Quem é a Ká?

Se você veio aqui a procura de ajuda com o seu intercâmbio e tem Passaporte Europeu, Visto de trabalho ou está planejando um Mestrado ou Doutorado na irlanda, eu ofereço serviço de assistência a Famílias que querem se mudar com filhos para a Irlanda.

Com assessoria em escolas primárias, documentação, locação de imóvel na Irlanda e todo o auxílio aos serviços burocráticos práticos.

Se quiser saber mais sobre a vida na Irlanda e informações mais detalhadas sobre custo de vida entre em contato será um prazer te atender.

 

Oi, Prazer, eu sou a Karine !

Um dia, aos quase 30 anos (provavelmente na Tpm) senti a necessidade de dar um rumo diferente a minha vida, carreira e planos, eu queria mais.

A essa altura eu já tinha plantado uma árvore, casado, feito faculdade e tido filho, mas nunca tinha estudado fora (aliás, a frase que diz que todo mundo tem que plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho, foi criada antes de inventarem o avião, hoje deve-se incluir “conhecer o mundo”.

Muita gente me olhou torto, na opinião dessas pessoas eu já estava “velha” demais para fazer intercâmbio.

Após uma pesquisa na Internet optei pela Europa,por vários motivos , entre eles a  possibilidade de viajar mais (só não me lembro em que momento escolhi a Irlanda, coisa do destino, sei lá). Com o apoio das pessoas que realmente me importavam me organizei, arrumei a cabeça- as malas- e literalmente embarquei nessa sem saber muito bem o que eu iria encontrar.

A principio tinha planos de ficar 6 meses, afinal, ficar longe do Breno seria difícil para nós dois, mas com o tempo e minhas visitas a cada dois meses ao Rj, o meu coração foi sossegando, tinha feito o melhor, afinal, não valeria a pena tira-lo de toda uma infra-estrutura e rotina, por uma aventura minha.

As coisas na Irlanda foram relativamente fáceis, consegui emprego em uma loja no shopping na minha primeira semana, o inglês estava evoluindo, ia a escola e conheci gente, meus planos começaram a mudar mesmo quando eu conheci meu namorado (hoje marido), que é irlandês.

Os iniciais 6 meses se transformaram em 1 ano, depois em 1 ano e meio, até que ele me pediu em casamento e fez a proposta de trazer meu filho para cá. Mas como coisas planejadas normalmente não costumam dar muito certo, pelo menos comigo, engravidei (da Chloe), adiei meu casamento e adiantei a vinda do Breno.

Hoje, depois de muitas renovações de visto para estudante, faz alguns anos que moro em Dublin, feliz, com uma casa metade brasileira e metade irlandesa, sou testemunha do que dizem por aí de que o intercâmbio muda mesmo a vida da gente e de uma maneira ou de outra, muda um pouquinho a vida de todos a nossa volta.
Não estudei para ser Housewife, mas sei que é uma fase e que faz parte do ‘pacote’ das escolhas que fiz na vida.
Por isso a idéia do blog, dessa maneira consigo exercer minha paixão que é escrever além de dar dicas e falar das minhas aventuras do outro lado do mundo.

No fim, achei o que não vim procurar, mas posso afirmar com toda certeza de que não poderia ter tomado decisão melhor.
Dizem que quando a gente escolhe com o coração lá na frente tudo se explica – Tá aí a prova.

Um brinde a TPM e dois ao Intercâmbio!

 

Quer saber um pouquinho mais sobre a gente?
Me siga nas redes sociais!
Facebook 
Instagram

 

Facebook Comments
0

59 Comments

  1. Nossa, que legal, são poucos os blogueiros que conheço que moram em ouro canto do planeta que não seja o Brasil.
    Muito legal sua esperiência de vida.
    Você vai poder escrever um lívro sim rsrs
    Bjo!

  2. Olá, boa tarde. Estava navegando no blog "linklog" e achei, por acaso, o seu…
    Achei bacana as informações passadas por vc sobre a "profissão" Au Pair. Tenho um amigo morando a 2 anos no Alaska (pasme), trabalhando exatamente com isso. Cuida de duas crianças, e está adorando. Como o contrato não pode ser renovado por mais de 2 anos, o "maluco" está a caminho de Dublin, já no início de 2010. O interessante é que temos um amigo morando também em Dublin já faz quase 2 anos, e está adorando a cidade. A impressão que tenho é que este mundo tem ficado cada vez menor….ainda mais com as facilidades que a internet nos trás hj, encurtando distâncias antes absurdas. Bom, acabei me alongando demais no comentário hehehe. Tenho 28 anos, um emprego fixo no ESTADO de MG e, juro, se não fosse isso, já tinha caído na estrada também. Vontade não me falta…pena é nao ter coragem de largar estabilidade por aventura ou vida nova. Grande abraço, boa sorte!

