Eterno ? então não serve.

.
Acabei de ler em uma revista a declaração de uma atriz linda,bem sucedida,separada e com um filho ,dizendo que depois de namorar por 3 mese(.é isso mesmo 3 MESES),com um guri, estava tendo a ABSOLUTA certeza de que havia encontrado o HOMEM DA SUA VIDA.

Fiquei preocupada.Comigo e com ela.
Comigo porque não acredito em amor eterno e sou praticamente descrente sobre relacionamentos monogâmicos , e por ela que depois de ter dado por 3 vezes seguidas a mesma declaração,para mesma revista ,sobre seus companheiros anteriores, continua insistindo nessa história de “pra sempre” e o que é pior: em rede nacional.

Mas me responda: Qual de nós está errada em pensar dessa maneira ?
não há respost.

Em se tratando de sentimento cada qual leva em si a sua convicção,convicção essa construída ao longo dos relacionamentos e das experiências,as vezes nem de suas próprias, adquiridas com o tempo.
Quem ler esse texto pode ter uma imagem ao meu respeito,como se eu tivesse sido uma menina que sofreu muito nos relacionamentos e agora está descrente do amor,mas lhe garanto,essa imagem não corresponde com a realidade.não mesmo.
Sempre soube direitinho o que quero.
Me lembro que antes de beijar na boca pela primeira vez ,estava na dúvida ,não SE eu deveria beijar,mas QUEM eu deveria beijar.
E ao longo da minha vida,sempre tive muuuuuuita sorte de ter ao meu lado pessoas especiais,tenho certeza de que amei meus exs namorados ,mas nunca achei que o amor bastasse em si e nunca permiti que ele carregasse o “peso” de ser eterno.

Tudo tem um prazo de validade,com o amor não é diferente.
Ele pode existir para sempre,mas mudam as conotações ,as expectativas e as necessidades.
E pra mim se o que era ótimo passa a ser bom,não serve mais.
não da mesma maneira que antes.(é nessa hora que ocorre a famosa reestruturação de cargos….rs)
Quando me proponho a me relacionar com alguém sou cautelosa e levo à sério.(até segunda ordem pelo menos…)
Eu só envolvo a família por exemplo quando eu tenho alguma certeza de que será uma relação mais duradoura.
Até hoje eles só conheceram o meu primeiro namorado com quem fiquei 6 anos e meu ex marido .Não me arrependo.

Pouco romântica ? talvez sim.
Mas realmente não me acostumo com o que a sociedade impõe como sendo desejo geral.
Sim,é uma maneira de levar a vida.Para muitos uma maneira até leviana.(para o desgosto dos meus pais que sonham em me ver casada cuidando da família . a f e ).
Mas para mim é a única forma de viver bem comigo mesmo.

E isso não significa que eu não acredite no amor…MUITO pelo contrário,só não acredito em UM ÚNICO amor.

Apesar de ser prática, posso afirmar com convicção que namorado meu nunca morreu por carência afetiva.
Eu amo e nunca tive vergonha de demonstrar meus sentimentos (todos eles),
embora meu jeito seja contido , sei me fazer entender.

Ah ! e quanto a mocinha da declaração ETERNA,não preciso citar o nome,existem mil delas no seu orkut ,é só entrar e ver os milhares de casais (bastante efusivos em sua maioria) que se “amarão eternamente” e fazer a escolha que mais se adeque ao seu estilo de vida :
“eterno e teatral” ou “real e calmo”.

A minha escolha todo mundo conhece.
Só servem os reais.mesmo que durem uma semana.

E se é verdade essa história de que tem alguém reservado pra ficar ao meu lado para o resto da vida ,não me apresente meu par ,se a gente realmente combinar,ele também não iria querer me conhecer.pelo menos não agora.

*;
Atualizando depois de mais de 3 anos…
Gente, mordi a língua.
Hoje estou casada e cuidando da família exatamente como minha mãe sonhava! hahahaha
A reza ali é forte e eu ganhei um amor, que pelo menos espero ser para vida toda!

Facebook Comments

2 Comments

  1. Há cada post seu estou conhecendo mais de você e me identificando cada vez mais.
    Feitas as devidas considerações vamos ao meu comentário…
    Acho essa busca incessante das pessoas por um único amor eterno uma grande loucura…
    Um dia li num livro que essa história de alma gêmea não existe, que é pura invenção do ser humano!Às vezes fico pensando… Não é possível que nesse mundão em que vivemos só exista uma única pessoa certa, uma única “tampa para a minha panela”, afinal, uma panela pode ser tampada por várias tampas diferentes!Hahahahaha!!!!
    Pode ser que um dia eu “quebre a cara”, afinal, tudo é possível, mas o futuro ainda é o amanhã e eu prefiro me concentrar no hoje!E no momento estou a anos-luz de distância daquela famosa frase “e eles foram felizes para sempre”. Para ser ainda mais sincera, não sei se um dia chegarei próxima a ela. É quase certo que não.
    “Que não seja imortal, posto que é chama, mas que seja infinito enquanto dure”, já dizia nosso tão querido e sábio Vinícius!
    Vou ficar por aqui se não não páro mais de escrever! Hahahahaha!!!!
    Beijos, Ká! Minha aquariana gêmea preferida! 😉

  2. Bem…não vou ser prolixa,apenas tenho que admitir que na minha condição de “cumbuca”rs…concordo com tudo que foi dito por vc nesse texto auto-biográfico.

    Bjux.

Leave a Reply