yourself in your bio.

  7. Irish…Irish! Voltei para o Brasil e o meu ficou por aí! E como vc mesmo disse…até que a morte(no meu caso a vida e as escolhas dela) nos separem! =D

Leave a Reply