  3. POis é logo nesses 30…rs…sera que o pensamento de cnhecer e explorar o mundo tambem aparece nessa idade.Amiga estou em propostas de ir pra fora …sob consulta ainda…
    bjks saudades

  4. Ka!!!
    Que legal quando te vi voltando ao meu blog tambem… Convenhamos que tu tambem andavas desaparecida!!! rsrs Mas imaginei que seja a nova rotina, um baby mais e que a vida tava indo bem. Ocupacão è sinal de atividade, vida rolando pra frente.
    Pois ouvi a musica sim e gostei bastante. Quero baixar o disco dela assim que tiver um tempinho.
    Me identifiquei demais com esse teu texto, afinal eu fiz o mesmo, mas por razões diferentes, e sem planejar acabei ficando aqui. Sim, eu tô na Espanha e não pretendo voltar nunca mais. Tenho o meu coracão preso à esse lugar jà. Acabou aquele pavor que eu tinha de sair do Rio. Estou em Galicia, e aqui temos alguns costumes parecidos com os dos irlandeses por causa da influencia celta. Não nos conhecemos muito, ou melhor, quase nada, vamos seguindo os rastros das personalidades que ficam espalhados no que escrevemos, mas eu tambem lembro de ti por aqui.
    Vou ter que acabar o comentario assim, meio pela metade porque estou ocupada pra caramba agora mesmo. Depois volto com mais calma pra ver o que tinha perdido.
    Ah! Adorei o layout novo!
    E perdoa os erros de pontuacão que meu teclado tomou um banho de coca cola!!! hahahahhahaha

    Beijo Ka!
    Felicidades!!!

  5. Em primeira mão parabéns,
    Por sua ousadia e vontade
    de vencer na vida, você, de fato
    saiu do lugar, admiro pessoas assim
    como você decididas, sabem o que querem e vão em busca disto.
    A minha namorada está indo pra Holanda, vou falar pra ela dar umas lida no seu blog, caso tenha uma dica legal envie em e-mail:
    isaacsreis@hotmail.com

    desde já, obrigado e muito sucesso !

  6. Gostei de sua atitude.
    O que deve ter doído mesmo foi deixar o filhote por uns tempos.
    Mas na vida às vezes passamos por provações, que nos darão um alento melhor no futuro.

    Grande abraço do Brasil!

  7. Sua história é bem interessante amiga.
    Alguns anos atrás namorei um finlandês ( que era apaixonado por mim) Mas eu não tinha certeza se gostava dele.
    E quando ele me deu um cheque-mate, dizendo que se eu não fosse embora com ele para Helsinki, o namoro terminaria ali.
    Terminamos.
    Logo em seguida conheci o Marcos, com quem me casei e sou muito feliz e realizada…
    As vezes certas coisas acontecem em nossas vidas, e não entendemos na hora, mas… Tudo tem um propósito, um porque, uma questão.

    Linda a sua história.
    Espero que sejamos amigas aqui.
    Abração, se quiser mandar algum texto, email, etc:
    vaafferreira@gmail.com

    Envie links seus pro planeta, que toda sexta-feira eu faço diulgação, veja lá.
    Abração

  8. Olá, só hoje li isso … amiga, admiro-te, será que quando eu chegar aos 40 ainda dá para fazer um intercâmbi0?! kkkk

  9. Opa, deixei um comentário mas acho que me enganei e mandei como um formulári ode contato não sei bem. (LoL)
    Pois bem vou falar mais ou menos o que falei antes, legal a sua história e muito interessante observar como as coisas acontecem nas nossas vidas e muitas vezes nem percebemos o que talvez não seja o seu caso. Mas penso que, muitas vezes podemos saborear a VIDA de maneira intensa( foi mal os erros de português mas estou enferrujado) Quando nos decidimos a ir em busca dos nossos sonhos podemos ir muito longe, mas quando ficamos a esperar que tudo aconteça, muitas vezes até podem acontecer, mas creio que deixamos de aproveitar muito mais, pois quando se vive intesamente cada segundo, a VIDA ganha um sentido muito maior e creio que vc nos seus 30 anos pode falar com muita propriedade sobre esse assunto, parabéns pela determinação.

