Intercâmbio Pra Quê? – Ká.Entre.Nós

É engraçado ver como as pessoas reagem de maneira diferente a um mesmo tipo de experiência.

Quem por exemplo, em sã consciência ,sairia do Brasil para fazer Intercâmbio na Irlanda com planos de “comer arroz-e-feijão” todo dia, só falar português, escutar Pagode, morar com brasileiro e com o tempo que lhe sobra falar mal da cultura local, dos moradores locais, da comida típica e revelar aos quatro cantos o quanto tudo “em casa” é melhor?(sim porque de longe tudo sempre parece melhor do que é),  depois de anos fora esses mesmos voltarão ao  ao Brasil falando carioquês, Baianês , menos Inglês , com meia dúzia de roupa da Diesel na mala,a cabeça pequena e um álbum debaixo do braço pra mostrar que  conheceu a Europa, Grande coisa.

Não quero com isso dizer que a Irlanda ou qualquer lugar do mundo seja melhor ou pior do que o Brasil, só desejo que as pessoas tenham um mínimo de respeito e se entreguem ao intercâmbio cultural a que elas se propuseram a fazer, veio, não gostou? a porta da rua é a serventia da casa, ninguém vai ficar triste , aliás, sua mãe iria adorar…

Tô cansada de ver gente ingrata , que generaliza sem conhecer , a verdade é que não dá pra esperar um papo cabeça se você for a um Pub, da mesma maneira que não dá pra esperar o mesmo se você for a um botequim no Brasil, veja bem, Não dá para esperar, se acontecer ótimo, se não, mais do que normal.

Não posso falar no que rola nos outros paises mas o pré-conceito que brasileiras sofrem por se relacionarem imaginem vocês, com irlandeses ,é imenso, a primeira acusação é do tal Passaporte , “ih aláááá tá com o irish branquelo só por causa do passaporte”, a segunda acusação é a do golpe, sim, porque pra gente desinformada todo Gringo é rico, né? , e é daí pra pior.

Na Irlanda, Na França, No Inferno ou No Brasil você encontra pessoas do mesmo nível que você, almas afins se atraem e o gosto cultural ajuda, portanto aos marinheiros de primeira viagem venham avisados, o Intercâmbio não vai mudar você e nem te acrescentará nada se a sua intenção não for sair e ver com seus próprios olhos.

Quer comer Feijoada da boa vá ao Rio de Janeiro, quer Acarajé, vá a Salvador , quer aprender ? Abra os ouvidos mais do que a boca e experimente o novo não só com os olhos, mas com a Alma, você gasta o seu dinheiro de forma sensata e de quebra , se torna uma pessoa melhor.

Facebook Comments

Leave a Reply