Dores e Delicias

Quando eu decidi morar fora eu nao tinha ideia de como seria a experiencia,obvio que lia sobre o assuntomas a experiencia dos outros pode te dar uma ideia mas nao te da garatias de que com voce vai acontecer o mesmo.Bem ,pra mim essa aventura comecou mais dificil do que o normal…eu tinha um filho.Juro que antes de ser mae nao imaginava quetivesse coragem para fazer isso,alias,e muito facil se colocar no lugar dos outros e fazer pre julgamentos, como os que eu fiz,mas a vida ensina.Eu so aproveitei a oportunidade e que jogue a primeira pedra quem nao tem vontade.
A minha adaptacao em um pais que nao eh o meu nem de longe, foi relativamente facil,tirando o fato de que no Brasil eu morava sozinha com meu filhoe uma baba e aqui a principio tive que dividir um apartamento bem pequenininho com mais 5 ou 6 pessoas,nao tive maiores decepcoesa grana que eu trouxe me segurou bem,ate porque consegui emprego em uma loja de shopping logo nas primeiras duas semanas que estive por aqui nao passei perrengue ou sufoco de especie alguma,mas de qualquer maneira eu cresci,nao sou a mesma karine que saiu do Brasil,nem tenho os mesmos sonhos e planos,alias,aprendi a me concentrar nos planos de curto prazo (porque os de longo prazo nunca dao certo pra mim).

Vim a principio para ficar 6 meses e agora ,olhe pra mim…ja estou aqui fazem 10 meses,meses que passaram voandoassim como passaram voando pessoas que encontrei no caminho e que foram importantes de algum modo para que tudo tenhaandado tranquilo pra mim.Fiz amigos.Uns que eu espero levar por um bom tempo,outros que eu sei que nunca mais verei de novo e que foi so fase,e boa fase.
Encontrei alguma dificuldade em relacao a diferenca de idade ,normalmente pelo menos para a Irlanda,a maioria dos estudantes sao bem novinhos,e que no Brasil normalmente ainda moram com os pais,chegam em um pais diferente,com pessoas de todos os tipos e com toda a liberdade pela frente as vezes se esquecem dos seus objetivos e vivem uma vida de festa(alias,se esse e o seu objetivo escolha londres) ,como aqui as boates fecham cedo e a bebida e relativamente caraessas festas normalmente acontecem na sua casa,enquanto voce trabalhou e estudou o dia inteiro e esta louca pra dormir.
Senti falta tambem dos livros,que diga-se de passagem eh a melhor viagem.
Falta de conversar de igual pra igualcom pessoas que tenham o mesmo interesse que voce alem do ingles(o que na minha opiniao eh o real objetivo de menos da metade dos estudantes daqui.).
Mas na verdade as coisas pra mim comecaram a ficar bem mais interessantes mesmo quando comecei a namorar um Irlandes,aih sim,comecei a conhecer a cultura,os habitos a maneira que eles pensam e me apaixonei pela ideia de nunca me contentar com o mundo que eu ja conheco e de querer sempre mais.Eh fascinante aprender outras linguas,as vezes eu me pego pensando em ingles(as vezes falo com ele em portugues),sou pega de surpresa por um feriado em plena segunda -feira sem motivo de ser(eh feriado porque alguem quis assim),descubro que eh melhor ligar para o chefe e dizer que nao vai trabalhar porque bebeu muito na noite anterior e que esta de ressaca do que dizer que esta doente.Que o natal aqui dura ate depois do ano novo.E que educacao para os irlandeses de uma classe altaeh item basico,e que para a classe pobre nao existe.Que escola eh mais importante que burocracia e que nao precisa de nenhuma documentacao para se matricular uma crianca.
Que pretos e brancos(muuuuito brancos)convivem e falam a mesma lingua.
Que Irlandes casa com chines e tem os filhos mais lindos do mundo. Com essa experiencia voce aprende coisas incontaveis e incontestaveis para o seu crescimento.
Mas aprende principalmente que nao ha lugar no mundo MELHOR DO QUE A SUA CASA.

xoxoxoxox

Facebook Comments

One Comment

Leave a Reply