  10. Opa então deixei comentário no local errado tb. 🙁 tomara que vc receba :D…

  11. Olá,
    Adorei seu blog, me identifiquei muito com seu inicio de vida e Dublin, tenho 31 anos e larguei algumas coisas no Brasil para ficar 6 meses aqui….
    Não gosto de programar nada, por enquanto ficarei 6 meses e vamos ver o que acontece.
    Parabéns,
    Felicidades
    Camila

  12. Linda a sua história. E a vida é isso mesmo, surpreende sempre.

    E se a Branca de Neve não tivesse mordido a maçã, ela não teria beijado o príncipe!

    Saudações

    Nathiane

  13. Ainda não tinha visto a foto do casamento! Ficou lindíssima! Vcs estão divinos!

    Bjos

  14. é verdade, o sentido é sempre nosso… mas tem atitudes que impulsionam a transformação… parabens e que legal que constituiu uma familia feliz…

  15. Olá,
    Gostaria de participar do site Brazucas no Mundo? A ideia é agrupar os blogs de brasileiros que vivem no exterior e facilitar a vida de quem quer saber mais como é viver fora.
    Se você topar, entre em Participe no site.
    Viva a Irlanda, viva o Brasil!!

  16. Ká,

    Li agora esta parte…
    Absurdamente parecida comigo… Na verdade até me deu mais medo…
    Estou indo para um curso de 6 meses e deixarei meu filho no Brasil porque nã é justo ele ir atras da minha aventura, mas que ela é para melhorar nossas vidas tambem.
    Faço 30 anos este ano e o que tem de gente falando que sou louca ou porque não pensei isso antes é ENORME,mas os necessarios apoiam e me valido disso.
    Espero só agora arranjar o Irlandês e casar kkkkk filhos mais nem penar…rsrs
    BEIJOSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSSS
    Amei esse texto, me vi nele!
    Há, tô levando acarajé e vatapá pra gente 🙂

  17. Ká,acho que meu inicio vai ser igual o seum gente fazendo cara torta e dizenbdo que sou velha para fazer intercambio….mas não espero me casar ou ter filhos por ai, mas como você espero modificar minha vida…teu blog é lindo,parabéns!

  18. Minha historia eh muito parecida Karine, inclusive os nossos nomes! lol
    Tenho 27, deixei minha filha no Brasil e passei 1 ano na Irlanda, conheci o amor da minha vida em Dublin (meu rosinha) um irlandes maravilhoso, voltei ao Brasil faz 2 semanas e meu amor ficou (mas com planos de casar-mos em Novembro).
    Agora mato a saudades pelo Skype…Encontrei seu blog por acaso e ja sou fan! lol Parabens Ka e muita forca p/ nos! bjones

  19. Ei Ka. Parabéns pelo Blog, estou devorando tudo que posso dele…rs.
    Estou decidida a ir estudar inglês na Irlanda tmb, porém contudo, todavia,,,rs, meu nível de inglês é basicão de tudo, mas não tenho paciência e nem tempo pra ficar anos em uma sala de aula, por isso optei pelo intercÂmbio. Estou começando a tirar minhas dúvidas e vc tá ajudando indiretamente..rs. Gostaria que vc me add no msn, se possível, gostaria mto de poder conversar com vc. Meu endereço: rosanasmello@hotmail.com. Bjinho e tdo de bom.

  20. oi Ká, tudo bem?
    Encontrei o seu blog há alguns dias e amei! Além de adorar viagens e tudo que diz respeito a novas culturas, tenho uma prima chamada Karine e uma outra que morou na Irlanda (e adorou), ou seja, me identifiquei de cara. Já estou acompanhando todos os seus posts e até me animei a criar um blog também. Como você criou o seu? No blogger no google mesmo ou em outro provedor?
    beijos
    Nayana

  21. SOU UM MINEIRO (DO BRASIL) E NO BRASIL , MAIS COM O CORAÇÃO SEM FRONTEIRAS E QUE FCA EMOCIONADO AO CONHECER PESSOAS COM HISTÓRIAS E FAZENDO HISTÓRIAS COMO A SUA .É PRA MIM UM PRAZER DEIXAR AQUI MEU DEPOIMENTO E UMA HOMENAGEM :
    http://justaluasossegorima.blogspot.com/2011/05/mae.html

