Transformando dor, em amor – Projeto Anjos Solidários

Antes de começar a ler esse post, por favor, leia esse (aqui)

Leu?

Agora podemos continuar, de onde o post antigo sobre a Izadora parou.

Izadora casou, o casamento foi lindo e feliz, como ela merecia.
Ela compartilhou as fotos e eu pude de alguma maneira, fazer parte daquele momento.
Izadora continuou sendo a Izadora.

E ela engravidou.

Theo nasceu a coisa mais vitaminada que existe no mundo das coisas vitaminadas, jura Izadora, que a culpa era só do leite materno.
Acreditamos.
Acreditamos e babamos, mesmo que do outro lado da tela.

Izadora gostou tanto dessa coisa de ser mãe que encomendou outra, logo depois da Theo.
Mas a vida, ah a vida!
Ela nos prega peças e coisas inesperadas também acontecem com pessoas boas.
E aconteceu com a Izadora, com o marido da Izadora, com a família da Izadora.

Izadora estava grávida de 7 meses.
Imagine você.
Theo ficou doente, como toda criança de 1 ano e pouco fica.
Vômito, diarréia, febre.
Izadora buscou ajuda.
Não concordou com o diagnóstico.
Voltou ao hospital a procura de uma segunda opinião.
Theo ficou internada, foi entubada e não resistiu.
Theo partiu.
Um dia ela estava ali, toda cheia de graça e de vida, e em um epaço de dias, se foi.
A culpada foi a Síndrome hemolítica Urêmica, uma doença com 95% de chances de cura, Infelizmente Theo fez parte dos 5%.

Izadora, a minha amiga que só sabia sorrir, aprendeu a chorar, mas viu no luto, a oportunidade de curar sua dor ao mesmo tempo que cura a dor alheia.
Izadora se juntou as mães do Daniel e da Giovanna, que também viraram anjos na mesma época e juntas começaram o projeto Anjos Solidários.

Elas transformam diariamente essa dor em amor e ajudam famílias carentes o ano inteiro com eventos e com ações independentes.

O ano passado elas conseguiram fazer com que o Natal de muitas famílias fosse melhor, esse ano, juntas vamos fazer um melhor e maior ainda!

Dia 3 de dezembro elas realizarão um Picnic no no Rio de Janeiro e todos estão convidados!

Para participar e saber maiores detalhes sobre esse e outros eventos curta a página do ( Projeto Anjos Solidários no Facebook ), você pode ajudar de muitas maneiras!

Izadora tá bem, Marido de Izadora tá bem, a bebê Arco-íris dela nasceu saudável e risonha, ela continua jurando que todas as dobrinhas do corpo de Catarina são “culpa” do leite materno e eu sigo acreditando que pessoas boas conseguem tirar de eventos inesperados a esperança de dias menos cinzas para o mundo.

Izadora (junto com suas companheiras de luta) continua fazendo o que sabe de melhor, por ela, pela Theo e por quem precisa.

Amiga, não consigo nem te descrever, pra vocês, todo o meu amor.

E você, que leu esse post, vai lá e dá um abraço bem apertado no seu filho, pela Izadora, pela Theo e por mim, mas principalmente, por você.

Fotógrafa Ju Montenegro

 

Facebook Comments
0

8 Comments

  1. Muito triste e lindo!
    DEUS abençoe Isadora e todas as mães desse projeto!

  2. Que lindo!!! Me emocionei!!!

  3. Karine,
    Obrigado pelo carinho e principalmente por compartilhar os Anjos Solidários. Que possamos continuar transformando dor em amor.
    Bjs em toda sua família.
    Fábio, Cris, Anjo Daniel e Henrique.

  4. Que dor! Eu fico sem palavras:(
    Vou compartilhar esse projeto lindo com os amigos que estão por lá xx

  5. Ai Ka…vc e suas palavras…e eu fico sem pra expressar. Lindo demais.

  6. Sem palavras.
    Força pra essas famílias!!!!
    Não estou no Rio, mas vou compartilhar pra que essa corrente só aumente!

    https://aprimeiracasaninguemesquece.blogspot.com.br/

  7. Ká.Entre.Nós, a Izadora Meira é tudo isto mesmo que vc escreveu em 2012. Recentemente, a extrema dor causada pela perda de nossa Theodora me fez acreditar que nunca eu teria de volta aquela minha filha feliz, como vc diz. Aos poucos, com a ajuda de nossa Catarina, e de pessoas especiais, entre elas você, a natureza aflora e a vida está trocando os tons cinzentos pelo tons vibrantes do arco-íris. Sua amiga feliz brevemente estará de volta, não igualzinha àquela que vc conheceu, mas com certeza melhor do que aquela.

  8. Nossa Ka, você tem o dom de escrever coisas bonitas.

Deixe uma resposta