  22. Olá, prazer em conhecê-la! Me chamo Ana Paula, moro na Holanda há 8 anos e reconheço o que você conta… É bom ler as histórias de outras mães (e filhos) que estão fora do Brasil. É tão diferente de onde crescemos, não? Também resolvi fazer um blog para dividir minha vida com outras mulheres como eu, dê uma olhada quando sobrar um tempo (você deve estar super ocupada com dois filhos e uma gravidez!) http://deunhafeita.blogspot.com/

  23. Ka, dou sempre uma passadinha por aqui para saber as novidades. Vi que vc ta barriguda e fiquei mto feliz, parabéns!!!
    Ce poderia me passar seu email?
    Bjaoo

  24. Amei seu Blog e Amo Dublin!! Tb ja dei umas andadinhas pelo mundo..Minha vida tb tem um pouco da sua.. Vou te visitar sempre! Bjinhos
    Joanna Gandra

    http://mapetitelima01.blogspot.com/

  25. Ká, o inicio da sua historia é o começo da minha…quase 30, crise de Tpm, vontade de mudar 180º, todos te consideram "velha" pro intercambio…sempre sonhei em conhecer dublin e realizei este sonho ano passado durante viagem de ferias…amor a primeira vista, intercambio na cabeça…pretendo ir no 2º semestre desse ano….espero que o final seja feliz como o seu…um grande abraço, Gizely

  26. Olá Ka, Sou amiga da Carol, nos encontramos no rodízio de pizza, lembra?
    Te achei no face da Carol e parei aqui!
    Parabéns pelo blog e pela sua história linda de vida! Vc é uma guerreira e muito corajosa! Poucas mulheres teriam a coragem que vc teve!
    Te admiro muito por isso!
    Um beijo
    Livia

  27. Que prazer ler esse texto e conhecer um pouco sobre você! Adorei 🙂

    Parabéns!!!!!

  28. oi,me identifiquei muito com a sua história . Tenho planejado vijar para a Irlanda mas muitos acham que já passei da idade para fazer isso . Até agora me dediquei muito as outras pessoas e preciso tomar esse rumo de pensar mais em mim . um abração , espero que nos encontremos um dia .

  29. Olá Karine! Adorei suas dicas de viagens! Estou vivendo fora do BR por um período e tb comecei um blog com dicas de lugares que estou conhecendo! Sempre muito bom poder trocar "figurinhas"! Beijos,
    Paty
    http://www.vidassuica.blogspot.com

  30. Adorei o seu blog! Parabens!

  31. Oi Karina, gostei muito do seu blog.

    Por favor se puder me ajudar, namoro um irlandes e vamos no casar no Brasil e depois retornar para Irlanda. Mas não sei se o casamento é valido na irlanda. Voce sabe se tenho que traduzir a certidao de casamento aqui no brasil?
    Obrigada
    Juliana

  32. Oi Karina, gostei muito do seu blog.

    Por favor se puder me ajudar, namoro um irlandes e vamos no casar no Brasil e depois retornar para Irlanda. Mas não sei se o casamento é valido na irlanda. Voce sabe se tenho que traduzir a certidao de casamento aqui no brasil?
    Obrigada
    Juliana

  33. Linda a sua história, inspiradora no minimo.
    Parabéns pela garra e força de vontade.

    Viva a TPM. srsrsrsrs

  34. Oi Karine!

    Sou brasileiro e cheguei na Escocia ha 3 semanas! Vim com o intuito de me casar, nossas historias sao parecidas.
    Entretanto, esses primeiros dias estao sendo mto dificeis, sinto saudades de casa, de minha mae, irmaos. Ainda nao consigo me sentir em casa aqui, acho tudo estranho, nao consigo fincar lacos com ninguem por aqui.
    Vc tem algum conselho pra me dar? rsr
    Como foi sua adaptacao em Dublin? Vc ainda sente mta saudade da familia no Brasil? bjus

    • Oi Sydney, sinto muito por ouvir que você não tem se adaptado, mas ao mesmo tempo acho que esse sentimento é bem normal, principalmente no início, 3 semanas não são nada perto de todo um futuro que você tem pela frente, não entendi direito, mas parece que você tem alguém aí com quem vai casar, é isso? essa pessoa não tem sido legal com você?

      Para te ser bem sincera, se eu não tivesse o blog a minha vida seria muito mais difícil, conheci quase todas as minhas amigas praticamente por ele, será que não seria bacana vc pensar em começar a escrever um?
      E trabalho, escola essas coisas, não fazem parte do seu plano?
      Conviver com outras pessoas na mesma situação ajuda a não se sentir tão sozinho…

      No mais, força, foco e fé!

      Toda a sorte do mundo pra vc!

  35. Obrigado pela forca!

    Sim, apessoa com quem vou me casar eh maravilhosa, tudo estah dando certo, inclusive o casamento jah estah marcado e tudo.

    O unico problema eh q nunca tinha saido de casa antes, sinto mta saudade da minha mae, serah q isso passa com o tempo?

    Como foi seu periodo de adaptacao em Dublin? HJ em dia vc jah se ve totalmente integrada ou ainda pensa em voltar pro Brasil?

    Abracos

  36. Oi Karine, tudo bem?

    Gostaria de tirar uma duvida. Na sua opiniao vc se considera mais feliz morando na Irlanda ou vc acha q poderia ser mais feliz morando no Brasil? Quais os pros q vc ve na Irlanda q vc nao ve no Brasil?

    Sei q eh uma pergunta invasiva, mas queria saber de uma pessoa que jah mora ha mto tempo na Irlanda e tem certa maturidade pra refletir sobre essa questao.

    Abracos,
    Sydnei

  37. Adorei seu blog, muito bem escrito e acima de tudo, e acima de tudo escrito com o coração!
    Sou blogueira também, as vi parar aqui numa busca no google sobre passeios com crianças em Dublin, meu irmão e minha cunhada estão morando ai desde Março desse ano, e pretendemos viajar em Janeiro pra ai.
    Tenho duas meninas e elas terão 3 anos e meio e 1 ano e 3 meses respectivamente.
    Parabéns pela sua familia!
    bjo

  38. Nossa fantástica sua história, e confesso viajei completamente nela!
    Enquanto lia pensava em como é fenomenal sua experiência de vida. E me imaginei fazendo algo assim!
    Como você casei e me separei e hoje continuo solteira ,sou formada em enfermagem mas não muito satisfeita com minha profissão,as vezes sinto como se estivesse no lugar errado, no momento errado. Seu blog me deu ânimo para realizar algo que tenho em mente há muitos anos, que ter a experiência de viver fora do Brasil mesmo que por um tempo, Agora pretendo colocar em prática isso e tenho a facilidade de ter várias amigas e familiares morando aí na Europa! E digo a você Ká agora estou super animada com a perspectiva de realização do meu sonho!! Um grande beijo amada e Deus te abençoe!

  39. Oi Ká!
    Tudo bem com você?

    Me chamo Nicole e pretendo fazer intercâmbio(work and study) em 2015 por 6 meses(ou mais) na Irlanda, para ser mais exata Dublin, e como percebi, você é bem viajada e gostaria de uma dica sua. Lá vai:

    DUBLIN É REALMENTE UM BOM LUGAR PARA SE FAZER INTERCÂMBIO?

    Eu realmente estava a procura de um lugar bom, já que pretendo viajar única e exclusivamente com o intuito de aprender e crescer pessoalmente e profissionalmente.E eu realmente não estou nem um pouco afim dos lugares óbvios como EUA, Canadá e Austrália.

    Beijo,Beijo

  40. Hey Ká! What's the craic? Wow! Eu achei o seu blog ontem…dia 01 de Janeiro de 2014! Super engraçado, eu estava montando meu novo blog em inglês, aí decidi verificar no Expat Blog algo do gênero…e encontrei você! Bom, eu fui para Irlanda em 2010, e conheci meu "namorido" lá! Yep, ele é Irish também! Sou half Brazilian/Half Irish, igual você…e foi com esse "termo" que te encontrei.! Bom, o meu Blog em Português é esse aqui da Samsãra Jaya, depois dá uma passadinha por lá…e vamos mantendo contatos…na Páscoa estarei por aí…quem sabe não tomamos um Irish Tea?! xx

  41. Hey Ká! What's the craic? Wow! Encontrei o seu blog ontem…por acaso…bem no dia 01/janeiro/2014! Wow! Eu estava aqui terminando de montar o meu novo Blog em inglês, quando fui pesquisar no Expat Blog se tinha algo do gênero e encontrei outra Half Brazilian/Half Irish! Adorei. Eu morei na Irlanda em 2010, conheci o meu "namorido" lá…assim como você a minha história. Super! Depois dá uma passadinha lá no meu Blog da Samsãra Jaya, em alguns meses colocarei o outro on também, viu! Na Páscoa, estarei por aí…quem sabe não tomamos um Irish Tea. xx

  42. Ká, muito legal a sua história, e confesso que a fase que estou se parece muito com a sua, na época em que vc tomou essa decisão. Hoje tenho 30 anos, um filho de 8 anos e uma vontade enorme de conhecer o mundo, de tentar a vida fora do nosso país, que é muito bom, mas vem sendo, aos poucos, detonado pelos nossos governantes.

    Penso muito em me mudar, mas o que mais me segura aqui é a preocupação com meu filho e todas as questões legais que o envolvem. Por exemplo, não tenho como deixá-lo aqui, teria que levá-lo comigo. Segundo, me dou super mal com o pai dele provavelmente ele não permitiria ia saída do nosso filho para o exterior. Você poderia me contar como resolveu tudo isso?

    Se puder me responder por email, agradeceria, pois existem algumas situações que não gostaria de compartilhar publicamente. carol.imprensa@gmail.com

    De qualquer forma, parabéns pela sua coragem e pelo seu sucesso! Que vc continue sendo muito feliz!

  43. Ká, muito legal a sua história. Como vc, eu tb tenho 30 anos, um filho de 8 anos e uma vontade enorme de conhecer o mundo, de morar fora do Brasil.

    Queria te expôr uma situação, algo particular, será que podemos trocar email? carol.imprensa@gmail.com

    De qualquer forma, parabéns pela sua coragem e pelo seu sucesso! Que essa felicidade perdure!!

    Super beijos

  44. Oi, conheci seu blog só agora, através da matéria sobre a Peppa pig publicada na revista TPM. Vou procurar acompanhar, como já curti no facebook fica mais fácil de sempre ver matérias novas. Vi que uma pessoa comentou aqui que não conhece muitos blogueiros de outros lugares, algo assim essa pessoa comentou… Acho que o mais legal de tudo é que você escreve para o povo daqui do Brasil, sobre a irlanda e coisa variadas, mas com essa ideia do "entre nós" bem forte. E isso acho que é o mais legal, fora que assim você fica sentindo um pedacinho do Brasil perto de ti (fora o que tu já acompanha pela internet, TV,…). Curti bastante… Espero ler mais vezes o teu blog. 🙂

  45. Olá, Karine!

    Tenho um podcast em que entrevisto brasileiros que vivem ou viveram no exterior. Você gostaria de participar? Você pode conferir as entrevistas em http://www.onomedissoemundo.com.

    Obrigado

  46. Mulher, amei teu blog, o jeito que vc escreve,(adoro ler mas não gosto de escrever rs).

    prazer em conhecê-la,

    Joelma

  47. Que linda sua historia, parabens pela familia maravilhosa!
    Ouvi falar sobre uma relacao de fato, voce sabe me dizer sobre isso? Vi citado em um blog, sobre relacionamentos entre irlandeses e brasileiras, joguei no google mas nao acho nada.
    Estou indo visitar o namo esse ano e ele fara a carta convite pra mim visita-lo sem probs na entrada, mas pelo visto de turista, so me permitem ficar tres meses, foi qdo li q o namo podiam fazer uma declaracao de relacao de fato para prolongar minha estadia, vc sabe de qlgo do tipo? Ou tem alguma outra dica?

    Obrigada

    Raquel
    rachwayne2013@gmail.com

    • Oi Rachel, tudo bem?
      Então, a única maneira de vc tirar o partner visa é estar MORANDO com ele a mais de 2 anos comprovadamente. Não existe carta nenhuma que ela faça que possa prolongar o seu visto, ou seria muito fácil, né? E lembre-se: Nada em País nenhum é muito fácil em se tratando de imigração 😉 As suas opções são: Comprar um curso e ficar como estudante, casar ou ficar só os 3 meses permitidos como turista. Beijo

  48. Oi Karine,
    Identifiquei-me com sua história. Estou chegando aos 30, já casei, só não tive filho ainda. Sinto uma conexão com a Irlanda desde adolescente, pelas bandas, filmes, músicas, história medieval, etc. Minhas amigas aqui dizem que sou obcecada pela Irlanda. Eu sou advogada, mas tentando estudar para concurso aqui nesse país, e é quase uma loteria passar. Se vc não fizer 100% da prova não passa! Muita concorrência, muita gente desesperada por um emprego público, pois a iniciativa privada aqui morre de fome.
    Gostei da sua história, pois acho que vc sentia as mesmas angústias e inquietações que eu e no fundo, eu queria ter o seu mesmo final…(não vou mentir)!
    Espero mantermos contato.
    meu email é nayarafnegreiros@hotmail.com e whats +55 86 94151080
    Beijos!

  49. oi Ká! Tudo bem? Sou a Ana, blogueira desde 2008. Eu escrevia sobre maternidade, tinha o blog Eu com os 4!!!! e há 2 anos escrevo somente sobre viagens. A Mage me falou de você e vim te conhecer. Estou adorando o blog. Parabéns e sucesso!

    Ana

    • Que legal Ana! Se eu te falar que conheço seu blog, vc acredita?
      Eu acho que o descobri quando fiquei gravida pela última vez e fui procurar pessoas na mesma situação ha ha ha
      Que pena que vc parou, mas acho que te entendo!
      Quando todas as kids estiverem maiores, vão precisar de mais 'privacidade" né?

      Qual o seu blog de turismo?

      Um beijão

  50. Ká, adorei seu blog! Parabéns!!!
    Como é viver em Dublin com uma bebe de 5 meses? Pergunto isso pq estou grávida, prestes a ganhar minha bebezinha e apareceu uma proposta de emprego pro meu marido trabalhar aí. Não está nada certo, mas parece ser uma proposta bem interessante. Para isso, eu teria de lagar meu emprego e ir em busca dessa vida nova. Sempre tive o sonho em morar fora do Brasil, só que se der certo, não sei se o sonho está aparecendo na melhor fase da minha vida.. rssrs.. com uma bebezinha vindo aí. E se formos, vamos esperar pelo menos até ela completar os 5 meses de vida. Como é a vida aí com crianças? Abs, Camila.

  51. Ká, adorei seu blogue e sua iniciativa! Ô menina de coragem!
    Eu e minha filha de 4 anos estamos nos mudando pra Dublin em dezembro e desculpa a expressão, cagando de medo, kkkk.
    Apesar de ter passaporte europeu, estou tendo muitas dificuldades. Tipo alugar um imóvel, escolher e inscrever ela nas escolas? Por favor, me dá uma luz. Dá umas dicas.
    Melhores lugares pra morar com a familia e escolas júnior infants?
    Abs, Roseanne

  52. Bom primeiro gostaria de parabenizar você, adoro teu blogue.

    Eu não tenho filhos, mas aprendo muitas coisas com você e
    me identifico em outras.

    Como por exemplo referente a morar fora, o casar com estrangeiro,
    morar na Irlanda e demais..

    Bom vou me apresentar:meu nome é Carla, eu não sou brasileira, sou espanhola moro no Brasil faz 5 anos, concretamente em São Paulo.

    Sou casada com brasileiro faz 4 anos.. eu acho ..nem lembro mais,
    mas estamos juntos faz 8 anos e nós conhecemos em nossa querida Irlanda, em Dublim.
    Ele foi estudar inglês e queria morar na Europa e eu foi estudar inglês,
    mas só por dois meses e assim começamos até hoje..

    Só queria dizer, que me identificou quando você fala de como é morar ou estar casada com um gringo, neste caso na relação sou eu.
    Mas outras vezes eu me identifico com seu jeito brasileiro porque querendo ou não eu já sou quase brasileira rsrsrs,
    tem coisas que eu gosto mais o faço do jeito brasileiro ..não sei explicar ..mas acho que as vezes é com ambos .. dependendo do que hahaha

    Achei super interessante o post referente ao trampo na irlanda.. super preciso já que estamos pensando em voltar para Europa ou Dublim ou Espanha, não sabemos …

    Beijos !

  53. Bacana, parabéns pela decisão e conquistas!

  54. Parabéns pela família!!!! pelo blog!!!! E pela raça e força pessoal!!!! http://www.amormae.com.br

Deixe uma resposta